Os 5 Locais Onde as Pessoas Vivem Mais e de Forma Mais Saudável no Mundo

Especialista:
atualizado em 29/01/2020

A expectativa de vida global hoje é de 71,4 anos. Isso significa, é claro, que algumas partes do mundo têm períodos de vida muito mais curtos, enquanto outros desfrutam de longevidade muito maior.

Cinco lugares, em particular, se enquadram na última categoria. Eles são conhecidos como Zonas Azuis e são o lar de algumas das pessoas mais velhas e saudáveis do mundo.

Dan Buettner, autor de The Blue Zones e The Blue Zones Solution, conta por que os habitantes desses lugares vivem por muito tempo e como você pode copiar esses hábitos.

Sardenha, Itália

Uma dieta em grande parte baseada em vegatais, atividade física diária e proximidade familiar deram a esta Zona Azul a maior concentração de centenários masculinos no mundo.

Pastores de ovelhas, que tendem a caminhar pelo menos 8 km por dia, e homens com filhas, que costumam receber cuidados especialmente carinhosos à medida que envelhecem, vivem ainda mais do que a maioria nesta área.

O marcador M26 , uma variante genética ligada à longevidade extrema, foi transmitida através de gerações nesta comunidade isolada.

Okinawa, Japão

Muitas Zonas Azuis enfatizam a família e a comunidade, mas a ligação atinge seu pico nesta cultura japonesa. Os habitantes são apoiados por seu moai, um círculo social pequeno, mas muito próximo, destinado a estar presente através de todos os altos e baixos da vida, o que fornece suporte social forte o suficiente para estresses e problemas mentais, além de reforçar comportamentos saudáveis compartilhados.

O resultado? Uma cultura que possui as mulheres mais velhas do mundo, com muitas superando os 100 anos de idade.

Nicoya, Costa Rica

A maioria dos residentes de Zonas Azuis evitam os alimentos processados, mas os habitantes de Nicoya  levam isso a outro nível. O povo costarriquenho tradicionalmente obtém a maior parte de sua ingestão calórica de feijão, abóbora e milho, além de frutas tropicais.

Esta dieta basicamente vegetariana e rica em nutrientes, além de muito tempo ao ar livre, faz corpos fortes e bem nutridos. Enquanto isso, um plano de vida ajuda os Nicoyanos a permanecer mentalmente e espiritualmente saudáveis até os 90 anos ou mais.

Loma Linda, Califórnia, EUA

A Única Zona Azul dos Estados Unidos é um paraíso para a Igreja Adventista do Sétimo Dia, uma denominação protestante. Um conjunto compartilhado de princípios, a ênfase na comunidade e a adesão ao dia de descanso, reflexão e recarga no sábado ajudam os adventistas de Loma Linda a viver 10 anos mais do que seus compatriotas americanos. Muitos evitam a carne e comem muitas plantas, grãos integrais e nozes.

Ikaria, Grécia

Um sentimento feroz de orgulho da ilha mantém os habitantes em comunidade. Isso, combinado com cochilos diários e uma estrita adesão à dieta mediterrânea, comendo muitas frutas, legumes, feijão, grãos inteiros, batatas e azeite, faz 1 a cada 3 Ikarianos passar dos 90 anos, muitas vezes livre de demência e doenças crônicas.

O que você achou do estilo de vida dos habitantes desses locais? Gostaria de viver num lugar desses e ter uma maior longevidade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário