6 Razões para se Tornar Vegano, Segundo a Ciência

Os seguidores uma dieta vegana afirmam que “o veganismo é uma das escolhas mais eficazes que uma pessoa pode fazer para reduzir o sofrimento dos animais, ajudar o planeta e melhorar a saúde pessoal”.

Apesar do estereótipo vegano equivocado (subnutridos, de cabelos compridos e hippies), o veganismo está se tornando uma das dietas mais populares do mundo. Há uma lista cada vez mais crescente de celebridades mundo afora que aderiram à dieta, como Ellen Degeneres, Natalie Portman e Samuel L. Jackson, sem contar com a de atletas veganos, que inclui Serena Williams, Mike Tyson e o fisiculturista ex-Mr. Universo Barnabas du Plessis.

Sentindo-se instigado? Aqui estão 6 razões cientificamente provadas para se tornar vegano.

1. Pode te ajudar a perder peso

Se as últimas semanas foram de muita comilança e bebida e deixaram o seu cinto um pouco mais apertado, a dieta vegana pode ser uma saída para te ajudar a eliminar os quilos extras (contanto que você se exercite um pouco também).

Um estudo de 2015 mostrou que aqueles que seguem uma dieta vegana perderam comparativamente mais peso do que aqueles que seguem dietas onívoras e vegetarianas.

2. É bom para o ambiente

A agricultura é um dos maiores contribuintes para as emissões de gases com efeito estufa (mais do que todos os transportes), podendo chegar a 50% até 2050. A criação de animais para produtos de origem animal requer muito mais terra, água e energia do que a produção de grãos; 27 kg de CO2 são gerados por quilo de carne em comparação com 0,9 kg por quilo de lentilhas.

De acordo com um estudo de Oxford de 2016, a adoção de uma dieta vegana globalmente reduziria as emissões relacionadas à produção de alimentos por 70%. Isso deve ser uma boa razão para largar o seu sanduíche de presunto.

3. Pode te fazer viver mais tempo

O veganismo não é necessariamente um bilhete de ida para a juventude eterna, mas inúmeros estudos científicos têm sido feitos para medir o impacto de uma dieta baseada em plantas na redução do risco de doenças graves, incluindo diabetes e doenças cardíacas, com resultados positivos.

Uma dieta vegana também alivia os sintomas de artrite e pode ajudar a prevenir a obesidade, que é uma das principais causas de morte mundo afora.

Um estudo de 2016 de Oxford argumenta que a adoção em massa de uma dieta vegana poderia cortar 8,1 milhões de mortes por ano. Tornar-se vegano por 1 mês não vai ter o mesmo efeito, mas vale a pena ao mesmo tentar.

4. Comer vegetais faz bem para qualquer um

Ninguém precisa te dizer que comer frutas e legumes é benéfico para a saúde, mas no caso de você ter esquecido tudo o que seus pais e professores já lhe ensinaram quando você era menor, estes alimentos estão cheios de vitaminas e minerais essenciais (incluindo cálcio, potássio e vitamina C) e fibras alimentares.

Todos estes nutrientes vão te manter bem e saudável. É bem provável que você ainda não esteja comendo o suficiente de fruta e vegetais por dia, por isso, experimente incluí-las mais frequentemente em seu cardápio, force-se a comer mais dessas coisas boas.

5. Seu cheiro vai ficar ainda mais agradável

Um estudo recente analisou o suor daqueles que comem uma dieta principalmente de frutas e legumes, e descobriu que era considerado mais atraente para as mulheres (que realmente tinham que cheirar e avaliar cada amostra no estudo) do que aqueles em uma dieta cheia de carboidratos.

O suor produzido por homens que comiam vegetais foi descrito como “floral, frutado, doce ou com qualidades medicinais”. Você precisa de outro motivo agora, cara?

6. Você pode até ser melhor de cama

Estudos reforçam a boa saúde sexual de pessoas veganas. Isso inclusive foi assunto de um anúncio de TV altamente disseminado pela PETA (People for the Ethical Treatment of Animals).

Você já experimentou ou ao menos considerou ser vegano alguma vez na sua vida? Acredita que esses benefícios o fariam mudar seu estilo de vida, de fato? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário