Ácido Glicólico – Para Que Serve, Como Usar, Antes e Depois e Dicas

O envelhecimento da pele causado pelo efeito da exposição ao sol é um dos principais fatores relacionados à mudança das características da pele ao longo dos anos. Isto pode causar muitos prejuízos ao organismo, caso não sejam tomados os devidos cuidados, como a perda da elasticidade da pele, deixando-a mais áspera e ressecada, além de manchas escuras, brancas e rugas finas e profundas.

Existem muitas substâncias que podem ser usadas em tratamentos para auxiliar na redução dos efeitos do envelhecimento da pele, entre elas o ácido glicólico. Vamos conhecer o que é o ácido glicólico, saber para que serve e como usar, além de aprender todos os benefícios e as dicas de como usar este produto.

O que é o ácido glicólico?

O Brasil é um dos países com maior incidência solar e um dos locais com maior procura por tratamentos estéticos para peles que sofreram com a ação da exposição ao sol e com o envelhecimento.

Um dos tratamentos estéticos mais antigos e mais utilizados na dermatologia é o peeling químico, que é utilizado com a finalidade de destruir as camadas externas do tecido cutâneo, promovendo, assim, a formação de uma nova camada, reparando e regenerando a epiderme e a derme.

O princípio ativo esfoliante químico mais usado nestes produtos cosméticos atualmente é o ácido glicólico. Os ácidos mais usados nas formulações cosméticas são os alfa-hidroxiácidos. Estas substâncias são facilmente encontradas na cana-de-açúcar (como é o caso do ácido glicólico), no leite materno (o ácido lático), mas maçãs (o ácido málico), nas amêndoas amargas (o ácido mandélico), nas frutas cítricas e nas uvas (o ácido tartárico).

O ácido glicólico, também conhecido como ácido hidroxiacético, é um produto utilizado para finalidades estéticas, sendo o alfa-hidroxiácido mais usado atualmente para o tratamento de esfoliação da pele. O ácido glicólico possui baixo peso molecular e, por este motivo, tem a capacidade de penetrar na pele com mais facilidade, variando com as características individuais de cada paciente, com a integridade da pele e com o agente químico proposto.

Para que serve o ácido glicólico?

Este ácido possui ação antienvelhecimento, aumenta a hidratação da pele e também ajuda na formação do colágeno, melhorando a elasticidade da epiderme. Este ácido é muito usado nos tratamentos de peelings químicos ou como agente anti-inflamatório devido ao seu poder esfoliante, sendo mais indicado para peles resistentes ou mais claras.

Os alfa-hidroxiácidos em altas e baixas concentrações são considerados novas opções de tratamento para uma quantidade enorme de condições, podendo ser encontrado em soluções, em creme, em forma de gel ou loção.

Este ácido pode ter muitas aplicações, ajudando a melhorar o aspecto da pele seca, de manchas devido ao envelhecimento, reduzindo as cicatrizes e fechando os poros. Além disso, também é bastante indicado o uso de ácido glicólico para acne e para estrias.

Quando o ácido glicólico é aplicado sobre a pele, ele provoca vasodilatação da região, diminuindo a espessura da pele, acelerando o processo de renovação da epiderme e estimulando a síntese de colágeno. Outra vantagem deste ácido é que ele é menos irritante do que o ácido retinoico, ajudando também a aumentar a absorção de outros ativos associados à composição, no caso do uso com outros cosméticos.

Muitos estudos realizados com o ácido glicólico demonstraram que o uso desta substância em formulações cosméticas é uma prática importante para o sucesso dos tratamentos e que, em pacientes com casos de envelhecimento por exposição ao sol, após três semanas de tratamento com ácido glicólico foi constatado um aumento significativo da hidratação da superfície da pele e a diminuição do aspecto áspero.

Como usar o ácido glicólico?

Este ácido pode ser adquirido como manipulado, podendo ser usado em qualquer área do corpo, sendo necessária, porém, uma avaliação de um dermatologista antes e depois da utilização do produto. O profissional irá avaliar a concentração de ácido glicólico a ser utilizada de acordo com a parte onde será aplicado, pois em áreas mais sensíveis serão utilizadas concentrações menores. Este produto pode ser encontrado em dermocosméticos com concentrações entre 2 e 10%.

Quando utilizado em peelings químicos, o produto poderá ter uma concentração mais alta. Neste caso, ele normalmente permanece na pele por 15 a 20 minutos e depois é retirado totalmente. Cada sessão de peeling pode durar em torno de 45 minutos a uma hora, e o número total de sessões irá depender da avaliação do antes e depois de cada paciente, além do tipo de problema identificado.

Os resultados irão variar em cada pessoa e também irão depender da concentração usada de produto. De qualquer forma, normalmente é possível verificar algumas diferenças após dois ou três meses de uso contínuo. Em concentrações maiores, já é possível verificar bons resultados em questão de semanas. Outros produtos e tratamentos também podem ser usados em conjunto para aumentar e potencializar os resultados.

É sempre importante começar a usar este ácido em concentrações baixas, principalmente quando este é feito de forma manipulada, para perceber como a pele irá reagir ao tratamento. Caso apareçam sintomas de vermelhidão ou descamação, procure a ajuda de um médico para avaliar o caso. Este ácido também pode ser utilizado em conjunto com a vitamina A, que ajuda na regeneração das peles sensíveis.

Siga sempre a orientação do dermatologista para saber onde comprar corretamente o produto e em qual concentração. O preço do produto poderá variar bastante, de algumas marcas mais baratas, em torno de 25 a 30 reais, a outras com valor mais elevado, acima de 200 reais.

Antes e depois

Quais os cuidados para usar o produto?

O ácido glicólico não deve ser utilizado sem o acompanhamento médico, pois o uso inadequado do mesmo pode trazer problemas, principalmente se aplicado em regiões mais sensíveis e em concentrações maiores.

A pele sempre deve estar limpa e sem oleosidade, mesmo quando for utilizado em creme. Lave bem a região onde será aplicado e deixe a pele seca para melhorar a absorção do produto. A pele não deve sofrer nenhum tipo de esfoliação, depilação ou qualquer outro tipo de tratamento por pelo menos dois dias após o uso do ácido.

Após a aplicação do ácido, a pele ficará bem mais sensível, portanto, o paciente não deve ter nenhum tipo de exposição ao sol sem a proteção adequada, pois isto pode causar irritação, descamação, vermelhidão e pode gerar o aparecimento de muitas manchas. Este produto é contraindicado para pessoas com algum quadro de alergia ou que apresentem problemas de pele inflamada, com queimaduras de sol ou eczemas.

Conclusão

O ácido glicólico, também conhecido como ácido hidroxiacético, é um produto derivado da cana-de-açúcar e que é utilizado para finalidades estéticas, possuindo ação antienvelhecimento e também ajudando na formação do colágeno. Este ácido é muito usado nos tratamentos de peelings químicos ou como agente anti-inflamatório devido ao seu poder esfoliante.

O ácido glicólico tem muitas aplicações, ajudando a melhorar o aspecto da pele seca, de manchas devido ao envelhecimento, reduzindo as cicatrizes e fechando os poros. É também indicado o uso de ácido glicólico para para estrias e acne.

Saber onde comprar corretamente o produto e qual a concentração adequada é importante para garantir resultados eficazes e manter a segurança no seu uso.

Você já utilizou algum produto com ácido glicólico para a pele? Como foram os resultados? Recomendaria para que propósito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (123 votos, média: 3,84 de 5)
Loading...

1 comentário em “Ácido Glicólico – Para Que Serve, Como Usar, Antes e Depois e Dicas”

  1. Eu fiz algumas vezes o uso do acido glicolico, em sabonete gel percebi que o uso não poderia ser diario, pois a pele as vezes escamava
    Nesse ultimo fim de semana, usei uma mascara facial com esse composto por 20 min conforme indicação da embalagem, antes fiz uma boa limpeza e esfoliação, acredito que o passo da esfoliação não fosse necessário, o que ocasionou em muita ardencia no inicio da mascara e hoje apos 24 h muitas descamações, a pele esta com boa aparencia, tirando o que esta descamando

Deixe um comentário