7 chás para baixar a febre naturalmente – Como fazer e dicas

Especialista da área:
atualizado em 27/06/2022

Com a chegada do inverno, vem a temporada de gripes e resfriados e, junto dela, episódios mais frequentes de febre. Nesse artigo separamos as melhores opções de chá para te ajudar a baixar a febre e, como bônus, ainda aumentar a imunidade.

O consumo do chá natural oferece vários benefícios à saúde, tais como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Aquece e serve como um estimulante para o corpo, já que alguns ativam a circulação sanguínea e possuem cafeína em sua composição.
  • Ativa a desintoxicação através de suas propriedades antioxidantes.
  • Ótima fonte de hidratação.
  • Alivia da dor e outros sintomas, como coriza, tosse e dor de garganta, devido a sua ação anti-inflamatória.
  • Fonte de vitaminas e antioxidantes.
  • Regula o humor, pois possuem compostos que estimulam a liberação de dopamina e serotonina no cérebro.

Com certeza eles são um remédio eficaz e seguro para a maioria das causas de febre.

A febre é um mecanismo natural do corpo para se defender de infecções. Os chás ajudam nesse mecanismo de combate natural, ativando a circulação sanguínea e permitindo que as células de defesa cheguem mais rápido onde são necessárias.

1. Chá-verde e gengibre

O chá-verde possui várias propriedades antioxidantes, antimicrobianas e imunoestimulantes, ideal para combate a infecções que causam a febre. O gengibre também fortalece o sistema imunológico e atua no aumento da circulação sanguínea, ajudando no combate à febre.

Ingredientes

  • 1 saquinho de chá-verde
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 xícara de água
  • 2 colheres de sopa de pedaços de gengibre.

Passo a passo

  Continua Depois da Publicidade  

Primeiro, ferva a água com os pedaços de gengibre e despeje a água em uma caneca com o saquinho de chá-verde. Lembre de coar a água para separar os pedaços de gengibre. Então, retire o saquinho de chá depois que completar 3 minutos em infusão. Por fim, adicione o mel caso ache necessário para adoçar.

2. Chá matcha

Matcha
Boa notícia para quem é fã de matcha: ele faz parte da lista dos chás para febre

O matcha também é rico em antioxidantes que ajudam a aumentar a imunidade e contribui no combate às infecções, resultando na diminuição da febre.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de matcha moído
  • 1 xícara de água
  • 1 colher de sopa de mel
  • ½ xícara de leite de sua preferência.

Passo a passo

Antes de começar pode ser necessário peneirar o matcha moído para evitar os grumos. Então, ferva a água e despeje em uma caneca ou tigela. Em seguida, com um batedor de matcha ou batedor comum, bata o matcha moído com ¼  da xícara de água até que esteja uma mistura homogênea e se forme uma camada de espuma na superfície. Adicione o restante da água e do leite. Por último, adicione o mel.

3. Chá de camomila

A camomila é usada em muitas condições, incluindo febre, inflamação, espasmos musculares, distúrbios menstruais, insônia, úlceras, feridas, entre outras. Possui ótima ação anti-inflamatória.

  Continua Depois da Publicidade  

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de flores de camomila
  • 1 xícara de água
  • 2 folhas de hortelã.

Passo a passo

Comece fervendo a água. Quando estiver quente, jogue as flores de camomila e as folhas de hortelã. Deixe o chá por infusão durante 5 minutos e depois coe dentro de uma caneca antes de tomar.

4. Chá de canela

Devido aos seus atributos antimicrobianos, a canela também combate infecções e inflamações e, consequentemente, a febre.

Ingredientes

  • 1 pau ou folha de canela
  • 1 xícara de água
  • 1 saquinho de chá (chá-preto ou outro chá de erva).

Passo a passo

  Continua Depois da Publicidade  

Coloque o pau ou folha de canela na caneca. Ferva a água, jogue-a na caneca e deixe a canela em infusão por 10 minutos. Adicione o saquinho de chá e espere mais 2 minutos. Por fim, retire o saquinho de chá e a canela. 

5. Chá de hibisco

Chá de hibisco
O hibisco é outra opção de chá que promete auxiliar em casos de febre

O chá de hibisco também é carregado de antioxidantes, vitamina C e ferro. Suas propriedades são ideais para o sistema imune e para o combate de infecções e febre.

Ingredientes

  • 1 xícara de sopa de flores secas de hibisco
  • 1 xícara de açúcar
  • 8 xícaras de água.

Passo a passo

Coloque as flores secas de hibisco na água fria por 1 ou 2 dias. Então, coe o chá com uma peneira e descarte os pedaços de flores. Adicione o açúcar e misture até dissolver completamente. Você pode aquecer o chá para beber quente ou pode consumir gelado.

6. Chá de equinácea

O chá de equinácea também é muito conhecido por estimular a imunidade e combater sintomas de infecções. Assim como o chá-verde, a equinácea possui propriedade antioxidante.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de equinácea seca
  • 1 xícara de água
  • adoçante.

Passo a passo

Primeiro, ferva a água. Em seguida, adicione a equinácea e deixe-a cozinhar por 5 a 10 minutos em fogo médio. Depois, coe o chá e adicione adoçante para consumir.

7. Chá de eucalipto

O eucalipto apresenta qualidades antibacterianas, antifúngicas, analgésicas e anti-inflamatórias. Com toda essa potência do chá de eucalipto, ele acaba sendo uma das melhores opções para reduzir a febre.

Ingredientes

  • 2 folhas de eucalipto
  • 1 xícara de água.

Passo a passo

Coloque as folhas de eucalipto, já lavadas, em uma panela com água até ferver. Após ferver, deixe por infusão por 15 minutos e coe em um copo para servir.

Fontes e referências adicionais

Você já conhecida algum desses chás para baixar a febre? Qual deles você já tomou? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário