Calcanhar de maracujá (bicheira) – O que é e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 19/05/2021

O calcanhar de maracujá é uma infecção causada por moscas! Portanto, saiba agora o que é e como tratar a bicheira.

  Continua Depois da Publicidade  

Essa doença é causada por larvas da mosca-varejeira. Chamada também de miíase, o calcanhar de maracujá é chamado assim porque a infecção ocorre principalmente nos pés.

Um dos remédios que pode servir para o tratamento da bicheira é a ivermectina. Veja então o que é a ivermectina e como usar.

Mas agora, entenda como ocorre a transmissão e como se proteger e tratar essa infecção da pele.

O que é o calcanhar de maracujá

mulher se sentindo mal

Existem alguns tipos de moscas – como por exemplo a mosca verde, a mosca tumbu e a mosca varejeira – que depositam ovos quando pousam na nossa pele.

Esses ovos geram larvas e se houver uma ferida ou rachadura na pele, as larvas conseguem se instalar e adentrar nas camadas mais profundas da sua pele.

O problema é que larvas são parasitas que passam a se alimentar dos tecidos da nossa pele, infeccionando o local e causando sintomas como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Caroço na pele que começa a crescer ou mudar de lugar;
  • Mal-estar;
  • Coceira;
  • Sensação de movimento no pé;
  • Dor aguda;
  • Náusea.

O contágio da bicheira (nome popular da doença) pode acontecer das seguintes formas:

  • Ingestão acidental de alimentos contaminados por larvas;
  • Contato com moscas ou suas larvas através do solo quando estamos descalços;
  • Picada de mosca.

Aliás, onde há mosca, também há outros insetos. Por isso, aproveite e confira também quais são os remédios para mordidas de mosquitos.

Além disso, quando a transmissão ocorre através da pele, é preciso que exista um ferida no local. O calcanhar de maracujá não passa de uma pessoa para a outra. Ou seja, é obrigatório o contato com moscas ou insetos.

Apesar de ser mais comum no calcanhar, a infecção também pode afetar outras partes do corpo.

Como tratar

homem passando mal

A infestação de larvas no calcanhar precisa ser tratada o quanto antes para evitar que as larvas se movimentem para outro lugar e causem mais problemas.

Para saber se há uma larva no seu pé, é possível fazer um teste caseiro simples:

  Continua Depois da Publicidade  

Coloque o pé dentro de um balde com água. Se a larva estiver viva, você vai observar bolhinhas na água ao redor da lesão.

Mas, de qualquer forma, é importante visitar seu dermatologista ao suspeitar de uma bicheira.

O tratamento pode contar com as seguintes estratégias:

  • Cirurgia para remover as larvas, se necessário;
  • Uso de remédios antiparasitários como a ivermectina;
  • Tratamento com antibiótico para prevenir outras infecções na lesão aberta;
  • Uso de substâncias oclusivas na ferida para impedir que as larvas respirem.

Nesse último caso, são usadas substâncias que impedem a entrada do ar no local, como por exemplo óleo mineral, gel de cabelo ou vaselina.

É provável que em até 24 horas as larvas comecem a sair em busca de ar. Neste momento, você pode removê-las com o auxílio de uma pinça esterilizada. No entanto, o ideal é procurar um dermatologista para te ajudar.

  Continua Depois da Publicidade  

Prevenindo o calcanhar de maracujá

A boa notícia é que a bicheira é pouco comum em humanos e ainda pode ser facilmente prevenida com as seguintes medidas:

  1. Usando telas nas janelas para evitar a entrada de mosquitos, principalmente quando viajar;
  2. Aplicando repelentes caseiros ou não quando estiver ao ar livre;
  3. Cobrindo feridas que possam existir na sua pele;
  4. Garantindo a limpeza da ferida no seu pé;
  5. Usando óleos essenciais no ambiente que espantam insetos, como por exemplo o óleo de citronela ou o óleo de limão;
  6. Evitando andar descalço, especialmente em locais novos ou quando seu pé estiver ferido ou rachado.

Hoje em dia, é muito difícil desenvolver calcanhar de maracujá, mas não é impossível. Por isso, mantenha as medidas básicas de higiene e tome cuidado redobrado em locais que têm muitos insetos.

Fontes e referências adicionais

Você já soube de alguém com esse tipo de infecção? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário