Cirurgia de refluxo – O que é e quando fazer

Especialista da área:
atualizado em 02/03/2021

Se o seu refluxo não melhora com nenhum remédio, pode ser preciso fazer uma cirurgia de refluxo. Veja então o que é e quando fazer esse procedimento.

  Continua Depois da Publicidade  

O refluxo ácido gera uma sensação desconfortável de queimação e azia. Mas quando o problema é crônico, a sensação é ainda pior e mais difícil de tratar.

Em casos graves, remédios comumente usados no tratamento da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) não surtem efeito. Portanto, é necessário buscar outras formas de tratamento, como por exemplo a cirurgia para refluxo.

O que é a cirurgia de refluxo

A cirurgia para refluxo gastroesofágico é uma estratégia de tratamento para pessoas que não melhoram do refluxo com remédios nem com mudanças no estilo de vida.

Aliás, nesses casos, a cirurgia pode ser a única solução.

A cirurgia para refluxo é indicada para quem:

  • Sofre muito com o refluxo;
  • Já tentou tratar de várias formas e não melhorou;
  • Tem dificuldade de deglutição por causa do refluxo;
  • Passa mal por causa da medicação usada no tratamento;
  • Corre risco de desenvolver complicações como as úlceras ou o esôfago de Barrett, por exemplo;
  • Precisa corrigir uma hérnia de hiato.

Como é feita a cirurgia de refluxo

cirurgião fazendo cirurgia de refluxo

O objetivo da cirurgia para refluxo é substituir ou reparar a válvula da parte inferior do esôfago.

Aliás, na maioria dos casos, são os defeitos nessa válvula que permitem que o ácido estomacal volte para o esôfago e cause o refluxo.

Como é a cirurgia

A saber, o procedimento é feito sob anestesia geral. A cirurgia mais usada é a fundoplicatura, que pode ser feita de 2 formas: cirurgia aberta ou cirurgia laparoscópica.

De fato, a técnica que usa um laparoscópio é melhor e mais segura, pois é menos invasiva e a recuperação é muito mais rápida.

  Continua Depois da Publicidade  

Assim, a cirurgia consiste na realização de pequenos cortes abdominais por onde o médico insere um laparoscópio.

Em seguida, esse objeto vai permitir o acesso até o esôfago para fazer os reparos necessários e reforçar o esfíncter – válvula que separa o estômago do esôfago.

Preparo para a cirurgia

O seu médico vai te explicar antes da cirurgia como deve ser o preparo, mas em geral, é preciso:

  • Seguir uma dieta com líquidos claros por 1 ou 2 dias antes do procedimento;
  • Manter o jejum de alimentos sólidos no dia da cirurgia;
  • Tomar um remédio prescrito pelo médico para limpar o intestino 1 dia antes da cirurgia.

A cirurgia é relativamente simples e traz ótimos resultados. Se não houver nenhuma complicação, o paciente recebe alta e pode voltar para casa no mesmo dia. Além disso, o retorno ao trabalho geralmente se dá em cerca de 1 semanas após a cirurgia.

No entanto, a recuperação e cicatrização total pode demorar até 2 meses.

O que esperar depois da cirurgia

Por fim, o pós-operatório costuma ser bem tranquilo, principalmente se você fizer uma cirurgia guiada por laparoscópio.

Assim, os cuidados pós-cirúrgicos são:

  • Repouso;
  • Dieta líquida;
  • Uso de analgésicos para dor;
  • Acompanhamento médico frequente.

Vale a pena fazer uma cirurgia para refluxo?

Certamente, existem outras técnicas cirúrgicas, dependendo da causa do seu refluxo. Ou seja, cabe a você e seu médico discutirem a melhor abordagem terapêutica.

  Continua Depois da Publicidade  

Além de melhorar o refluxo, a cirurgia pode promover o emagrecimento, principalmente por causa da dieta que precisa ser seguida depois da cirurgia.

Mas a perda de peso é apenas uma consequência, e não o objetivo da cirurgia. De fato, a melhor parte é parar de se sentir mal e ter uma qualidade de vida melhor sem o refluxo.

Mesmo que você já tenha tentado de tudo na dieta, confira nos vídeos da nossa nutricionista o que fazer para prevenir e como deve ser uma dieta para o refluxo:

Fontes e Referências Adicionais

Você sofre de refluxo? Por isso, seu médico já sugeriu algum tratamento? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário