Especialista da Área:

Leucócitos na Urina – O Que Pode Ser e O Que Fazer

Se você já precisou fazer um exame de sangue e o resultado veio mostrando leucócitos na urina, saiba mais sobre o que isso significa. Encontre aqui o que pode ser e o que fazer com altos níveis de leucócitos.

Os leucócitos são um tipo de glóbulo branco, que são as células responsáveis por parte do sistema de defesa do seu sistema imunológico. Aproveite para entender melhor o que são glóbulos brancos e o que significa uma alta ou baixa contagem de leucócitos no sangue.

  Continua Depois da Publicidade  

Abaixo, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre os leucócitos na urina e saber quando isso é um problema e como tratar a condição.

O que é leucócitos na urina

Um exame de sangue completo pode incluir a análise dos níveis de leucócitos no sangue. Conhecidos também como glóbulos brancos, os leucócitos fazem parte do sistema imunológico e ajudam no combate contra infecções e doenças.

Além de serem detectados no sangue, essas células de defesa também podem ser encontradas na urina por meio de um exame de urina.

Níveis altos de leucócitos na urina sugerem que existe uma infecção no seu corpo, que provavelmente está afetando o seu sistema urinário.

O que pode ser

Não é comum encontrar leucócitos alto na urina. Geralmente, os níveis de leucócitos na urina, quando observados, são muito baixos. As possíveis causas de glóbulos brancos altos são as seguintes:

– Infecção do trato urinário

A causa mais comum de leucócitos na urina é a infecção no trato urinário que pode afetar a uretra, a bexiga ou os rins. A infecção começa por causa de bactérias que entram no sistema urinário por meio da uretra e que podem se multiplicar na bexiga e, em casos mais graves, passar para os rins.

O Centers for Disease Control and Prevention (CDC) afirma que as mulheres são as que mais sofrem com esse tipo de infecção e que até 60% das mulheres sofrem uma infecção urinária em algum momento da vida.

– Inflamação

Inflamações causadas por uma lesão, uma infecção ou uma doença, pode resultar na liberação de leucócitos na urina.

As inflamações mais comuns no trato urinário são a cistite que afeta a bexiga e a nefrite intersticial que afeta os rins.

– Pedras nos rins

Pedras nos rins também podem elevar o número de leucócitos na urina. Geralmente, as pedras nos rins se desenvolvem por causa do acúmulo de minerais e sais no órgão que forma cristais e são mais prováveis de ocorrer em quem bebe pouca água.

  Continua Depois da Publicidade  

Se não tratada, as pedras podem interromper o fluxo de urina e causar uma infecção muito grave.

– Infecção renal

Infecções renais podem aumentar o número de glóbulos brancos na urina. Normalmente, o problema começa no trato urinário inferior e vai se espalhando até alcançar os rins. Em casos menos comuns, bactérias presentes em outras partes do corpo chegam até os rins por meio da corrente sanguínea.

– Bloqueio do sistema urinário

O bloqueio do sistema urinário por qualquer que seja o motivo pode causar complicações graves, incluindo a presença de sangue na urina e o acúmulo de líquido ao redor dos rins.

Alguns dos motivos que levam a um bloqueio do sistema urinário são pedras nos rins, tumores, presença de substâncias estranhas ou lesão traumática.

– Hábito de segurar a urina

Segurar a urina por muito tempo constantemente pode enfraquecer a bexiga e dificultar o seu esvaziamento total. Como a urina está sempre acumulada na bexiga, a presença de bactérias aumenta e é elevado também o risco de infecção.

– Outras causas possíveis

Causas menos comuns de níveis altos de leucócitos na urina incluem:

  • Doenças no sangue como a anemia falciforme;
  • Cistite intersticial;
  • Uso de alguns medicamentos para aliviar a dor;
  • Alguns tipos de câncer como o câncer de próstata, da bexiga ou do rim.

De acordo com uma publicação do New England Journal of Medicine, algumas infecções virais, infecções fúngicas, tuberculose ou doenças sexualmente transmissíveis podem causar alterações nos níveis de leucócitos na urina.

Sintomas de leucócitos alto na urina

Os sintomas de leucócitos alto podem variar de acordo com a condição de saúde que está fazendo com que os leucócitos se acumulem na urina.

No caso de infecção no trato urinário, por exemplo, os sintomas mais observados são:

  • Sensação de queimação ao urinar;
  • Cheiro forte na urina;
  • Urina turva ou com coloração rosa;
  • Desejo frequente de urinar;
  • Dor pélvica.

Quando a causa dos altos níveis de leucócitos é uma obstrução, o principal sintomas é a dor abdominal que pode afetar um lado ou ambos os lados do abdômen. Em casos de pedras nos rins, os sintomas são semelhantes aos de uma infecção urinária, mas com desconfortos adicionais que incluem náusea, vômito e dor intensa.

Outros sinais podem incluir:

  • Tremores;
  • Febre;
  • Dor lombar;
  • Dor durante a relação sexual.

O que fazer

Antes de mais nada, é indicado detectar a causa dos leucócitos altos. Uma faixa considerada normal de leucócitos na corrente sanguínea varia de 4.500 a 11.000 leucócitos por microlitro de sangue. Na urina, esse intervalo é ainda menor e é considerado normal quando há até 5 leucócitos por campo de alta potência.

  Continua Depois da Publicidade  

A primeira coisa que seu médico deve fazer é verificar se você tem uma infecção urinária, que é a causa mais comum de alterações nos leucócitos na urina. Uma amostra da urina será então coletada para que testes adicionais sejam feitos incluindo a análise de glóbulos vermelhos, bactérias e outras substâncias.

Se o teste der positivo para bactérias, uma cultura de urina pode ser solicitada para saber qual é o tipo de infecção bacteriana presente.

Ao suspeitar de outros problemas, como pedras nos rins, por exemplo, exames adicionais como radiografia e tomografia computadorizada podem ser requisitados.

Como tratar

Mudanças no estilo de vida por si só já são capazes de normalizar os níveis de leucócitos na urina quando nenhuma infecção grave é identificada. Algumas delas incluem:

  • Urinar sempre que sentir vontade;
  • Beber bastante água;
  • Manter uma alimentação saudável.

Analgésicos como o acetaminofeno e o ibuprofeno podem aliviar a dor, quando houver. Mas o ideal é que o tratamento seja feito de acordo com a causa da elevação dos níveis de leucócitos.

Sendo assim, no caso de uma infecção no trato urinário, o tratamento deve ser feito com remédios para infecção urinária como os antibióticos prescritos, por exemplo.

Se houver obstruções graves no trato urinário ou pedras nos rins, medicamentos podem ser usados para tentar eliminar o bloqueio, mas em alguns casos pode ser necessário fazer uma intervenção cirúrgica.

Só depois de exames adicionais é que é possível decidir o que fazer para tratar o problema.

Confira os remédios para cistite mais usados e também as suas opções de remédios para pedras nos rins.

Devo me preocupar com leucócitos altos na urina?

Todos as possíveis causas de leucócitos altos podem ser tratadas com grande facilidade, principalmente quando detectadas precocemente. Assim, não existe motivo para se preocupar demais. Se houver uma infecção que precisa de tratamento, o seu médico vai identificar e recomendar o tratamento mais adequado e eficaz para você.

Para aumentar a eficácia do tratamento e evitar a recorrência de níveis altos de leucócitos, é importante que você se mantenha bem hidratado, procure comer mais frutas e vegetais e tenha bons hábitos de higiene.

Infecções que afetam o trato urinário podem se espalhar para a bexiga e para os rins, causando complicações que você pode evitar por meio da observação dos seus sintomas. Ao notar qualquer alteração na sua urina, não hesite em procurar atendimento médico, pois provavelmente será algo fácil de tratar e que vai te livrar de complicações futuras.

Referências adicionais:

Você já teve leucócitos na urina? Conhece alguém que já passou por isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco se formou em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico - cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. É diretor médico do Instituto de Transplantes. Tem vasta experiência na área de Medicina, com ênfase em Transplante hepático, atuando principalmente nos seguintes temas: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia,e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário