Home » Suplementos » Remédios » 6 Remédios para Pedra nos Rins Mais Usados

6 Remédios para Pedra nos Rins Mais Usados

Pedra nos rins

A pedra nos rins, que também é conhecida pelo nome de cálculo renal, é uma condição caracterizada pela formação de depósitos duros, que são feitos de minerais e sais, dentro dos rins. Geralmente, as pedras nos rins são formadas quando a urina torna-se concentrada, permitindo que os minerais cristalizem e fiquem unidos.

  Continua Depois da Publicidade  

A condição pode afetar qualquer parte do trato urinário – desde os rins até a bexiga –, além de poder ser bastante dolorosa. Porém, um cálculo renal pode não provocar sintomas até que se desloque dentro dos rins ou passe no uréter, que é o tubo que conecta os rins e a bexiga e por onde a urina passa dos rins até a bexiga.

Já quando a condição atinge esse ponto, ela pode provocar os seguintes sintomas:

  • Dor severa no lado e nas costas, abaixo das costelas;
  • Dor que irradia ao baixo-ventre (abdômen inferior) e à virilha;
  • Dor que vem em ondas e tem intensidade oscilante;
  • Dor ao urinar;
  • Urina rosa, vermelha ou marrom;
  • Urina turva (sem brilho e transparência) ou com odor muito desagradável;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Necessidade persistente de urinar;
  • Urina mais frequente do que o habitual;
  • Febre e calafrios, quando houver a presença de infecção;
  • Urina em pequenas quantidades.

Além disso, a dor provocada pela pedra nos rins pode ser alterada, mudando de localidade ou intensidade, por exemplo, conforme a pedra se movimenta no trato urinário. As informações são da Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisa médico-hospitalares dos Estados Unidos.

O tratamento da pedra nos rins

Ao perceber a presença de um ou mais sintomas descritos acima, você deve recorrer ao médico para confirmar o diagnóstico e seguir o tratamento que for indicado por ele para o seu caso, em particular.

  Continua Depois da Publicidade  

O tratamento do cálculo renal costuma exigir o consumo de bastante água, pode requerer a utilização de medicamentos para dor e até mesmo a realização de cirurgias.

O procedimento cirúrgico pode ser recomendado nos casos em que as pedras ficam depositadas no trato urinário e estão associadas a uma infecção urinária ou provocam complicações.

6 opções de remédios para pedra nos rins

No artigo de hoje, vamos conhecer algumas opções de remédios para pedra nos rins.

1. Beber bastante água

Para as pequenas pedras nos rins com sintomas mínimos, consumir entre 1,9 litros a 2,8 litros de água diariamente pode auxiliar a limpar o sistema urinário. Portanto, a não ser que o médico dê alguma indicação diferente, é importante certificar de ingerir bastante líquido – água, em sua maioria – para ajudar a tratar a condição.

2. Medicamentos para a dor

  Continua Depois da Publicidade  

Como passar um pequeno cálculo renal pode provocar desconforto, uma das opções de remédios para pedra nos rins pequena e com sintomas mínimos são os medicamentos para dor. Entre as alternativas que podem ser indicadas pelos médicos, encontram-se: ibuprofeno, acetaminofeno (paracetamol) e naproxeno sódico.

3. Medicamentos alfa bloqueadores

Esse é um tipo de remédios para pedra nos rins que o médico pode prescrever para auxiliar a passar o cálculo, já que esses medicamentos relaxam os músculos do uréter, contribuindo para que a pedra passe mais rapidamente e de maneira menos dolorosa.

  Continua Depois da Publicidade  

Os remédios alfa bloqueadores encontram-se na categoria dos remédios indicados para casos de pedras nos rins pequenas, que trazem sintomas mínimos.

Conforme informações de uma publicação do portal da PEBMED, produtora de conteúdo da área médica, uma pesquisa indicou que a utilização dos alfa bloqueadores está associada ao aumento de 49% nas chances de expelir os cálculos renais de maneira espontânea.

Durante o estudo, os pesquisadores avaliaram 55 ensaios que envolviam aproximadamente 6 mil pacientes com cálculos renais, completou a PEBMED.

O portal informou ainda que o uso dos alfa bloqueadores já é reconhecido como uma alternativa de tratamento inicial de pessoas com pedras no uréter (ureterais) de diagnóstico recente, que não sejam complicadas, que tenham menos de 10 milímetros, com sintomas controlados.

4. Medicamentos bloqueadores dos canais de cálcio

Assim com os alfa bloqueadores, os chamados bloqueadores dos canais de cálcio também relaxam o uréter e podem ser indicados pelo médico para o tratamento dos cálculos renais. O fato do uréter ficar mais largo contribui para que a pedra se movimente de maneira mais rápida.

5. Citrato de potássio ou citrato de sódio

Nos casos em que as pedras nos rins forem feitas de ácido úrico, é possível que o médico receite o citrato de potássio ou o citrato de cálcio para como forma de dissolver esses cálculos.

6. Procedimentos cirúrgicos

Nos casos em que a pedra nos rins for muito grande para sair e quando o paciente estiver sentindo muita dor, tiver uma infecção ou não conseguir fazer xixi porque a perda bloqueia o fluxo (urinário), o médico poderá indicar a realização de uma cirurgia.

Segundo o Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) do Reino Unido, entre os procedimentos cirúrgicos que podem ser recomendados pelo médico encontram-se: a litotripsia extracorpórea por ondas de choque, a ureteroscopia, a nefrolitotomia percutânea e a cirurgia aberta.

A litotripsia extracorpórea por ondas de choque é comum para tratar pedras nos rins que não podem ser eliminadas por meio da urina e ocorre por meio de ondas de choque de ultrassom, que quebram o cálculo em menores pedaços, de modo que ele possa passar através da urina, informou o NHS.

Por sua vez, a ureteroscopia é realizada quando o cálculo renal está preso no uréter e consiste na passagem de um instrumento longo e fino pela uretra, na bexiga e, então, no uréter, onde encontra-se a pedra, explicou o NHS.

De acordo com a organização, o cirurgião pode gentilmente tentar remover o cálculo, utilizando outro equipamento, ou usar a energia de laser para quebrar o cálculo em pedaços pequenos para permitir que ele seja eliminado naturalmente através da urina.

Já a nefrolitotomia percutânea pode ser indicada pelo médico quando as pedras nos rins são maiores ou se o paciente não puder submeter-se à litotripsia extracorpórea por ondas de choque, que não é apropriada para pessoas obesas, por exemplo, esclareceu o NHS.

Na nefrolitotomia percutânea, é feita uma pequena incisão nas costas do paciente e um instrumento passa por ali e vai até os rins; o cálculo pode, então, ser retirado ou quebrado em pedaços menores, completou a organização.

A NHS explicou ainda que a cirurgia aberta para tratar a pedra nos rins é rara nos dias de hoje, sendo utilizada somente quando o cálculo é muito grande ou tem uma anatomia anormal. Durante o procedimento, faz-se uma incisão nas costas do paciente para que o cirurgião possa acessar os rins e o uréter, de modo que a pedra possa ser removida, informou a organização.

Observações finais

Lembramos que este texto serve apenas para informar e jamais pode substituir um diagnóstico médico.

Portanto, antes de aderir a qualquer um desses remédios para pedra nos rins, você deve conversar com o médico e certificar-se de que ele é realmente indicado para o seu quadro de cálculo renal e que não é contraindicado para a sua saúde.

Referências Adicionais:

Quais desses remédios para pedra nos rins você já precisou usar? Acabou tendo bons resultados com o tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*