Mulher no celular à noite

Luz Azul da Tela de Smartphones Acelera a Cegueira, Descobre Estudo

Cientistas afirmam que descobriram que a luz azul de smartphones, laptops e outros dispositivos digitais prejudica a visão e pode acelerar a cegueira.

Uma pesquisa da Universidade de Toledo, nos Estados Unidos, revelou que a exposição prolongada à luz azul faz com que moléculas venenosas sejam geradas nas células sensíveis à luz do olho, que podem causar degeneração macular – uma condição incurável que afeta a parte central da visão.

A luz azul, que tem um comprimento de onda mais curto e mais energia em comparação com outras cores, pode gradualmente causar danos aos olhos.

Dr. Ajith Karunarathne, professor assistente do departamento de química e bioquímica da universidade, disse: “Estamos sendo expostos à luz azul continuamente e a córnea e a lente do olho não podem bloqueá-la ou refleti-la.”

“Não é nenhum segredo que a luz azul prejudica nossa visão ao danificar a retina do olho. Nossos experimentos explicam como isso acontece, e esperamos que isso leve a terapias que retardam a degeneração macular, como um novo tipo de colírio.”

A degeneração macular é uma condição comum entre aqueles em seus 50 e 60 anos que resulta em perda de visão significativa e é causada pela morte de fotorreceptores, ou seja, células sensíveis à luz, na retina.

A degeneração macular relacionada à idade é a principal causa de cegueira e, embora não cause cegueira total, pode tornar difíceis as atividades cotidianas, como ler e reconhecer rostos.

As células fotorreceptoras precisam de moléculas chamadas de retina para detectar a luz e acionar a sinalização para o cérebro, permitindo-nos enxergar.

Os pesquisadores descobriram que a exposição à luz azul faz com que a retina desencadeie uma cadeia de reações que leva à criação de moléculas tóxicas nas células fotorreceptoras.

Kasun Ratnayake, um estudante de doutorado da Universidade de Toledo que esteve envolvido no estudo, disse: “Se você der luz azul à retina, a retina mata as células fotorreceptoras à medida que a molécula de sinalização na membrana se dissolve. As células fotorreceptoras não se regeneram no olho. Quando elas estão mortas, estão mortas de vez”.

Os pesquisadores descobriram que a introdução de moléculas de retina para outros tipos de células no corpo, como células cancerígenas, células cardíacas e neurônios, fez com que elas morressem quando expostas à luz azul.

Os cientistas descobriram que uma molécula chamada alfa-tocoferol, um antioxidante natural encontrado no olho e no corpo, impede as células de morrerem, mas não oferece qualquer proteção ao envelhecimento ou àqueles cujos sistemas imunológicos foram suprimidos. Karunarathne disse: “É quando o dano real ocorre.”

Para aqueles que querem proteger os olhos da luz azul, o Dr. Karunarathne aconselha a usar óculos de sol que possam filtrar a luz UV e a luz azul ao ar livre e evitar ficar muito tempo em celulares ou tablets no escuro.

A pesquisa foi publicada na revista Scientific Reports.

Você costume ficar muito tempo no celular, computador e outras telas que emitem luz azul? Pretende mudar isso agora que sabe desse risco? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*