Mastopexia

Mastopexia – O Que é, Antes e Depois, Recuperação e Cuidados

Muito procurado por mulheres que, por algum motivo, querem deixar os seios mais elevados, a mastopexia é um procedimento cirúrgico chamado em algumas clínicas estéticas de lifting de mama.

Como qualquer cirurgia, a mastopexia tem seus benefícios e riscos e aqui vamos deixar bem claro quais são os cuidados necessários no pós-operatório para ter uma recuperação excelente, além de mostrar algumas fotografias de antes e depois de algumas pessoas que se submeteram a esse procedimento.

Mastopexia – O que é?

A mastopexia é uma cirurgia feita em mulheres que almejam elevar os seios, seja por causa dos efeitos naturais do envelhecimento, devido à obesidade, para aumentar a autoestima ou para complementar outras cirurgias estéticas como uma lipoaspiração, por exemplo.

Conforme dados da American Society of Plastic Surgeons, os procedimentos de elevação das mamas cresceram 70% desde os anos 2000. Tais números superam até mesmo os implantes mamários durante esse período.

Nessa cirurgia, o formato dos seios é alterado através da remoção de excesso de pele ou de gordura para remodelar os seios e deixá-los elevados. Já o tamanho dos seios só é alterado se antes da mastopexia a mulher se submeter a uma redução de mamas ou implantar silicone na região. Nos demais casos, a mastopexia apenas levanta os seios caídos e altera levemente a posição das aréolas para acompanhar a elevação.

Dentre os principais motivos para alguém procurar realizar uma mastopexia, destacam-se:

  • Perda de elasticidade e firmeza durante o envelhecimento;
  • Constantes ou significativas alterações de peso;
  • Descontentamento com o formato ou posição atual das aréolas;
  • Efeito da gravidade que pode esticar os ligamentos presentes nas mamas e deixa-las caídas;
  • Mudanças no corpo após a gestação e lactação.

A cirurgia

Após fazer um check-up das suas condições atuais de saúde e de avaliar o seu histórico médico, o uso de medicamentos e quaisquer outras informações relevantes para a cirurgia, o cirurgião plástico deve dar algumas instruções antes do procedimento que incluem:

  • Não fumar;
  • Não tomar medicamentos que alterem a coagulação normal do sangue;
  • Não ingerir nenhum tipo de erva ou suplemento nas 2 semanas que antecedem a cirurgião sem aval médico.

Além disso, ele também deve conversar sobre os riscos associados à cirurgia que são minimizados quando o procedimento é feito por um profissional habilitado, mas que podem ocorrer.

A mastopexia é feita sob efeito anestésico e a incisão pode ser feita de várias maneiras, dependendo dos seios de cada paciente. Geralmente, em seios levemente caídos, as incisões são menores, enquanto que em mulheres com os seios mais volumosos e caídos podem ser necessárias incisões maiores ou em mais de um local. Normalmente, as incisões são feitas ao redor das aréolas ou na base do sulco mamário para que fiquem pouco perceptíveis. Em qualquer um dos casos, as cicatrizes são pouco perceptíveis, mas é claro que quanto menos incisões precisarem serem feitas, mais rápida é a recuperação.

Depois de feitas as incisões cirúrgicas, o cirurgião remove excesso de pele e, em alguns casos, de gordura também e vai remodelando os seios e ajustando a posição das aréolas. Ao final do procedimento, as suturas são feitas e curativos são posicionados no local.

Antes e depois

Se você ainda está na dúvida se o procedimento de mastopexia vale a pena, veja abaixo algumas imagens de pessoas que fizeram a cirurgia e veja com seus próprios olhos os resultados obtidos.

Recuperação

Logo após o fechamento das incisões e o posicionamento dos curativos necessários, uma bandagem elástica ou um sutiã esportivo será muito útil e necessário para promover uma boa cicatrização e proteger a região.

Também é comum que o médico insira um tubo pequeno e fino sob a pele para drenar o excesso de sangue ou fluidos que pode se acumular no local. O tubo de drenagem deve ficar por alguns dias na região até que o mesmo possa ser removido pelo cirurgião. Os curativos devem ser trocados, bem como o local das incisões deve ser limpo com suavidade e mantido seco de acordo com as instruções médicas.

É normal que os seios fiquem inchados ou doloridos nas primeiras semanas após o procedimento. Para aliviar a dor, o cirurgião provavelmente vai prescrever um analgésico. Se necessário, o médico também pode prescrever antibióticos ou anti-inflamatórios para prevenir infecções.

Os possíveis hematomas, além da vermelhidão, do inchaço e da dor, devem sumir depois de poucas semanas, sendo que os resultados finais podem demorar entre 2 a 12 meses para serem observados.

Recuperação passo a passo

O que se deve esperar após uma cirurgia de mastopexia é o seguinte:

Nos primeiros 7 dias, é comum sentir desconforto e dor. A dor pode ser tratada com analgésicos leves, mas a aspirina não deve ser tomada devido a efeitos colaterais relacionados com a coagulação do sangue. Nessa etapa, é importante fazer caminhadas leves e usar um sutiã esportivo ou uma roupa de compressão o tempo todo.

Na segunda semana de recuperação, é possível que você sinta um certo desconforto ao se movimentar. Nesse período, os pontos são removidos e você deve voltar às atividades de rotina aos poucos. Dependendo do trabalho que a paciente executa, ela já pode retornar ao trabalho.

Cerca de 1 mês após o procedimento, você pode parar de usar o sutiã esportivo durante a noite, mas durante o dia é importante usá-lo. É possível que você sinta uma leve perda de sensibilidade na área da mama e do mamilo que é apenas temporária.

Apenas após os 6 meses de cirurgia é que a cicatrização realmente vai começar a se tornar imperceptível e os resultados poderão ser realmente apreciados. Há casos que isso demora um pouco mais, porém não costuma levar mais de 1 ano para isso acontecer.

Dicas e cuidados

Além de seguir as orientações gerais do cirurgião, que incluem a higiene do local, o repouso e o uso de medicamentos quando necessário, a recuperação pode ser ainda melhor e mais rápida se você seguir as recomendações abaixo.

1. Usar um sutiã esportivo

O uso de um sutiã de compressão ou de um sutiã esportivo nos dias após a cirurgia pode ajudar a acelerar a cicatrização. Isso porque peças que comprimem os seios podem minimizar o inchaço, melhorar o fluxo sanguíneo, além de fornecer suporte e mais conforto durante o pós-operatório.

2. Pedir ajuda no banho

Pode ser que você precise de ajuda no banho ou não consiga lavar os cabelos durante os primeiros dias depois do procedimento. Após a cirurgia, não é aconselhável levantar os braços acima da cabeça. Dessa forma, será praticamente impossível lavar os cabelos sozinha. O ideal é que você peça ajuda de alguém pelo menos nos primeiros dias.

3. Caminhar

Mesmo que os movimentos sejam limitados na parte superior do corpo, nada impede que você faça breves caminhadas. Aliás, as caminhadas são sugeridas pelos médicos para movimentar o corpo e facilitar a recuperação.

4. Relaxar

A dor e o desconforto do pós-operatório podem tornar essa tarefa difícil, mas é muito importante relaxar. O repouso também é muito importante para que seu organismo tenha tempo e energia para se recuperar.

5. Esperar o momento certo de voltar a se exercitar

Apesar de as caminhadas serem indicadas, é importante tomar cuidado com exercícios mais pesados. Assim, carregar peso ou praticar exercícios como corrida e musculação não são atividades indicadas no pós-operatório. É essencial esperar de 4 a 6 semanas para retomar a prática desse tipo de exercício.

6. Dormir de costas

Os seios ficam muito sensíveis após a mastopexia. Dessa forma, é necessário dormir de costas durante as primeiras semanas para evitar colocar pressão sobre as mamas.

7. Não fumar

Fumar prejudica a cicatrização e também diminui o fluxo de sangue. Ambos efeitos são prejudiciais para a saúde e para o processo de recuperação. O melhor a fazer é não fumar pelo menos durante as primeiras 2 semanas pós-cirurgia.

8. Evitar o gelo

Embora o gelo possa ser usado em alguns momentos para aliviar o inchaço e a dor, a aplicação por muito tempo pode reduzir o fluxo sanguíneo na região, o que prejudica o processo de cura.

Em vez disso, use compressas frias quando o inchaço incomodar demais. Nesses casos, aplique a compressa fria por no máximo 20 minutos e deixe o corpo descansar por 40 minutos. Repita o procedimento apenas se for necessário.

9. Comer bem

A dieta é muito importante para a recuperação de qualquer tipo de cirurgia. Neste momento, mais do que nunca o corpo necessita de nutrientes e de boas fontes alimentares.

Evitar consumir alimentos industrializados e remosos (o que são alimentos remosos?) e apostar nos alimentos naturais e ricos em vitaminas e minerais como vegetais, frutas e boas fontes de carboidratos e proteínas é essencial para uma boa recuperação.

10. Evitar banhos quentes

O ideal é tomar banho frio ou morno nas primeiras semanas de recuperação. Isso porque o banho quente pode piorar alguns sintomas como o inchaço. Além disso, as mamas estarão mais sensíveis a altas temperatura do que antes e a água quente pode causar dor e desconforto.

11. Tomar cuidado com o sol

O sol deve ser evitado para evitar o surgimento de marcas ou o escurecimento da cicatriz. Assim, é importante evitar a exposição ao sol durante os primeiros meses após a cirurgia e sempre usar proteção solar quando necessário.

12. Monitorar seu processo de cura

Por fim, é importante acompanhar a cicatrização e, se for preciso, tirar fotos periódicas para ver o que está mudando no seu corpo. Em casos de dúvidas ou de suspeita de complicações, é essencial procurar um médico para avaliar a situação e interferir para evitar danos à saúde.

Vale a pena fazer uma mastopexia?

Riscos existem em qualquer tipo de procedimento invasivo, e com a mastopexia não é diferente. Podem ocorrer infecções, reações à anestesia e hemorragias. Além disso, o resultado obtido pode não ser exatamente aquilo que você imaginou.

Apesar disso, desde que feito por um bom profissional e desde que o paciente siga todas as recomendações médicas, a cirurgia costuma ser bem-sucedida.

Assim, se a aparência atual dos seus seios está prejudicando a sua saúde física, afetando a sua autoestima ou se você apenas quer se sentir mais bonita, é super válido considerar a possibilidade de realizar uma mastopexia em uma boa clínica e com um bom cirurgião.

Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar da mastopexia? Tem vontade de realizar essa cirurgia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*