Mendigo Fisiculturista Mantém a Forma Nas Ruas da França

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Aos 50 anos de idade, o endereço do francês Jacques Sayagh é a rua. No cantinho em que ele fica, além de seus dois cachorros, seus pertences e o pratinho em que as pessoas que passam depositam doações em dinheiro a ele, estão os dois potes de suplementos alimentares que ele carrega consigo, objetos bem difíceis de não serem notados.

É que mesmo vivendo na rua, ele não deixou de lado a dieta e nem o seu gosto pelos esportes e continuou a se dedicar aos treinamentos diariamente por ali mesmo, nas ruas, improvisando os acessórios de malhação e se exercitando com o auxílio de grades de portões.

jaques3

Jacques revela que desde pequeno sempre teve um espírito esportivo. Nessa época, ele treinava com os irmãos, praticava karatê, judô, corrida e até competia com os colegas da escola para descobrir quem conseguia fazer mais flexões.

De olho no futuro, atualmente ele se prepara para disputar uma competição em maio de 2015. O mendigo também se demonstra encantado com o mundo do fisiculturismo, chegando a dizer que os praticantes da área são futuristas: “Eles desafiam tudo. Eu amo esse mundo. Afinal, é melhor correr do que ser uma massa morta”.

jaques1

Além da questão estética, Jacques afirma que ter um corpo sarado também é uma questão de sobrevivência para quem vive nas ruas. “Se não tivesse feito isso eu poderia estar morto. Eu conheço drogados, durmo com prostitutas, conheço gente que quer brigar com facas, ladrões…”, explica.

Em relação à alimentação, Jacques conta que consome vegetais de cinco a seis vezes por dia e que já foi adepto de uma dieta com 1.500 calorias diárias, que precisou ser interrompida por conta do desenvolvimento de uma doença no fígado.

Já sobre a sua escolha em ser um morador de rua, ele diz que prefere não viver em um apartamento pequeno e que não passa frio por ali, já que usa papelão.

jaques2

O mendigo em boa forma também revela que tem netos e expressa o seu desejo em relação a eles e à vida que leva: “Quero que eles tenham orgulho de mim e do que eu gosto de fazer”.

Tudo isso e parte da rotina de Jacques foi registrado no documentário “Street Fight”, de realização de Julien Goudichaud, que foi lançado no último dia 4, quarta-feira. O vídeo, com a história do mendigo fisiculturista, você confere abaixo:

Você conhece alguma história surpreendente e inspiradora como essa? Acredita que conseguiria viver nessas condições e assim mesmo não fugir da dieta e manter a boa forma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário