Óculos que filtram a luz azul – Funcionam mesmo?

Especialista da área:
atualizado em 29/03/2021

Óculos que filtram a luz azul estão em alta, mas será que eles funcionam mesmo? Saiba agora se você pode confiar nos óculos que filtram a luz azul e se vale a pena usar.

  Continua Depois da Publicidade  

Hoje em dia usamos telas o dia inteiro – seja o celular, o notebook ou a televisão. O fato é que estamos mais expostos do que nunca às telas e à luz emitida por elas.

De fato, quem trabalha com telas pode ficar com a vista cansada mais facilmente por causa da luz azul artificial emitida por elas. Diferente da luz azul do sol que é importante para regular o ciclo circadiano, a luz azul artificial pode prejudicar o sono e causar irritação e vermelhidão nos olhos.

Aliás, se você sente irritação e secura nos olhos, também pode ser um sinal de síndrome do olho seco. Por isso, não deixe de consultar um oftalmologista com frequência.

Entenda então se os óculos que bloqueiam a luz azul são um bom investimento para os seus olhos.

O que são os óculos que filtram a luz azul

mulher com óculos

O sol emite luz o tempo todo – inclusive luz azul – e não há como se blindar totalmente dela. Aliás, isso nem seria bom para a nossa saúde.

Além de ser indispensável para a síntese de vitamina D, a luz do sol avisa nosso cérebro que já é dia. De fato, isso ajuda a regular todo o nosso relógio biológico.

Por outro lado, a luz azul artificial emitida pelas telas parece cansar a vista e até tirar o sono de quem trabalha até mais tarde.

Com isso, surgiram os óculos com lentes com filtro de luz azul – que prometem filtrar a luz azul e evitar o cansaço da vista. Mas será que eles funcionam mesmo?

Os fabricantes desses óculos afirmam que a tecnologia usada neles é capaz de filtrar a luz azul. Ou seja, seus olhos ficariam mais protegidos e livres do cansaço mesmo depois de ficar horas em frente às telas.

  Continua Depois da Publicidade  

Dentre os benefícios do óculos, destacam-se:

  • Melhoria do sono;
  • Prevenção de dores de cabeça;
  • Menos fadiga ocular;
  • Prevenção da visão embaçada;
  • Aumento do bem estar ocular.

Óculos que bloqueiam a luz azul funcionam mesmo?

De acordo com a American Academy of Ophthalmology, não existem estudos científicos que comprovem que a luz de telas prejudique os olhos. Por isso, não existe uma recomendação de órgãos de saúde para usar esse tipo de proteção ocular à exposição à luz azul.

Além disso, também não existem estudos que comprovem que esses óculos realmente trazem benefícios. Aliás, um estudo recente publicado em 2021 no American Journal of Ophthalmology indica que não há evidência de que o uso dos óculos que filtram a luz azul reduz os sintomas de fadiga ocular.

Embora os óculos provavelmente não façam mal, é importante esperar mais estudos que comprovem ou não a sua eficácia.

Ainda segundo a American Academy of Ophthalmology, o problema das telas digitais é o modo como usamos e não a luz emitida por elas. O cansaço visual é resultado de longas horas olhando para a tela que resultam na redução do piscar de olhos. Isso causa problemas como a baixa lubrificação ocular.

Por isso, os oftalmologistas afirmam que o ideal mesmo para proteger os seus olhos do uso excessivo de telas e evitar prejuízos à produção de melatonina (hormônio do sono) é seguir as dicas a seguir.

Dicas para aliviar a fadiga ocular

Como não existe comprovação dos benefícios dos óculos que filtram a luz azul, a melhor maneira de proteger os seus olhos e aumentar o conforto visual são:

  1. Evitar o uso de telas – inclusive do celular e da televisão – pelo menos 3 horas antes de dormir;
  2. Ativar o modo noturno de dispositivos para reduzir a emissão de luz azul;
  3. Usar colírios lubrificantes ao sentir que seus olhos estão muito secos ao longo do dia;
  4. Evitar o uso de lentes de contato por muitas horas seguidas;
  5. Piscar mais vezes ao longo do dia;
  6. Ter hobbies ou momentos do dia que não envolvam o uso de telas;
  7. Fazer pausas regulares no trabalho;
  8. Descansar a vista olhando para o horizonte ou para uma distância de cerca de 6 metros a cada 20 minutos durante 20 segundos.

Geralmente, sintomas de fadiga ocular ou prejuízos ao sono são temporários. Portanto, assim que você fizer esses pequenos ajustes na sua rotina, é provável que o cansaço dos olhos diminua ou desapareça.

  Continua Depois da Publicidade  

Se você notar algum sintoma desconfortável na vista mesmo depois de aplicar as dicas acima no seu dia a dia, procure um oftalmologista para avaliar os seus olhos.

Fontes e Referências Adicionais

Você já usou um óculos que bloqueia a luz azul? Sentiu algum benefício? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Haroldo Vieira de Moraes Junior

Dr Haroldo de Moraes é Oftalmologista - CRM 380377 RJ. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1981. Em seguida concluiu Mestrado em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1986 e Doutorado em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Pos-Doutorado no National Eye Institute do National Institutes of Health (NIH/NEI) durante 1998/1999 e Livre Docente em Oftalmologia pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (2001), atualmente é Professor Titular de Oftalmologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Oftalmologia clinica e cirúrgica, atuando como Coordenador de Pos-Graduacao em Oftalmologia com área de atuação em inflamação ocular (uveites, sarcoidose e toxoplasmose). Dr. Haroldo é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Para mais informações, entre em contato com ele.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário