Primeiros socorros em fraturas – O que fazer

Especialista da área:
atualizado em 22/03/2021

Quebrou um osso e não sabe como lidar? Veja aqui quais são os primeiros socorros em fraturas e saiba o que fazer nessa situação de emergência.

  Continua Depois da Publicidade  

Uma fratura ocorre quando o osso se quebra – seja por causa de um acidente ou devido a doenças que enfraquecem os ossos como a osteoporose, por exemplo.

Além disso, alguns especialistas afirmam que os veganos têm um maior risco de fraturas ósseas devido a falta de alguns nutrientes na dieta.

Independentemente disso, qualquer pessoa pode sofrer uma fratura óssea. A saber, a fratura pode ser aberta, isto é, quando o osso quebrado aparece, ou fechada – quando não é possível visualizar a fratura.

Nem sempre é fácil identificar uma fratura fechada. Por isso, fique atento aos seguintes sinais após uma queda ou acidente:

  • Dor;
  • Deformidade;
  • Inchaço;
  • Incapacidade de movimentar o local.

Ao notar algum desses sintomas depois de uma queda ou acidente, não deixe de buscar atendimento médico. Mas antes da confirmação da fratura é necessário manter a calma e seguir as seguintes dicas de primeiros socorros.

Primeiros socorros para fraturas

fratura óssea

Antes de mais nada, se além do osso quebrado você observar um sangramento, chame o SAMU ou se dirija ao hospital mais próximo. Enquanto isso, siga as medidas de primeiros socorros que incluem:

1. Manter o membro afetado em repouso

É importante não mexer no local da fratura – principalmente se houver sinais de deformidade. Mas, se possível, posicione o membro em uma posição confortável e natural, e evite ao máximo movimentá-lo. 

2. Imobilizar as articulações acima e abaixo da lesão 

Para isso, você pode usar talas, pedaços de papelão, pedaços de madeira ou revistas. Em seguida, amarre a tala improvisada com panos limpos.

De fato, envolver o local ferido com esses objetos ajuda a evitar o movimento desnecessário até a ajuda chegar.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, manter a fratura protegida reduz a dor e o risco de ainda mais danos.

3. Chamar a ambulância ou, se possível, se dirigir até o hospital

Se você ainda não chamou ajuda, agora é a hora de ir até o hospital ou esperar o atendimento médico chegar até você.

4. Cobrir o ferimento em caso de sangramento

Se houver fratura exposta, proteja o local com uma gaze ou pano limpo. Em caso de sangramento intenso, faça uma leve pressão acima da região fraturada para reduzir ou parar a perda de sangue. 

5. Elevar as pernas ou braços

Dependendo do local da lesão, vale a pena elevar os membros próximos. Isso ajuda a reduzir o inchaço, a evitar que a inflamação se espalhe e a aliviar a dor.

6. Usar gelo

Se você tiver acesso a gelo ou a uma compressa gelada, use no local da lesão enquanto não é atendido por um médico. Além de reduzir a dor por causa do efeito entorpecente do gelo, a compressa ajuda a reduzir o inchaço.

Porém, não use por mais de 20 minutos seguidos e nem sobre uma lesão aberta.

Mais dicas e cuidados sobre como tratar osso quebrado

raio x de osso

Lembre-se: se o ferimento parecer muito grave – especialmente na região da cabeça, pescoço ou costas – peça para a pessoa não se mexer e dê o suporte psicológico para ela até que o auxílio médico chegue.

Além disso, preste atenção nas dicas adicionais:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Nunca tente colocar o osso no lugar

Por mais anormal que pareça a posição do seu osso no momento da fratura, não tente endireitá-lo. Deixe esse trabalho para o profissional de saúde que te prestar socorro.

2. Evite a automedicação 

A dor ao fraturar um osso é muito forte. Você até pode tomar um anti-inflamatório como o ibuprofeno, o acetaminofeno ou o naproxeno na hora do aperto. Mas, ainda assim, seja forte e evite se automedicar. 

Vá rapidamente ao hospital mais próximo, pois lá você será avaliado e medicado da forma correta.

3. Fique atento a sinais mais graves

Não hesite em ligar para a emergência se observar:

  • Extremidades do corpo muito frias ou azuis;
  • Perda de sensibilidade no local da lesão;
  • Grande perda de sangue;
  • Osso exposto fora da pele;
  • Ferimentos na cabeça, pescoço ou costas.

Depois de receber atendimento médico, você provavelmente fará um raio X para confirmar ou não a suspeita de fratura óssea. Logo após isso, se o osso quebrado for confirmado, o médico vai colocar uma tala ou um gesso no local lesionado.

Em alguns casos, uma cirurgia pode ser necessária para reparar danos locais. Mas não se preocupe com isso. Apenas busque ajuda para que o melhor tratamento seja feito.

Fontes e Referências Adicionais

Você já teve uma fratura óssea? Como foi o tratamento? Comente aqui!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário