Tentando Perder Peso? Pare de Almoçar Tão Tarde

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Se você está constantemente trabalhando durante o horário de almoço para só se alimentar no final da tarde, este seu horário pode ser determinante e prejudicial aos seus esforços de perda de peso. Um estudo recente publicado no American Journal of Clinical Nutrition examinou a eficácia de um programa de perda de peso entre mais de 1.200 pessoas obesas e com sobrepeso na Espanha, e descobriu que almoçar além das 15h da tarde resultou em menos peso perdido.

O estudo analisou especificamente a proteína perilipina, que é encontrada em células humanas e é essencial para mover e queimar gordura em todo o corpo. As pessoas com uma variação genética específica desta proteína perderam menos peso quando almoçaram depois das 3 da tarde, em comparação com as pessoas que almoçaram mais cedo. A hora do almoço não fez muita diferença para as pessoas com outras variações genéticas.

Apesar do estudo ter se concentrado em pessoas com maquiagens genéticas específicas, um estudo semelhante publicado no International Journal of Obesity em 2013 também descobriu que almoçar tarde estava associado a uma perda de peso com piores resultados.

Então, por que o seu atraso para o almoço sabota os seus objetivos de perda de peso? Assim como o sono é governado por nossos ritmos circadianos, o mesmo ocorre com a fome, diz Marie-Pierre St-Onge, PhD, professora assistente na Universidade de Columbia, que estuda o impacto dos comportamentos de estilo de vida sobre o controle de peso no New York Obesity Nutrition Research Center.

“[O metabolismo] difere entre os indivíduos, e o momento do consumo de alimentos em relação ao ritmo circadiano pode influenciar a perda de peso”, diz ela. Os ciclos circadianos também controlam a secreção de insulina no corpo, acrescenta. Se você está comendo em um momento em que seu corpo está menos sensível à insulina, você pode ter mais dificuldade para queimar gorduras e perder peso.

Embora o momento em que almoça possa afetar o peso de algumas pessoas, os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença na perda de peso em relação ao horário do café da manhã ou do jantar. Isso pode ocorrer devido ao fato de que o estudo foi realizado na Espanha, onde quase metade das calorias do dia são consumidas no almoço.

Estudos anteriores sugerem que as pessoas que fazem do almoço a sua principal refeição do dia perdem mais peso e têm um imc menor. De acordo com a Federação Mundial de Obesidade, cerca de 40% das mulheres residentes dos Estados Unidos são obesas, enquanto em países onde o almoço é tradicionalmente maior, esses números são muito menores, como aqui no Brasil (16,9%), Espanha (21,4%) e Alemanha (23,9%), por exemplo.

Pessoas que pulam o café da manhã também estão mais propensas a sofrer com o ganho de peso, segundo St-Onge diz. A pesquisadora ainda acha que há mais pesquisas a serem feitas sobre o impacto do horário das refeições na perda de peso, mas se você se encontra comendo de forma saudável, mas ainda está lutando para perder peso, faça do almoço a sua refeição principal e coma na hora correta. Talvez estes ajustes sejam o que está faltando para você atingir seus objetivos.

Que horas você tem o costume de almoçar durante os dias de semana? Acredita que seu trabalho possa estar atrapalhando sua tentativa de perder peso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário