Tomar Café Pode Reduzir os Danos do Álcool ao Fígado pela Metade

Especialista:
atualizado em 16/01/2020

Duas xícaras de café por dia podem diminuir os malefícios causados ao fígado pelo consumo de álcool, de acordo com cientistas. De fato, o consumo regular da bebida reduziu em 44% o risco do fígado sofrer com cirrose em estudos.

Pesquisadores da Universidade de Southampton analisaram 9 estudos de longo prazo que envolveram 500 mil homens e mulheres de 6 países diferentes. Eles analisaram que aqueles que consumiam duas xícaras de café por dia eram menos propensos a sofrerem de cirrose e/ou morrerem por essa causa.

A cirrose é uma doença que ataca o fígado em decorrência dos efeitos a longo prazo do consumo excessivo de toxinas como o álcool ou infecções da hepatite C. Ela pode ser uma doença fatal, pois pode levar à falência do fígado e ao câncer – causando mais de um milhão de mortes por ano no mundo.

figado-cafe

Os autores do estudo concluíram que o consumo de 2 copos de café por dia reduziram praticamente pela metade o risco de cirrose no fígado. “Esse efeito é bastante contundente se comparado ao de medicamentos para prevenção da doença. Por exemplo, o tratamento com estatina reduz o risco de doenças no coração em 25% apenas”.

Além disso, ao contrário de muitos medicamentos, o café é uma substância geralmente bem tolerada por usuários e o seu consumo tem um nível de segurança alto para a maioria deles.

Os estudos são importantes por conta das altas incidências de doenças no fígado, a alta interação entre o alcoolismo e obesidade para o risco destas doenças, e a falta de tratamentos específicos para prevenção destes problemas.

O estudo foi publicado no jornal de ciências da Alimentary Pharmacology and Therapeutics.

A reportagem afirma que o café compreende mais de mil substâncias, cuja maioria é biologicamente ativa e pode afetar a saúde do ser humano. Isso inclui a cafeína, ácido clorogênico, melanoides e os terpenos pentacíclicos, caveol e cafestol.

Os efeitos biológicos do café incluem a estimulação do sistema nervoso central, principalmente pela cafeína, a atenuação do estresse oxidativo e inflamação e anticarcinogénese.

Devido ao seu grande consumo, o café e os seus efeitos na saúde têm sido estudados extensivamente. E em relação à doença hepática, o café parece fornecer um bom número de efeitos protetores.

Você tem o costume de tomar quantas xícaras de café por dia? E em relação à bebida alcóolica, com que frequência consome? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 4,43 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco se formou em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico - cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. É diretor médico do Instituto de Transplantes. Tem vasta experiência na área de Medicina, com ênfase em Transplante hepático, atuando principalmente nos seguintes temas: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia,e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário

1 comentário em “Tomar Café Pode Reduzir os Danos do Álcool ao Fígado pela Metade”