Vacinas da Covid podem auxiliar tratamentos de outras doenças?

Especialista da área:
atualizado em 12/05/2021

De acordo com os especialistas, um dos pontos mais importantes sobre as vacinas disponíveis contra o novo coronavírus é que elas possuem alguns detalhes diferentes das outras vacinas.

  Continua Depois da Publicidade  

O motivo se resume a uma simples diferença: a técnica em que as vacinas são produzidas, ou seja, hackear os próprios projetos genéticos do corpo.

Estas vacinas, portanto, irão nos ajudar a compreender uma série de doenças.

Conforme alguns estudos recentes, elas podem, inclusive, serem utilizadas em tratamentos de doenças graves. Entenda como!

Novas formas de vacina são um passo evolutivo, defendem especialistas

As vacinas tradicionais utilizam um vírus que irá, essencialmente, ensinar nosso sistema imunológico a reconhecer o invasor e destruí-lo quando houver uma infecção.

Enquanto isso, a maioria das vacinas contra o novo coronavírus são vacinas de mRNA. Isto significa que estas vacinas dependem dos esquemas genéticos de nossas células para a produção de proteínas.

Estas proteínas programam nossas células para resistir à agora famosa proteína Spike do vírus antes que nossas células entrem em contato com um vírus.

As vacinas de mRNA são, de acordo com os cientistas, um próximo passo evolutivo.

Como as outras vacinas, elas também induzem seu corpo a criar os anticorpos necessários para protegê-lo. No entanto, elas diferem das vacinas antigas de uma maneira significativa: elas não contêm nenhum vírus.

Ou seja, em vez disso, eles ensinam seu corpo a produzir os anticorpos necessários, essencialmente preparando seu sistema imunológico para qualquer ataque que se aproxima.

  Continua Depois da Publicidade  

Conforme os cientistas, o “m” das vacinas de mRNA significa “mensageiro”, e é isso que ele faz: ele dá às células do seu corpo uma mensagem para gerar anticorpos específicos. Então, depois de fazer seu trabalho de mensageiro, ele desaparece.

Diversos estudos já apontaram a eficácia e a segurança destas vacinas.

Vacinas podem auxiliar no combate a pelo menos 5 doenças graves

vacina

Mesmo para as pessoas que acreditam fortemente na ciência, a velocidade com que os cientistas criaram as vacinas de mRNA, como por exemplo a Pfizer e a Moderna, causou espanto. Até porque as vacinas para a Covid-19 são as primeiras vacinas de mRNA aprovadas para uso.

Apesar disso, por mais de 25 anos os cientistas perseguiram essas vacinas para doenças como o câncer.

Agora que as vacinas de mRNA seguras estão disponíveis, o potencial de usar a tecnologia para criar outras terapias inovadoras pode mudar a forma como tratamos algumas doenças.

Para os especialistas, as vacinas que utilizam o mRNA irão ajudar a prevenir condições como o câncer, o HIV, a doença de Parkinson e uma série de outras doenças.

Vacinas contra câncer e HIV em perspectiva graças a estas novas vacinas

Câncer e HIV, que são doenças que desafiam os cientistas há anos, ganharam uma nova perspectiva de tratamento.

A especificidade com a qual as vacinas de mRNA podem ser direcionadas pode levar a um grande avanço no tratamento do câncer, que inclusive era o motivo pelo qual os pesquisadores estavam analisando esse tipo de vacina há tempos.

  Continua Depois da Publicidade  

Um estudo americano, por exemplo, já procura analisar estas vacinas como terapias personalizadas e experimentais para pacientes que já estão sendo tratados contra o câncer.

De acordo com o responsável pelo estudo, Dr. Van Karlyle Morris, que é oncologista da Universidade do Texas, como as vacinas de mRNA podem ser direcionadas, cada vacina pode ser personalizada de acordo com as necessidades de um indivíduo.

Da mesma forma, as vacinas por mRNA podem possibilitar a criação de uma vacina contra a AIDS que estimule o sistema imunológico a produzir anticorpos raros, mas poderosos.

Mas calma!

Todas as futuras vacinas de mRNA para outras doenças além da Covid-19 ainda estão nas fases iniciais de desenvolvimento.

Deste modo, não devemos presumir que todas elas se concretizarão e também não devemos parar de usar as vacinas tradicionais para tratar e prevenir doenças. Apesar disso, os cientistas estão confiantes.

Você já tomou a sua vacina para Covid-19? Como foi sua experiência? Conte para a gente nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário