4 Tipos de Alimentos que Aumentam os Triglicerídeos

Especialista:
atualizado em 26/12/2019

É sempre bom acompanhar o seu colesterol, a pressão arterial, os níveis de açúcar no sangue e o tamanho da circunferência da cintura, e embora muitas pessoas estejam acostumadas a escutar falar sobre colesterol “bom” (HDL) e “ruim” (LDL), os triglicérides também são uma parte importante do quadro geral da saúde das pessoas.

Eles são um dos quatro números presentes no resultado dos testes padrões de colesterol no sangue. Quando os triglicerídeos são muito altos, podem causar problemas para o coração e levar a outros problemas de saúde. Por isso, é tão importante manter os exames em dia e saber quais alimentos que aumentam os triglicerídeos para evitar consumir.

O que são triglicerídeos?

Os triglicerídeos são um tipo de gordura (lipídios) encontrado no sangue.

Seu fígado produz triglicerídeos e você também pode obtê-los através de muitos alimentos. Depois de comer, qualquer caloria extra que você ingere e que seu corpo não precisa imediatamente é transformada em triglicérides. Essas substâncias gordurosas são armazenas em células adiposas e são liberadas mais tarde, circulando na corrente sanguínea para serem usadas como energia pelas células.

A maioria das gorduras alimentares são triglicerídeos, e assim como o colesterol ruim (LDL), eles podem ser muito prejudiciais para a sua saúde.

O que são triglicerídeos altos?

Ter triglicerídeos muito altos significa que você tem muito desse tipo de gordura no sangue, e seu médico pode chamar essa condição de hipertrigliceridemia grave.

Esta condição é detectada através de um simples exame de sangue chamado perfil lipídico ou, como era conhecido antigamente, lipidograma, que mede o colesterol total, colesterol LDL “ruim”, colesterol HDL “bom” e triglicerídeos.

Você provavelmente terá que retirar o sangue em jejum, ou seja, quando não tiver comido ou bebido (exceto água) por 8 e às vezes até 12 horas, porque a ingestão recente de alimentos pode alterar o seu nível de triglicérides, que geralmente são mais baixos após o jejum e mais altos depois de comer.

Comer uma refeição pesada pode realmente causar um aumento na quantidade de triglicerídeos.

Como os outros tipos de gorduras, os triglicerídeos são medidos em miligramas por decilitro (mg/dL) de sangue. Existem quatro categorias de níveis de triglicérides. Alguém é diagnosticado com triglicerídeos muito altos quando a quantidade encontrada no sangue é de 500 mg/dL, já abaixo de 150 mg/dL é considerado normal.

Por isso, é muito importante manter os exames em dia e manter uma dieta saudável para não aumentar os triglicerídeos. Veja agora os alimentos que aumentam os triglicerídeos.

Alimentos que aumentam os triglicerídeos a evitar

  1. Alimentos de alto teor calórico: O excesso de calorias nos alimentos aumenta os níveis de triglicerídeos. Preste atenção às calorias que você consome e tente evitar comer mais do que pode queimar através das atividades físicas. Você pode acompanhar a sua ingestão de calorias com ferramentas online e aplicativos para smartphone, por exemplo, além das várias listas presentes na internet.
  2. Gorduras saturadas e trans: As gorduras saturadas em temperatura ambiente apresentam-se em estado sólido e estão presentes em alimentos fritos, carne vermelha, pele de frango, laticínios com alto teor de gordura, gema de ovo, gordura, manteiga, margarina e fast food.
    As gorduras trans são gorduras hidrogenadas e são encontradas em muitos alimentos prontos, como biscoitos, batatas fritas, salgadinhos, bolos, donuts, pipocas de micro-ondas, doces, etc. Evite alimentos que tenham óleo parcialmente hidrogenado (veja o rótulo) e, em vez disso, escolha proteínas magras como carne de frango sem pele, peixe, laticínios com baixo teor de gordura, clara de ovos e legumes. Boas escolhas são os azeites de oliva, óleo de canola e óleo de amendoim.
  3. Grãos refinados ou alimentos ricos em amido: Grãos refinados ou processados podem ter açúcares adicionados e normalmente são feitos com farinha branca, o que pode aumentar os triglicerídeos. Tente evitar pão branco, pão branco enriquecido, pão de centeio ou macarrão. Também evite cereais açucarados, arroz instantâneo, bagels, pizza, doces, tortas, biscoitos e bolos. Alimentos ricos em amido também devem ser evitados, como por exemplo as batatas. Em vez disso, escolha alimentos 100% de grãos integrais e arroz de grãos longos e vegetais sem amido.
  4. Açúcares: Açúcares simples como a frutose, por exemplo, são uma fonte comum de triglicerídeos elevados. É fácil comer muita frutose, pois parece que ela evita os sinais de saciedade do corpo, e isso pode levar ao ganho de peso e ao desenvolvimento de resistência à insulina (o que pode aumentar o açúcar no sangue e é um fator de risco para diabetes tipo 2).
    A frutose está presente de maneira natural nas frutas e é adicionada a muitos alimentos como adoçante na forma de xarope de milho – alimento rico em frutose. Porém, isso não significa que você deve parar de comer frutas, pois elas são uma opção saudável já que contém vitaminas, minerais, fibras e água. No entanto, se você tem triglicerídeos altos ou diabetes, provavelmente deve limitar a quantidade de frutas e não consumir mais do que duas porções por dia, e embora a fruta fresca tenha frutose natural, a fibra também presente neste alimento, retarda sua digestão.

Pergunte ao seu médico ou nutricionista se tiver alguma dúvida sobre quais são as melhores frutas para você.

Outros açúcares que devem ser consumidos com menor frequência são: xarope de milho, mel, sacarose, glicose, frutose ou maltose quando estão listados como um dos primeiros ingredientes dos alimentos (está entre os principais). Além disso, limite o seu consumo de alimentos como doces, sorvetes, iogurtes adoçados com sabor, sucos adoçados e outras bebidas, cereais, mel, melado, geleias e frutas em conserva.

Além de manter uma dieta balanceada e evitar esses alimentos que aumentam os triglicerídeos, há outras coisas que você pode fazer:

Como tratar o aumento dos triglicerídeos

Embora estudos sobre a redução dos triglicerídeos possam reduzir o risco de doenças cardíacas ainda estarem em andamento, a maioria dos especialistas afirma que é melhor mantê-los dentro dos limites normais.

O objetivo de qualquer programa de tratamento será:

  • Diminuir a quantidade de triglicerídeos no sangue;
  • Condições de controle que podem aumentar os níveis de triglicérides (por exemplo, obesidade, diabetes, hipotireoidismo, doença renal).

A melhor maneira de diminuir os triglicerídeos é fazendo escolhas e mantendo um estilo de vida saudáveis, que juntos podem reduzir os níveis de triglicérides pela metade. Isso significa que reduzir os triglicerídeos está parcialmente sob seu controle, e é por isso que é muito importante saber o que aumenta os triglicerídeos.

Converse com o seu médico sobre como viver de forma mais saudável e siga essas 4 etapas:

  1. Seja mais ativo: o exercício físico regular pode reduzir os triglicerídeos e aumentar o bom colesterol.
  2. Melhore sua dieta: siga as dicas acima e evite os alimentos que aumentam os triglicerídeos.
  3. Emagreça e mantenha o peso saudável: perder apenas de 5-10% do seu peso pode reduzir os triglicerídeos.
  4. Pare de fumar ou não comece.

Quando se trata de reduzir os triglicérides, as modificações no estilo de vida parecem funcionar bem, e em alguns casos, são tão eficazes quanto tomar remédios para triglicérides.

Agora que você já sabe o que aumenta os triglicérides, evite esses alimentos e siga um estilo de vida saudável para manter a saúde em dia.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais: 

Você costuma consumir muitos desses alimentos que aumentam os triglicerídeos? Já foi diagnosticado com triglicerídeos altos? Pretende mudar sua dieta agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

4 comentários em “4 Tipos de Alimentos que Aumentam os Triglicerídeos”

  1. Sim fiz meu exame pela segunda fez colasterol total e meu trigliceriodeos ta de 527mg,tenho 64 quilos 59 anos 1,63