Remédio para triglicerídeos

Remédio para Baixar Triglicerídeos Emagrece?

Nem todas as pessoas obesas sofrem com altos níveis de triglicerídeos, mas existe uma correlação significativa entre obesidade e triglicerídeos plasmáticos com pessoas mais pesadas tendo níveis mais altos de triglicerídeos.

Em uma análise recente de dados da National Health and Nutrition Ezamination Survey, por exemplo, a conclusão foi de que os níveis de triglicerídeos se correlacionam mais intimamente com a circunferência da cintura (obesidade abdominal) do que com o índice de massa corporal (IMC) – dislipidemia aterogênica (ou seja, hipertrigliceridemia com baixa lipoproteína de alta densidade [HDL] colesterol), uma característica chave da síndrome metabólica.

Devido ao fato dos altos níveis de triglicerídeos relacionarem-se com a obesidade, muitas pessoas se perguntam se um remédio para baixar triglicerídeos emagrece.

Remédios para altos níveis de triglicerídeos

Há três classes de remédios apropriados para controlar as principais elevações de triglicérides: derivados do ácido fíbrico, niacina e ácidos graxos ômega-3, além de doses elevadas de algum tipo de estatina forte, como sinvastatina, atorvastatina e rosuvastatina, que também diminuem os triglicerídeos, chegando a aproximadamente 50%.

Os médicos geralmente prescrevem os fibratos por serem considerados medicamentos com maior sucesso na redução de triglicerídeos. Gemfibrozil e fenofibrato são considerados os melhores para este fim.

De acordo com a American Heart Association, os fibratos podem elevar ligeiramente os níveis de HDL ou colesterol bom, mas infelizmente não são muito eficazes na redução do colesterol ruim (LDL). Normalmente, quando se prescreve fibratos, também se prescreve estatinas, que são drogas redutoras de colesterol, consideradas pela American Heart Association como as melhores para este fim (reduzir colesterol LDL).

Também poderá ser prescrito niacina ou ácido nicotônico, pois ele diminui LDL e triglocérides e aumenta o HDL – colesterol bom. Em comparação com os fibratos, a niacina não é tão eficaz na diminuição de triglicerídeos muito elevados e deve ser usada em combinação com medicamentos específicos para triglicerídeos.

Estatinas e inibidores da absorção de colesterol são as melhores combinações para o tratamento de níveis elevados de LDL. Eles têm um pequeno efeito nos níveis de triglicérides e por isso funcionam apenas para as pessoas com níveis levemente elevados.

Sendo assim, para baixar triglicerídeos o mais indicado são os remédios de fibratos conforme prescrito pelo médico. Ao realizar esse tratamento, verá que seus níveis cairão drasticamente, porém, ainda assim, mudar a sua dieta para uma com menos gordura e açúcares e se exercitar ao menos trinta minutos por dia será o melhor método, já que dieta e exercícios são as melhores prescrições para reduzir os altos níveis de triglicérides.

O que são fibratos?

Derivados do ácido fíbrico (fibratos) são uma classe de medicamentos que diminui os níveis de triglicerídeos no sangue, reduz a produção de VLDL (partícula que transporta triglicerídeos que circula no sangue) e acelera a remoção de triglicerídeos no sangue. Os fibratos também são modestamente eficazes no aumento dos níveis de colesterol HDL no sangue, porém, não são eficazes na redução do colesterol LDL.

Níveis muito elevados de triglicérides (geralmente maior que 1000 mg/dl) podem causar pancreatite (inflamação do pâncreas que pode resultar em uma doença grave com dor abdominal intensa). Ao reduzir os níveis de triglicéridos, os fibratos também são utilizados para prevenir a pancreatite.

Os fibratos não são eficazes na redução do colesterol LDL. No entanto, quando um paciente de alto risco também apresentar níveis elevados de triglicérides no sangue ou níveis baixos de colesterol HDL, os médicos podem considerar a combinação de um fibratro, como o fenofibrato (Tricor) com uma estatina. Tal combinação não só diminuirá o colesterol LDL, mas também os triglicerídeos no sangue além de aumentar os níveis de colesterol HDL.

Os fibratos também foram usados isoladamente para prevenir ataques cardíacos, especialmente em pacientes com níveis elevados de triglicerídeos no sangue e baixos níveis de colesterol HDL.

Sendo assim, os fibratos, remédios mais recomendados para baixar triglicérides, emagrecem ou não?

Remédio para baixar triglicerídeos emagrece?

Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Mokwon em Taejon, Koera, demonstrou que o fenofibrato melhora o metabolismo lipídico e a obesidade, em parte através da ativação hepática do ativador receptor do proliferador de peroxissomas (PPAR alpha) em camundongos fêmeas ovariectomizadas, mas não em operação simulada de receptores de lipoproteína de baixa densidade.

O objetivo deste estudo foi determinar se o fenofibrato previne a obesidade e a hipertrigliceridemia em camundongos sem LDLR do sexo masculino. Os ratos alimentados com uma rica dieta em gordura durante 8 semanas exibiram aumentos de peso do tecido adiposo corporal e branco (WAT) e desenvolveram hipertrigliceridemia grave em comparação com os ratos alimentados com uma dieta de controle com baixo teor de gordura.

No entanto, estes efeitos foram efetivamente prevenidos pelo fenofibrato. Os ratos que receberam uma dieta rica em gorduras suplementada com fenofibrato mostraram redução no peso corporal, peso WAT e triglicerídeos séricos em comparação com os animais alimentados com dieta rica em gordura. O estudo mostrou que a redução induzida pelo fenofibrato nos triglicerídeos circulantes deveu-se à diminuição da secreção de triglicérides do fígado.

Além disso, a administração de fenofibrato não apenas resultou em hipertrofia hepática e redução no acúmulo hepático de lipídios, mas também regulou a expressão transcricional dos genes alvo PPAR alfa, como acil-coenzima A (CoA) oxidase e apolipoproteína C-III hepática (apoC-III). Portanto, os resultados sugerem que alterações na ação do PPAR alfa hepático pelo fenofibrato parecem suprimir a obesidade induzida através da dieta e a hipertrigliceridemia grave causada pela deficiência de LDLR em camundongos machos.

Como dito anteriormente, além do fenofibrato, há uma série de remédios para baixar triglicerídeos, como por exemplo a niacina e até mesmo o ácido graxo ômega-3. Embora pesquisas estejam sendo realizadas para saber se de fato algum remédio para baixar triglicerídeos emagrece, uma das maneiras de baixar o nível de triglicerídeos no sangue é emagrecendo.

Emagrecer abaixa triglicérides

De acordo com Michael Miller, professor de medicina e diretor do Centro de Cardiologia Preventiva da Universidade de Maryland em Baltimore, Estados Unidos, os triglicerídeos altos são frequentemente responsivos a mudanças de estilo de vida que incluem perda de peso, exercícios físicos regulares e mudanças na dieta.

O especialista, junto a sua equipe, analisou mais de 500 estudos internacionais realizados nas últimas três décadas para chegar a suas conclusões, e para pessoas que estão fora da faixa normal de triglicérides, ele recomenda limitar a ingestão dos seguintes alimentos:

  • Consumir açúcares em uma quantidade menor de 5% a 10% de calorias, ou cerca de 100 calorias por dia para mulheres e 150 para homens.
  • Menos de 50 a 100 gramas por dia de frutose, tanto de alimentos processados como naturais.
  • Menos de 7% do total de calorias de gordura saturada.
  • Menos de 1% do total de calorias de gordura trans.
  • Bebidas alcoólicas especialmente se os níveis de triglicerídeos forem superiores a 500 miligramas por decilitro.

Ou seja, embora ainda precise de mais estudos para provar que um remédio para baixar triglicerídeos emagrece, se você seguir o tratamento e uma dieta como a recomendada acima, não só irá baixar os triglicerídeos como irá emagrecer.

Referências adicionais:

Você imaginava que um remédio para baixar triglicerídeos emagrece também? Já tomou algum destes tipos de medicamento listado acima? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*