Carboxiterapia – Efeitos Colaterais e Cuidados

Especialista:
atualizado em 05/07/2020

A carboxiterapia consiste em um tratamento que vem sendo utilizado por muitas pessoas para se livrar da celulite, gordura localizada, flacidez da pele, dentre outras coisas. O processo se resume basicamente em injetar gás carbônico sobre a pele que ajudaria na circulação e oxigenação de tecidos, fazendo com que a pele forme colágeno e novas fibras elásticas.

O tratamento também pode ser indicado para as estrias, olheiras, rejuvenescimento corporal e facial. Sabe-se que na atualidade este procedimento é uma das melhores terapias para combater a celulite, o envelhecimento corporal, flacidez e acúmulo de gordura. O método é não-cirúrgico, mas muitas mulheres podem relatar alguns desconfortos e sintomas não previstos pelos esteticistas. Se você estiver pensando em fazer, é importante se informar sobre alguns pontos da carboxiterapia – efeitos colaterais, como funciona e suas contraindicações.

O que é carboxiterapia?

O método não invasivo consiste no uso terapêutico do gás dióxido de carbono por via subcutânea, aplicado com agulhas sob a pele. O CO2 atua diretamente na zona aplicada e afetada e é eliminada rapidamente, quando realizada corretamente. Essa terapia tem o surgimento na estação de águas termais do Royat, localizado na França.

Na década de 50 um cardiologista aplicou a terapia em pacientes que sofriam diferentes enfermidades relacionadas à má circulação e acúmulo de gordura. Uma equipe altamente preparada deve estar à disposição para realizar o procedimento com segurança para que a velocidade do fluxo, o tempo de injeção e a percentagem da dose administrada seja aplicada corretamente. Qualquer alteração nesses detalhes pode causar alguma reação indesejada. Indica-se a realização da drenagem após a carboxiterapia para oxigenar a região trabalhada.

Como funciona?

Com uma agulha esterilizada, o CO2 é aplicado sob a pele. A agulha se assemelha à da insulina. O aparelho ligado à agulha permite regular a velocidade do fluxo do gás, bem como o tempo e a dose. A introdução sob a pele se completa com a realização de massagem manual, que ajuda a dispersar o gás e fazê-lo circular. As esteticistas e especialistas da área de medicina garantem que não existem efeitos secundários, a não ser uma intensa dor passageira na área aplicada. Porém, algumas usuárias podem ter relatado alguns efeitos colaterais. Indica-se a realização de duas a três sessões por semana, totalizando 18 a 20 sessões corporais com um tempo de 30 minutos por sessão.

Carboxiterapia no emagrecimento

O CO2, ao entrar em contato com a graxa, difunde-se e parte dele se dirige aos glóbulos vermelhos, ao ficar em contato com a hemoglobina. Esse oxigênio é usado em reações metabólicas e para produzir combustão de gordura. Os resultados são identificados em pouco tempo com a melhora da pele, que se torna mais lisa e mais fina. Assim, trata o problema da celulite e a circulação sanguínea, reduzindo o inchaço e gordura por consequência.

Carboxiterapia na celulite

A celulite nada mais é do que é um problema de circulação sanguínea localizada em que o corpo não produzir uma drenagem correta das células de gordura ou tecido adiposo. Assim, os refugos e impurezas acumulam-se em forma líquida, que depois adquire uma consistência mais espessa, mais difícil de eliminar. Através dos efeitos terapêuticos da carboxiterapia, a morfologia da circulação é restabelecida aumentando a velocidade do fluxo sanguíneo, reduzindo a fibrose e desintegrando a graxa da hipodermes. Em alguns dias percebe-se a reestruturação do metabolismo local, destruindo-se a malha gordurosa.

Carboxiterapia – Efeitos Colaterais

Cada pessoa possui suas especificidades no corpo, um metabolismo próprio e a aplicação da carboxiterapia pode variar de pessoa para pessoa. Podendo ser rejeitado no organismo de alguns indivíduos, existem alguns efeitos colaterais da carboxiterapia.

O modo de sua aplicação, por ser muito preciso e levar em conta uma velocidade e dosagem correta, pode causar complicações se não for aplicado corretamente, por isso a importância de encontrar um profissional competente e uma equipe especializada para realizar o procedimento com cuidado. Quando aplicado incorretamente pode-se formar uma embolia pulmonar ou um acidente vascular encefálico, devido à obstrução causada por esse êmbolo. Também podem ocorrer reações químicas metabólicas no organismo.

Existem algumas questões que devem ser levadas em consideração antes de optar por esse procedimento como o pouco embasamento científico sobre o tema, que deem subsídio e certifiquem a efetividade da técnica. A dor é outro ponto que também deve ser levado em conta, pois a dor no momento do procedimento costuma ser bastante intenso, conforme o gás vai sendo injetado sente-se uma sensação de ardência e dor aguda.

Assim como qualquer processo inflamatório, também pode ocorrer o aparecimento de certo inchaço na região aplicada, um edema com uma coloração arroxeada, calor na região, dor e perda de função, ou seja, alterações da sensibilidade e mecânicas temporárias. Os resultados podem não ser os melhores, pois é apenas utilizado como um auxiliar, sendo assim depende muito dos hábitos do paciente, portanto, caso não haja um cuidado com a alimentação e a realização constante de exercícios, os resultados podem desaparecer.

Indicações e Contraindicações

É indicado para tratar celulites, estrias, gordura localizada, flacidez, olheiras, cicatrizes, melhorar a saúde e aparência da pele (elasticidade), pós-operatório em cirurgias plásticas, pré-operatório de cirurgias plásticas, para aumento da vascularização no local. As contraindicações são para pessoas com infecções, alergias ou doença ativa na região, grávidas, obesos, pessoas com doenças cardíacas ou pulmonar, câncer, distúrbios psicológicos ou doenças de pele.

Relato de usuárias

Algumas mulheres que realizaram o procedimento relatam alguns efeitos colaterais da carboxiterapia: uma delas, após um a dois dias da realização do procedimento passou a sentir falta de ar, tremedeiras nas mãos e palpitações fortes no coração. A sensação ocorreu duas vezes num intervalo de apenas 10 minutos.

Outras usuárias reclamam da dor, uma vez que as agulhas machucam ao penetrar na pele e pode ocorrer a perfuração de algum vaso, o que pode causar inchaço. A carboxiterapia tem como resposta fisiológica o aumento da vascularização na região que foi aplicada, por isso, muitas vezes é normal causar certo inchaço, principalmente na região dos olhos para retirar a olheira. Porém, algumas usuárias relatam que mesmo após 24 horas o inchaço não reduziu, sendo que a esteticista garantiu que em 5 minutos desincharia. Outra usuária que fez o procedimento há dois anos disse que as estrias apareceram bem no local onde aplicou o gás para diminuir gordura.

Você se preocupa com os efeitos colaterais da carboxiterapia, ou faria sem problemas este procedimento? Já procurou algum médico especialista? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (281 votos, média: 3,87 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

94 comentários em “Carboxiterapia – Efeitos Colaterais e Cuidados”

  1. Eu estou fazendo carboxiterapia 2 sessões na cabeça e normal descer pr pescoço ficar alojado.

  2. Fiz 10 sessões a 5 anos
    Não melhorou nada pelo contrário minhas pernas atrás está parecendo que está cheia de bolas inchadas.. parece que a celulite empelotou..

  3. Eu nunca tive problema com gordura localizada, pois luto Muaythai a 4 anos e sempre me exercito. Porém fiquei 3 meses parada por conta de muito trabalho e também nesses 3 meses a alimentação foi a base de iFood… aí já era, a pancinha apareceu. Aí senti a “água bater na bunda” e voltei a malhar e “ajeitar” a alimentação. Mas tudo em vão, a pancinha não saia nem com reza brava!! Aí procurei uma clínica bem renomada no país para fazer esses procedimentos para ajudar na queima da gordura. Pq sei que esses procedimentos ao ajudam, não fazem nada sozinhos.. mas enfim…. Fiz a primeira seção há 7 dias na barriga inchou na hora, me disseram que em 24 ou 48h iria diminuir, mas nada e ela ainda está inchada e muito!
    Nesses 7 dias diz muito mais exercícios Cardios, sendo Muaythai 3 vezes na semana. A alimentação ficou ok. Sem gorduras, lanches e açúcares. Nos 2 primeiros dias a dor foi insuportável, no terceiro já melhorou, tirando os roxos. Mas a barriga está maior do que era antes. Tenho 9 seções ainda pra fazer, além de outras massagens e procedimentos, mas acho que não vou fazer não. Estou suspeitando que a ideia é inchar pra eles desincharem com os procedimentos e a gente achar que diminuiu as medidas…. vamos ver…

  4. Olá, aconselho que façam com especialista, pois o procedimento doi as picadinhas
    meus olhos incharam , mas no dia seguinte td passou , fiquei preocupada mas observei
    que fazia parte do tratamento.
    percebi um resultado muito satisfatório; fiz no rosto.Até minha papadinha sumiu.
    A sensação é ruim na hora que faz , mas questão de minutos desaparece.
    vou fazer a manutenção a cada 03 meses 01 aplicação.

  5. Cancelei o pacote embora tendo prejuízo porque vou receber menos da metade mas tive falta de ar garganta apertada tosse fiquei internada e não estou bem até hoje mas preferi perder dinheiro do que a saude

    • Fiz aplicações a 8 meses e tive a sensação na garganta de aperto como se fosse romper A minha veia porem atualmente passei a sentir no local a mesma sensação de que alguém esta apertando a veia do meu pescoço vou procurar um medico pois estou muito preocupada.

    • Já fiz duas sessões de carbox, comecei semana passada, nas costas, abdomem e braços, mas senti muita dor, ficaram alguns roxinhos e não vi perda nenhuma de gordura localizada. Não tenho vontade de fazer o restante das sessões, pretendo trocar por outro tratamento. Não recomendo.

  6. Faço carbox em prazos regulares a 9 anos , adoro. Já comprei pacotes em 5 clínicas diferentes aqui em sp .e nunca tive problemas em nenhuma aplicação, já fiz para reduzir gordura abdominal, prevenir contra flacidez pós gravides, retirar celulite do bumbum e atualmente estou fazendo para tratar as estrias nos seios. E futuramente quero fazer nas mãos e colo para tratar o início do envelhecimento da pele. A agulha realmente não dói, o gaz causa ardência e queimação suportável enquanto ingetavel. Após não sinto absolutamente nada. Em algumas aplicações já chegou a ficar roxo onde houve a inserção da agulha, mas acho que depende da “mão” da esteticista. Sempre fico inchada no primeiro dia. E linda nos demais kkk simplesmente amoooo já fiz diversos tratamentos estéticos ,mas o que sempre recorro e carbox!!

    • Realmente vc deve ser privilegiada, no meu caso senti muitos incômodos, inchaço em varios dias após a aplicação e poucos resultados… mas cada um é cada um né, as vezes o que não faz resultado para mim pode ter feito pra vc!

      • Não recomendo,fiz na terceira aplicação,um olho e lado do rosto ficou muito inchado.Pode ser bom mais pra mim não tive boa experiência…saúde em primeiro lugar.Agora pesquisando muitas pessoas tiveram problemas.

  7. Estou na 5 aplicação, e ha 2 semanas estou menstruando, será que pode ter ligação?
    faz 12 dias que estou menstruada. Tento marcar ginecologista, mas a agenda tá fechada e só abre dia 9 de setembro.

    • Estou fazendo o tratamento no abdômen, a dor é incômoda mas suportável. Nas pernas eu não aguentei a dor, troquei por outro tratamento, radiofrequência. Único efeito colateral foi que no dia da aplicação da carbox fico com muitos gases. Mas é só no dia e passa.
      Vale pelo resultado que está dando.

  8. Boa noite, gostaria de saber se eu posso fazer, fiz uma cirurgia cardíaca a17anos atras, desobstruir a válvula mitral, pois tive febre reomatica , gostaria de saber se posso fazer, obrigada.

    • Fiz um pacote de 8 sessões de carboxterapia(para gordura localizada,barriga), tinha que fazer 4 sessões em seguida fiz uma ontem e hoje fui fazer a segunda, bom na primeira sessão foi tranquilo apenas um desconforto próximo a costela, mas hoje a dor foi muito maior e na hora que tive que me sentar para aplicação na parte de trás não aguentei minha pressão abaixou minhas vistas começou a sumir nao estava conseguindo ouvir direito minhas mãos começaram a formigar e tive que me deitar pra voltar o normal, tive que marcar as outras sessões para outra semana para ter um intervalo para me recuperar e não vou mais fazer uma em seguida da outra, ainda me sinto inchada e com dores e dificuldade para respirar .. Se na terceira sessão eu passar mal novamente vou ter que mudar área do corpo porque já fiz nas pernas antigamente e não havia me sorriso isso.