Endermoterapia – O que é e como funciona na celulite

Especialista:
atualizado em 08/12/2020

Auxílio contra a celulite, melhor funcionamento do sistema circulatório e tonificação da região tratada: conheça o que é a endermoterapia e como funciona!

  Continua Depois da Publicidade  

A endermoterapia, mais comumente conhecida como vacuoterapia, é um tipo de massagem que promete eliminar a gordura localizada e as celulites. Mas será que essa técnica realmente é capaz de fazer isso?

Vamos entender melhor como funciona esse tipo tão peculiar de massagem e descobrir quais os seus efeitos.

O que é endermoterapia?

A endermoterapia é uma técnica de massagem profunda muito utilizada na estética, principalmente por ser um procedimento seguro, não invasivo e que não causa dor.

Ela é conhecida por ser uma aliada na redução de celulites e gorduras localizadas, e não traz muitos efeitos colaterais.

Diferentemente de outros tratamentos estéticos, que envolvem aplicações de substâncias, punções e outras técnicas invasivas, a endermoterapia consiste no contato de um aparelho massageador que proporciona a sucção sobre a pele.

Como funciona?

Ela é realizada através do manuseio de um aparelho que contém dois rolos para deslizar sem gerar atritos sobre a pele, favorecendo uma melhor sucção com a câmara de vácuo.

O objetivo é formar uma prega cutânea devido à pressão negativa e vácuo entre os dois rolos contidos no aparelho. São realizadas massagens em diversos sentidos, o que estimula a circulação linfática.

E, para atender as demandas de cada um, o aparelho é preparado de acordo com as características individuais:

  • Região desejada;
  • Condição da pele;
  • Presença e tipo de celulite;
  • Se há presença de fibroses e cicatrizes;
  • Idade da pessoa.

Celulite e gordura localizada

Esses são os principais motivos para a procura pela endermoterapia.

  Continua Depois da Publicidade  

Estudos mostram que essa técnica funciona através da melhora da circulação e oxigenação local, e assim melhora a aparência das celulites e auxilia na redistribuição do tecido adiposo subcutâneo.

Pós-operatório

O procedimento estético também pode ser buscado para casos de pós-operatório de cirurgias plásticas. Nesses casos a endermoterapia é recomendada para reduzir edemas pós-cirúrgicos, e assim diminuir o desconforto e acelerar o processo de recuperação.

Tensão e dor muscular

Por melhorar a circulação local, a endermoterapia também pode ser usada para o alívio de dores e tensões musculares.

Resultados

Os efeitos estéticos da endermoterapia não são vistos imediatamente, e pode levar até quatro sessões para a pessoa começar a notar melhorias.

Normalmente são recomendadas um mínimo de 10 sessões, que devem ser feitas pelo menos 3 vezes por semana. O tempo de duração pode variar de acordo com a região submetida, levando de 30 a 60 minutos.

Efeitos colaterais

De forma geral a endermoterapia é indolor e não oferece efeitos colaterais. Mas é importante ressaltar que cada organismo pode reagir de forma diferente, e que algumas pessoas podem relatar dor durante ou após as sessões.

Contraindicações

Apesar de ser um procedimento considerado seguro para a maioria das pessoas, não se deve fazer a endermoterapia nas seguintes condições:

  • Pessoa com condições de saúde que tornem a pele ou os vasos sanguíneos mais frágeis;
  • Gestantes e pessoas com varizes também devem evitar a endermoterapia.

Alguns grupos de pessoas necessitam de uma avaliação mais criteriosa, antes e durante o procedimento. São eles:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Pessoas com diabetes e cardiopatias;
  • Pessoas com obesidade em grau mais elevado.

Por isso, o ideal é sempre buscar uma avaliação médica antes de iniciar qualquer tratamento estético.

Profissional e estabelecimento adequado

Antes de se iniciar qualquer tratamento, seja ele estético ou de saúde, é importante pesquisar sobre a técnica escolhida, o profissional que irá realizá-la e o local onde isso será feito.

Para isso você pode buscar indicações de outros clientes e profissionais, opiniões na internet e, após ter selecionado um ou mais locais, visitar as clínicas escolhidas.

Hábitos saudáveis

A endermoterapia não é uma técnica milagrosa que vai eliminar todas as celulites e gorduras localizadas. Portanto ela é um procedimento estético que precisa estar aliada a uma série de outros fatores para ter sucesso, como:

Assim, quando realizada em conjunto com essas mudanças de estilo de vida, podemos dizer que a endermoterapia traz excelentes resultados na melhoria de celulites e gorduras localizadas.

Você conhece alguém que tenha feito endermoterapia para se livrar das celulites? Como foram os resultados? Você tem vontade de fazer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (124 votos, média: 3,81 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário