Endermoterapia – O Que é e Como Funciona na Celulite

🕐 19/01/2015

Que todas as mulheres desejam ficar com tudo em cima, isso todos nós sabemos. Para conquistar um corpo modelado, variedades de recursos não faltam, elas abusam de artifícios naturais, mas os procedimentos estéticos não são descartados.

Não descartamos a busca por parte dos homens, mas as mulheres caracterizam a maioria da insatisfação com visual que a celulite proporciona aos seus corpos. Vamos conhecer um pouco mais sobre a técnica utilizada na endermoterapia, para que assim você possa avaliar se é compatível com os seus objetivos ou não.

O que é

A endermoterapia, que também pode ser chamada de vacuoterapia, é uma técnica que pode ser considerada simples. Ela é reconhecida como uma aliada na redução de celulite, vasos e varizes e dentre as opções, pode ser reconhecida como uma das mais seguras, já que não oferece efeitos secundários.

Diferentemente das diversas opções que exigem o uso de bisturis e cortes que podem ocasionar futuras cicatrizes, a endermoterapia é a opção ideal para aqueles que fogem de cirurgias e cortes que necessitam de um período para recuperação. A técnica consiste no contato de um aparelho massageador que proporciona a sucção sobre a pele.

Como funciona

Ela age sobre o sistema circulatório. A endermoterapia é realizada através do manuseio de um aparelho que contém 2 rolos para deslizar sem gerar atritos sobre a pele, favorecendo uma melhor sucção com a câmara de vácuo. O objetivo é formar uma prega cutânea devido à pressão negativa e vácuo entre os dois rolos contidos no aparelho. São realizadas massagens em diversos sentidos, o que estimula a circulação linfática.

É importante sabermos para que serve a endermoterapia, sendo assim, a técnica é feita de acordo com os objetivos pessoais de cada pessoa. O aparelho é preparado de acordo com as características individuais, como a região desejada, a condição dos tecidos e pele, os tipos de celulite, se há presença de fibroses e cicatrizes e até avaliando a idade da pessoa.

Celulite

A endermoterapia é muito procurada para reduzir os incômodos que as celulites oferecem às mulheres. Afirma-se que a submissão ao procedimento estético pode melhorar a aparência da pele, eliminar algumas gordurinhas localizadas e ainda combater as tão temidas celulites. A técnica também pode contribuir para o relaxamento muscular, colaborar com o sistema circulatório, aumentar a oxigenação dos tecidos e ainda favorece a eliminação de toxinas indesejáveis ao corpo.

Efeitos

O procedimento estético também pode ser buscado para casos de pós-operatório de cirurgias plásticas, as quais objetivam redução de medidas, e que por isso acarretam consequências aos tecidos, como lipoaspirações e lipoesculturas. A endermoterapia é recomendada para reduzir edemas após operações, contribuir a eliminação de fibroses e ainda combater o estresse.

É dito que a endermoterapia pode demonstrar seus efeitos a partir da quarta sessão, mas são recomendadas no mínimo 10 e essas devem ser feitas pelo menos 3 vezes por semana. O tempo de duração pode variar de acordo com a região submetida, por isso, podemos destacar que as sessões variam de 30 a 55 minutos.

Abaixo você poderá conhecer alguns dos demais benefícios que a endermoterapia pode oferecer:

  • Relaxamento dos músculos;
  • Reduz a tensão muscular;
  • Contribui para um melhor funcionamento do sistema circulatório;
  • Melhora a aparência de celulites;
  • Reduz as gorduras localizadas;
  • Reduz flacidez da pele;
  • Tonifica a região submetida;
  • Melhora a oxigenação dos tecidos;
  • Oferece um suporte para os resultados de drenagem linfática, lipoaspiração e lipoesculturas;
  • Favorece a produção de colágeno;
  • Elimina toxinas.

Efeitos colaterais

Afirma-se que a endermoterapia é indolor e não oferece efeitos colaterais. No entanto, há inúmeros relatos de desistências devido às dores durante o procedimento. Devemos ressaltar que cada organismo pode reagir de forma diferente, porém, é oportuno conhecermos as possibilidades que envolvem a técnica estética, principalmente para a avaliação do profissional e estabelecimento escolhidos. Ela não exige períodos de recuperação, o que possibilita que você mantenha sua rotina normal e sem intervenções.

Contraindicações

É recomendado que pessoas com hipertensão, dermatoses de grande proporção, doenças infecciosas, reumatismo inflamatório, tumores e fragilidades capilares não se submetam ao procedimento estético. Gestantes e pessoas com varizes também devem evitar a endermoterapia. O ideal é sempre buscar uma avaliação referente ao caso. Diabéticos e cardiopatas também devem buscar uma aprovação de um profissional da saúde antes de se submeterem ao procedimento. Pessoas com obesidade mórbida devem conversar com médicos, pois apenas dessa forma poderá ser avaliado se o procedimento condiz com os objetivos ou não.

Profissional e estabelecimento adequado

É fundamental que antes de você decidir onde fazer as suas sessões de endermoterapia você converse com um profissional de saúde, pois apenas ele poderá avaliar as suas condições, e assim recomendar ou não a técnica estética. Busque analisar os estabelecimentos e converse com os profissionais que serão responsáveis pelo procedimento, pois dessa forma você se sentirá mais seguro e ciente dos resultados que pode obter com decorrer das sessões.

Analisar não só a confiabilidade do profissional, mas também a estrutura que ele disponibiliza para a endermoterapia pode ser importante, reconheça se o ambiente possui uma estrutura adequada e com higiene necessária. Atente, pois há estabelecimentos que utilizam 20 sessões como referência para você notar os resultados, o que induz você a se submeter no mínimo a essas sessões, porém, não oferecem o serviço de forma adequada, o que pode ser frustrante.

Hábitos saudáveis

Não pense que a endermoterapia serve para oferecer todos os benefícios que você não conquistou com esforço e dedicação no dia a dia, muito pelo contrário. O procedimento estético oferece um melhor suporte para você conquistar as medidas que deseja, ou seja, ele não deve ser reconhecido como o principal responsável pela remodelagem de seu corpo.

Para obter os melhores resultados da endermoterapia, você terá que adotar uma alimentação equilibrada e longe de alimentos gordurosos e hipercalóricos que não condizem com os seus objetivos, não adianta fugir da dieta, ela é inevitável. As atividades físicas também são indispensáveis para você manter o ritmo de queimar mais calorias diariamente, pois elas favorecerão o funcionamento metabólico.

Pois é, a endermoterapia não é milagrosa, por isso, é inquestionável afirmar que em meio a uma rotina irregular, o procedimento é ineficaz.

Quanto custa

Os valores das sessões de endermoterapia podem variar de R$ 40,00 até R$200,00. Esses preços podem ser utilizados como referência no momento de busca pelo estabelecimento adequado.

Você conhece alguém que tenha feito endermoterapia para se livrar das celulites? Como foram os resultados? Você tem vontade de fazer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (123 votos, média: 3,80 de 5)
Loading...

Deixe um comentário