Cerveja Faz Mal Para Gastrite?

Será que a cerveja faz mal para gastrite? Quem gosta e tem o costume de beber geladinha de vez em quando com os amigos ou nos churrascos com a família, certamente já deve ter ouvido falar que a bebida pode fazer mal para a saúde, principalmente quando o seu consumo é feito em excesso.

Até porque o exagero no consumo da cerveja está associado a problemas como aumento de peso, desidratação, elevação dos riscos de acidentes, aumento da pressão arterial e a elevação do refluxo ácido.

O Instituto Nacional para o Abuso de Álcool e Alcoolismo dos Estados Unidos (NIAAA, siga em inglês para National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholismo) ainda alertou para os efeitos que o consumo excessivo do álcool pode causar, seja ele feito de uma vez só, seja ele feito ao longo do tempo.

Entre eles, estão: mudança de humor e comportamento, dificuldade para pensar com lucidez e se mover, problemas no coração como arritmia e acidente vascular cerebral (AVC), problemas no fígado como cirrose, fibrose, hepatite alcoólica e esteatose (gordura no fígado), pancreatite, câncer na boca, no esôfago, na garganta, no fígado e na mama e enfraquecimento do sistema imunológico.

A cerveja e a gastrite

Mas será que além de todos esses possíveis prejuízos, podemos também afirmar que a cerveja faz mal para a gastrite?

Antes de tudo, vamos conhecer do que se trata essa condição. Estamos falando de uma doença que afeta o estômago, causando uma inflamação, erosão ou infecção no revestimento do órgão.

Em um quadro de gastrite, o que se observa é um enfraquecimento da mucosa que protege a parede estomacal. Além disso, os sucos digestivos que são produzidos pelo estômago acabam danificando a parede do órgão.

A condição pode ser aguda, que dura um período curto, ou crônica, que pode apresentar uma duração de meses ou anos. Entre os possíveis causadores da gastrite estão: uma bactéria chamada Helicobacter pylori, vírus, parasitas, fungos e o refluxo da bile para dentro do estômago.

E então, a cerveja faz mal para gastrite?

Agora que temos uma ideia do que se trata a gastrite, podemos seguir em frente. De acordo com informações do Health Line, a gastrite aguda também pode ser causada por estresse e pela ingestão de esteroides, alimentos picantes, medicamentos anti-inflamatórios não esteroides e pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, como é o caso da cerveja.

O álcool entra na categoria das substâncias químicas irritantes que podem danificar o revestimento estomacal e resultar no desenvolvimento de um quadro de gastrite. Portanto, podemos sim afirmar que o consumo em excesso de cerveja faz mal para gastrite.

Os indivíduos que possuem o costume de consumir bastante bebida alcoólica são um dos grupos de pessoas para quem a incidência da condição é mais comum, ao lado daqueles que têm mais de 60 anos de idade, de quem possui o hábito de fumar e dos que fazem uso rotineiro de aspirinas e medicamentos anti-inflamatórios não esteroides.

Como se não bastasse, para as pessoas que têm o costume de consumir bebida alcoólica, isso deve ser feito de maneira moderada como forma de prevenir a gastrite. Para as mulheres, a indicação consiste em, no máximo, uma dose de álcool por dia e de não mais que duas doses para os homens.

Ou seja, isso serve como indicativo de que quem tem o costume de ingerir muitas bebidas alcoólicas, como é o caso da cerveja, coloca-se em risco de desenvolver a condição.

Já segundo informou o Perfect Health Fit, a cerveja faz mal para a gastrite porque tanto a fermentação quanto o ácido carbônico fazem parte do processo de produção da bebida. De acordo com a página, ambos irritam o revestimento da mucosa do estômago, piorando assim o quadro da doença.

Além disso, a cerveja estimula a produção do chamado ácido clorídrico por parte do estômago. Se isso acontece quando há alimento no órgão, a situação não é tão ruim assim, porque a substância em questão auxilia a comida a ser digerida juntamente com a cerveja.

Entretanto, se o estômago está vazio, o ácido clorídrico fará com que o órgão comece o processo de digestão por conta própria. Quando isso acontece, o revestimento que protege o estômago sofre com  mais erosão, o que causa mais inflamação. E se o consumo da cerveja tiver sido alto, podem surgir reações como dores, náusea e vômito.

Durante o tratamento para a gastrite, pode ser necessário parar de tomar bebidas alcoólicas como a cerveja durante determinado tempo. Somente depois que a condição melhorar, o médico pode definir se a pessoa pode voltar a ingerir álcool (ainda de forma moderada, com uma a duas doses diárias) ou se é melhor manter-se afastado de vez desse tipo de bebida.

Os sintomas da gastrite

Entre os sinais apresentados pelo corpo que podem ser indicativos da doença, estão inclusos: o desconforto abdominal, a dor persistente entre o umbigo e as costelas inferiores, a náusea (eventualmente como vômito), a diminuição do apetite, o arroto, o inchaço, a sensação de barriga cheia e o vômito com sangue e as fezes escuras nos casos em que a gastrite é severa.

Ao experimentar esses sintomas, é fundamental procurar auxílio de um médico para saber como proceder em relação ao tratamento da doença, tendo em vista que cada pessoa apresenta um quadro com diferentes particularidades.

O médico também é quem deve determinar como deve funcionar o consumo de cerveja por parte de cada paciente, definindo se e por quanto tempo a bebida deve ser cortada, quando sua ingestão pode retornar à rotina e em que quantia e frequência ela deve ser consumida.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já imaginava que o consumo em excesso de cerveja faz mal para gastrite? Tem o hábito de tomar cerveja com frequência maior do que a recomendada? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média: 3,85 de 5)
Loading...

8 comentários em “Cerveja Faz Mal Para Gastrite?”

  1. No meu caso, estava ruim a 2 dias. Inchaço, dor.abdominal,dor.de.cabeça. resolvi tomar.2 latinhas. Nunca arrotei tanto na.minha vida.
    Detalhe.. a cerveja.não estava muito gelada.
    Consegui até comer algo sólido depois.

  2. antes de passar por esse problema era um costume meu beber e nao me alimentar, pq se nao eu ficava cheia e nao bebia mais, entao tive uma crise onde quase levo o farelo, fiz exames e constou gastrite cronica e h pylori, fiz meu tratamento direitinho e uma dieta rigorosa, graças a DEUS, LEVANTEI, agora de vez em quando tomo umas cervejas mais procuro beber sempre com o estomago cheio, e nao sinto nada, quando bebia de estomago vazio amanhecia passando mal. a gente so aprende mesmo quando passamos pela prova !!!

  3. TENHO GASTRITE TOMO LIMÃO TODOS OS DIAS DR NUTRÓLOGA ME ACONSELHOU TOMAR ATÉ DOIS
    LIMÕES POR DIA . TOMO JUNTO COM GENGIBRE E AÇAFRÃO . TOMO TAMBÉM CERVEJA SEM ÁLCOOL
    QUE ME PROPORCIONA MUITOS GASES E FICO MUITO CHEIO .
    DEVO ABANDONAR LIMÃO GENGIBRE AÇAFRÃO CERVEJA SEM ÁLCOOL ?????

  4. olá. tenho gastrite não bebo regularmente aliás bem raro quando decido beber. continuando… quando decido tomar alguns golinhos pra socializar entre amigos sinto muita dor no estomago e é de imediato eu beber um pouco e a dor ja vem, junto com diarreia onde as fezes saem pretas.
    isso acontece sempre que decido beber. e da gastrite ou pode ser algo mais grave?

  5. Bom Dia , me foi muito util esta materia , tenho gastrite cronica moderada e tenho um churrasco para hj , 14/10/2117 Sabado as 1900hrs e com medo de tomar umas cervejas , agora vou na festa e tomar cervejas , mas aprendi que com ESTOMAGO CHEIOOOOOO , nao deixar o estomago vasiu de jeito nenhum , Obrigado…

  6. Bem, se ela fizer mal para gastrite, então quem sofre de gastrite é bom tomar muita cerveja.
    Agora, se a cerveja fizer mal para quem sofre de gastrite, é melhor evitá-la!

Deixe um comentário