Especialista da Área:

Como Emagrecer Correndo?

Entre os exercícios físicos que podem auxiliar a perda de peso, a corrida é atraente porque além de não exigir muitos acessórios, apenas uma roupa leve e um bom e confortável par de tênis, ela não obriga o praticante a frequentar uma academia ou se exercitar em meio a um número grande de pessoas, algo que não agrada todo mundo.

No entanto, antes de sair correndo por aí é importante descobrir se esse treino realmente provoca a eliminação dos quilinhos em excesso e de que maneira ele deve acontecer para que tal efeito seja alcançado. E é justamente isso que nós vamos abordar no artigo de hoje, em que falaremos sobe como emagrecer correndo.

Como emagrecer correndo?

A vantagem dos exercícios físicos para quem deseja e/ou precisa perder peso é a queima de calorias que eles promovem. No caso da corrida, o gasto calórico varia de acordo com a duração do treinamento, o peso do praticante e a intensidade da atividade.

Por exemplo, uma pessoa de 100 kg que corre durante 20 minutos a 8 km/h elimina 266 calorias. Já alguém que possui 70 kg, pratica a corrida por meia hora a 10 km/h, perde aproximadamente 350 calorias. Por sua vez, um indivíduo de 75 kg, que corre durante 40 minutos a 8 km/h perderá 400 calorias.

Além disso, a queima de calorias continua até mesmo após a realização do exercício. De acordo com o especialistas da Runners World, a atividade eleva o gasto calórico que ocorre quanto o corpo está em descanso. Uma pesquisa de longo prazo que comparou os efeitos da corrida e da caminhada mostrou que as calorias eliminadas na corrida causaram uma perda de peso 90% maior do que aquelas gastas na caminhada.

Antes de tudo verifique a sua saúde

Sabemos que quando os quilinhos a mais surgem e começam a incomodar é normal ficar ansioso e não ver a hora de se livrar deles. Se esse é o seu caso, talvez você já esteja impaciente e querendo entender logo como emagrecer correndo.

Porém, antes disso, não podemos deixar de recomendar que você faça uma avaliação médica para verificar como anda a sua saúde e o seu condicionamento físico. Ao receber o aval e as orientações do doutor para começar a correr, você pode ficar mais seguro e ter certeza que não há riscos grandes para a sua saúde.

Programe o seu treinamento

Para emagrecer correndo, é importante que o treino ocorra com frequência e não seja algo esporádico, ou ele não surtirá efeito. Algo que ajuda nesse sentido é montar um plano de treinamento com os dias, horários e duração de cada sessão.

Com isso, você sempre saberá o que precisa fazer em cada dia, poderá organizar sua agenda de modo que compromissos não sejam marcados na hora da corrida e você também poderá planejar a sua evolução, de modo que a intensidade, velocidade e duração dos treinos aumente de maneira gradual, devagar, de acordo com as possibilidades do seu corpo, o que ajudará a evitar lesões.

Melhor ainda se você tiver a ajuda de um profissional de educação física para fazer esse planejamento. É que ele te ajudará a definir qual tipo de treino é melhor para você e como a sua evolução deverá ocorrer de acordo com o passar do tempo. Além disso, ele te ensinará as técnicas corretas do esporte, verificará se você não está fazendo nada errado que possa resultar em lesão e te auxiliará caso algum acidente aconteça.

Regularidade para emagrecer correndo

Uma sessão de corrida por semana não é o suficiente para emagrecer. Se não puder se exercitar um pouquinhos todos os dias, tente correr no mínimo de três a quatro vezes por semana.

Crie desafios

Com o passar do tempo, conforme você for melhorando o seu condicionamento físico e já estiver craque na corrida, deixar o seu treino mais complicado poderá te ajudar ainda mais a perder peso.

Você pode optar por corridas de velocidade, que promovem o aumento da massa muscular e aceleram o metabolismo no seu período de descanso, o que também tornará o processo de queimar de calorias mais eficaz.

Há ainda a possibilidade de incorporar a corrida a um Treino Intervalado de Alta Intensidade (TIAI ou HIIT, sigla em inglês), que propõe a prática de sessões curtas e rápidas de exercícios, intercaladas com intervalos de descanso. Pesquisas já mostraram que o HIIT queima nove vezes mais gorduras que os tradicionais exercícios aeróbicos, ao mesmo tempo em que preserva a massa muscular. Isso sem contar que mesmo após o término da atividade ocorre a aceleração do metabolismo, com o efeito sendo mantido até 48 horas depois do fim da sessão.

A importância da dieta

Se você deseja emagrecer correndo é importante ter em mente que o segredo para perder peso é gastar mais calorias do que consome. Portanto, nada de querer compensar seu esforço após uma corrida de meia hora com lanches calóricos ou guloseimas. Isso fará com que todo o seu trabalho seja desperdiçado.

Assim, para acompanhar o seu treino de corrida, é essencial que você siga uma alimentação saudável e equilibrada, que forneça um número controlado e suficiente de calorias ao seu organismo, ao mesmo tempo que é nutritiva.

É importante também saber que não se deve deixar de comer antes e depois do treino. Antes porque o seu corpo precisa de energia para o exercício e sem o combustível seus músculos ficarão fracos. Depois porque os nutrientes e a energia serão necessários para o processo de recuperação.

Outra questão fundamental é que durante a corrida você não se esqueça de beber bastante água para evitar uma desidratação.

Depois que você começar a correr pode ser que você sinta mais fome. Para burlar o efeito e controlar o apetite existem algumas táticas. Uma delas é consumir alimentos ricos em fibras que promovem a sensação de saciedade no organismo.

Fazer de cinco a seis refeições diariamente, com porções menores é mais uma das sugestões. Assim, você evitará a comilança exagerada que pode ocorrer quando se fica muito tempo sem se alimentar.

Há ainda a sugestão de mastigar o alimento devagar, gastando tempo com as refeições. É que o corpo leva 20 minutos para entender que está cheio, logo, quando a alimentação é muito veloz, não dá tempo do organismo perceber que já está satisfeito, o que pode levar a uma ingestão extra e desnecessária de calorias.

Você já conseguiu emagrecer correndo? Qual foi sua maior dificuldade e o que deu mais certo? Qual era o seu plano diário? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (36 votos, média: 4,31 de 5)
Loading...

3 comentários em “Como Emagrecer Correndo?”

  1. quando tinha 54 kilos, comecei correndo 1 km por dia, e coloquei como regra correr 3 vezes por semana, ja faz 2 anos, meu peso foi para 57 kilos, mais uso mesmo numero de roupas, definir mais e hoje corro em media de 15 km a ritimo medio de 6 ou 5,7 por hora

  2. Faço uma caminhada diária forte de 1,5 km de ida e volta ate o local onde no inicio caminhava 6,4 km e agora já estou correndo e caminhado, o meu desempenho está aumentando, perdi +- uns 3 Kg em alguns dias. Comendo o normal do dia a dia Arroz, feijão, bife, salada, cafe, leite, etc..

  3. Perdi 5 kg em 40 dias e continuo perdendo peso.
    Comecei correndo 3 km/dia com baixa intensidade e a cada duas semanas aumentava 300m, hoje corro com média intensidade. Continuo comendo o velho e bom PF (apenas reduzi a quantidade) e à noite logo após o treino, como uma tapioca com café amargo.

Deixe um comentário