Diário alimentar para identificar intolerância alimentar

Especialista da área:
atualizado em 09/04/2021

Manter um diário alimentar pode ser ótimo para identificar alergias alimentares. Por isso, confira agora o passo a passo para fazer o seu.

  Continua Depois da Publicidade  

Ter uma alergia ou intolerância alimentar é bem difícil quando já temos esse diagnóstico. Mas o processo é mais difícil ainda quando o problema ainda não foi identificada.

Por isso, se você sente desconfortos gastrointestinais com frequência, você pode ter uma intolerância ou alergia alimentar não diagnosticada.

Felizmente, ter um diário alimentar pode te ajudar a ter um diagnóstico mais rápido e aliviar logo os sintomas desagradáveis que acompanham uma intolerância ou sensibilidade alimentar.

Aliás, ter um diário alimentar também pode ser uma estratégia para perder peso e melhorar o estilo de vida.

Apesar de ser um pouco trabalhoso, é muito fácil manter um diário alimentar. Veja então as dicas para registrar tudo o que você come em cada refeição no dia a dia.

Passo a passo para identificar alergia alimentar

mulher com diário alimentar

Alguns médicos até aconselham que você tenha um diário alimentar – chamado também de diário de alergia – para acelerar o diagnóstico. Para isso, você pode seguir as seguintes etapas:

Passo 1: prepare o seu diário

Em primeiro lugar, escolha um caderno, um bloco de notas no celular ou uma planilha para anotar todos os alimentos ingeridos durante o dia. Tudo mesmo!

A escolha é individual, mas o ideal é usar um local que você tenha acesso sempre para não esquecer de anotar nada.

Passo 2: anote horários e alimentos consumidos

Assim que fizer uma refeição, anote o horário e tudo o que você comeu. Adicione também o seu consumo de bebidas e snacks. Se você não tiver tempo de anotar, tire fotos dos rótulos ou dos seus pratos ao longo do dia e separe um tempo antes de dormir para organizar as informações.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, se você toma algum remédio ou suplemento alimentar, não se esqueça de registrar.

Mas não se preocupe em anotar calorias e outras informações nutricionais no seu diário, pois para identificar intolerâncias alimentares o que importa mesmo é registrar o alimento, o horário e as porções.

Passo 3: registre toda e qualquer sensação diferente

Se em qualquer momento do dia você sentir algum desconforto, vá até o seu diário alimentar e anote o seu sintoma.

Muitas pessoas com alguma intolerância alimentar podem sentir sintomas desagradáveis, como por exemplo:

  • Coceira;
  • Respiração ofegante;
  • Dor na barriga;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea e vômito.

Passo 4: mantenha a frequência de anotações

Repita esse procedimento todos os dias por vários dias seguidos. Quanto mais dias você completar o seu diário, mais fácil será identificar se há algum problema. Por isso, a constância é essencial para identificar uma intolerância alimentar.

Passo 5: analise

Por fim, reúna tudo o que você coletou de informação e observe como foi a sua alimentação ao longo dos dias e se você sentiu algum desconforto. Tente entender se há um padrão de alimentos que levam a sintomas desagradáveis.

Nessa etapa, um médico pode ajudar bastante a interpretar os seus hábitos alimentares.

Como o diário alimentar te ajuda a diagnosticar intolerâncias alimentares

Certamente, lembrar de registrar o que você come no seu diário pode ser desafiador no início. Assim, é preciso estar sempre com o diário por perto – seja no papel ou no celular.

  Continua Depois da Publicidade  

No fim do processo, pode ser que você comece a identificar certos padrões que passavam desapercebidos.

Por exemplo, pode ser que você note que nos dias que você bebe leite, você tem enjoo. E nos dias que você não consome lactose, você fica bem.

Por meio de observações como essa, o diário alimentar pode ser muito útil para entender como seu corpo responde a certos alimentos.

Além disso, o diário de alergia também pode ajudar a descobrir alergias a suplementos e medicamentos.

Mas ,não se preocupe, se você não conseguir analisar o seu diário alimentar sozinho, um médico ou nutricionista será capaz de te ajudar.

Fontes e Referências Adicionais

Seu médico já te orientou a fazer um diário alimentar? E então, o que acha dessa ideia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário