Como Eliminar Gases – 10 Formas

Especialista:
atualizado em 21/02/2020

É muito importante aprender como eliminar gases pois o fato de não conseguir eliminá-los de forma plena pode causar desconfortos gigantescos. A seguir, você aprenderá as maiores causas dos gases intestinais, quais alimentos facilitam a sua produção e como eliminar os gases de forma eficiente e rápida.

Conheça algumas dicas de como eliminar gases naturalmente e acabar de uma vez por todas com esse desconforto que afeta boa parte da população.

A produção de gases intestinais é um processo natural do organismo. Como o intestino não produz enzimas o suficiente para digerir os carboidratos, eles serão fermentados por bactérias. Os gases intestinais podem ser expelidos tanto pela boca, via oral ou por via anal. Se você sente muito desconforto e não tem conseguido expelir todos os gases que produz, saiba que existem remédios para te ajudar. Conheça os 20 remédios para gases mais populares.

Caso não queira recorrer aos fármacos, também é possível utilizar as famosas receitas das nossas avós. Os chás para gases são infalíveis e testados há gerações por diversas culturas do mundo. Aprenda a fazer os 6 melhores chás para gases e aprenda como eles funcionam no seu organismo.

Muito se fala sobre alimentos que podem ajudar a produzir gases. Entretanto, outros podem auxiliar a diminuir o desconforto causado por eles. Você já percebeu que após comer banana você pode começar a produzir mais gases do que o normal. Não é sempre que isso acontece, mas existe um motivo para algumas pessoas se sentirem assim. Descubra a associação da banana com os gases.

Os gases abdominais podem ser causados pela digestão de certos alimentos ou pela ingestão de ar durante a fala ou a mastigação. Embora sejam um resultado natural da digestão, quando em excesso esses gases podem provocar uma série de desconfortos.

Dores abdominais, cólica, sensação de estufamento, dores de cabeça e até mesmo mau humor podem surgir quando há um acúmulo de gases digestivos na região abdominal.

Aproveite para conhecer desde já alguns alimentos que provocam gases e boas opções de chá para gases.

Causas

Tão importante quanto descobrir como eliminar gases naturalmente é entender por que eles surgem e conhecer maneiras de prevenir sua formação. As principais causas dos gases estão listadas abaixo:

– Mastigar pouco

Quanto mais tempo você mastiga sua comida, mais fácil será para o sistema digestivo completar o processo de digestão e absorção dos alimentos. Isso vale especialmente para os carboidratos, cuja digestão se inicia na boca.

Além disso, quando você mastiga muito rápido, você acaba engolindo mais ar do que engoliria se mastigasse mais devagar. E grande parte do gás que sai do seu corpo é proveniente de ar que você engoliu durante as refeições. Então pode valer muito a pena mastigar mais lentamente na sua próxima refeição.  

– Falar enquanto come

Além de não prestar atenção ao que come (o que pode levá-lo a consumir mais calorias do que havia planejado), falar durante a mastigação aumenta a entrada de ar pela boca e favorece a formação de gases estomacais. 

De uma forma ou de outra você vai acabar engolindo um pouco de ar sem perceber, mas é possível reduzir a quantidade de ar engolido ficando em silêncio durante as refeições.

O ideal é mastigar devagar e evitar conversas durante a refeição. Caso realmente tenha que falar durante a refeição, deixe para fazê-lo quando não estiver mastigando.

– Comer muito rápido

Além de dificultar a digestão, comer muito rápido facilita a formação de gases e pode causar dores abdominais.

Como já mencionamos, você engole gás enquanto mastiga e se você mastigar muito rápido, maior será o risco de você engolir mais gás e sofrer com arrotos e flatulência depois de se alimentar. 

– Alimentos

Determinados itens da dieta podem promover a formação excessiva de gases. Para a maioria das pessoas, laticínios, frutas e alguns vegetais são alguns dos principais alimentos causadores do problema.

  • Laticínios: pessoas com intolerância à lactose costumam apresentar um excesso de gases abdominais devido à má digestão do açúcar do leite, que acaba fermentando e produzindo distensão abdominal;
  • Vegetais: além dos laticínios, as leguminosas (feijão, soja, grão de bico, lentilha) e algumas verduras (couve, repolho) também podem passar por um processo de fermentação e estimular a formação dos gases. Isso porque a fibra presente nesses alimentos não é digerida e acaba sendo fermentada pelas bactérias do cólon;
  • Frutose e sorbitol: as frutas também podem levar à formação de gases pela presença da frutose e do sorbitol, dois açúcares naturais que possuem rápida digestão e absorção.

Excetuando-se casos de intolerância ao açúcar das frutas, o que geralmente acontece é que ao consumir a fruta com outro alimento (proteínas, gorduras), a frutose é rapidamente digerida, ao passo que os demais nutrientes necessitam de mais tempo para serem degradados.

O resultado é que as frutas acabam passando por um processo de fermentação, e como resultado há a formação de gases.

Para evitar o problema com os alimentos citados acima, diminua o consumo de leite e derivados caso tenha intolerância à lactose; verifique como está seu consumo diário de proteínas e deixe as leguminosas de molho durante algumas horas (descartando a água do molho antes de levá-las à panela) antes do cozimento.

– Condições específicas

Constipação, síndrome do intestino irritável, diverticulite e outras intolerâncias alimentares (como ao glúten, por exemplo) podem também estar por trás da formação excessiva de gases no intestino.

Quando nosso organismo é intolerante a algum alimento ou simplesmente quando comemos demais, os alimentos demoram mais tempo até serem digeridos e é isso o que causa o cheiro ruim que acompanha os gases.

Os alimentos que o corpo não é capaz de digerir vão até o intestino onde as bactérias entram em ação para decompor esses alimentos. Durante esse processo de fermentação bacteriana, gases são liberados e é por esse motivo que nos sentimos estufados e flatulentos quando algo não cai bem.

As condições de saúde por trás da flatulência podem ser condições temporárias como o mal estar por causa de algum alimento ou podem ser problemas digestivos sérios ou outros problemas de saúde como a gastroenterite, a doença de Crohn, a diabetes, certos distúrbios alimentares, a colite ulcerosa, a pancreatite, a úlcera péptica e a doença do refluxo gastroesofágico.

Como Eliminar Gases

Agora que já sabemos quais as principais causas da formação excessiva dos gases intestinais, vamos conhecer algumas maneiras de eliminá-los sem recorrer ao uso de medicamentos:

1. Massagem

Como uma das causas dos gases em excesso é exatamente a ingestão de ar, uma boa massagem localizada pode ajudar a diminuir as dores abdominais.

Comece fazendo movimentos circulares no ventre, sempre de baixo para cima e da direita para a esquerda. Continue massageando o ventre por 5-10 minutos, fazendo uma leve pressão com os dedos.

O vídeo abaixo demonstra de maneira prática e rápida (47seg) a massagem:

Caso a massagem não surta o efeito desejado, experimente deitar-se de costas em um colchonete no chão, trazendo os joelhos de encontro ao peito. Repita o exercício por pelo menos 4-5 vezes, sempre com movimentos suaves.

Com menos de três minutos, o vídeo abaixo demonstra técnicas muito simples de yoga para auxiliar na eliminação dos gases:

E, se mesmo após a massagem e o exercício acima você ainda continua com cólicas abdominais, experimente fazer uma compressa com bolsa de água quente por 10-20 minutos.

2. Chás Carminativos

As plantas com propriedades carminativas são aquelas que ajudam a reduzir naturalmente a produção de gases no intestino. Tomar um chá dessas ervas – isoladas ou em conjunto – de duas a três vezes ao dia é uma das melhores maneiras de como eliminar gases naturalmente sem precisar recorrer a medicamentos.

  • Hortelã: A folhinha aromática já era utilizada no Antigo Egito para tratar diversas complicações digestivas – entre elas, os gases. O óleo essencial da hortelã contém mentol, um composto orgânico que apresenta efeito antiespasmódico sobre a musculatura do sistema digestivo. Segundo uma publicação de 2014 do Journal of Clinical Gastroenterology, o chá de hortelã pode aliviar os gases e outros sintomas da síndrome do intestino irritável;
  • Camomila: Semelhante à hortelã, a camomila também apresenta ação espasmódica e ainda atua como anti-inflamatório natural. Além de diminuir a flatulência, o chá feito com a flor de camomila alivia outros sintomas da má digestão, como azia e queimação;
  • Erva Doce: O chá de erva doce é um dos melhores remédios naturais para os gases, pois relaxa o sistema digestivo e em pouco tempo diminui o inchaço abdominal causado pela fermentação de determinados alimentos;
  • Cardamomo: Apesar de não ser muito conhecido, o cardamomo é um condimento de origem indiana amplamente utilizado em diversos países por quem procura como eliminar gases e outros problemas digestivos. Os óleos essenciais da semente são responsáveis por suas propriedades carminativas, motivo pelo qual o chá é a melhor maneira de utilizar a planta.

Preparo: para preparar qualquer um dos chás acima basta colocar uma colher pequena da planta em uma xícara e acrescentar água quente. Deixe abafar por 5-10 minutos e tome em seguida. Você pode tomar 2 ou 3 xícaras de chá ao dia, sempre evitando adicionar açúcar ou adoçante à bebida.

3. Caminhada

Calçar o tênis e sair para caminhar é uma ótima dica para quem quer saber como eliminar gases. Isso porque uma simples caminhada de 15-20 minutos já é suficiente para mobilizar os gases acumulados no sistema digestivo.

Essa orientação é válida especialmente após as refeições, quando sentar no sofá pode ser um estímulo à formação de gases.

4. Água morna com limão

Além de ajudar a desintoxicar o organismo, a água com limão é uma excelente opção para diminuir os gases. A explicação é que a acidez do limão estimula a produção de ácido clorídrico, que por sua vez é necessário para a digestão dos alimentos no estômago.

Ou seja, mais ácido clorídrico traduz-se em uma melhor digestão dos alimentos, e uma menor formação de gases.

De manhã, ainda em jejum, tome um copo de água morna com meio limão espremido. Se necessário, repita a dose 40 minutos antes do almoço ou do jantar.

5. Carvão vegetal

carvao-ativado-620x410

Ainda que não se saiba ao certo porque, o carvão vegetal ativado pode ajudar a diminuir os gases abdominais.

Uma das explicações seria que o composto produzido a partir do carvão, madeira ou casca de coco é altamente poroso e poderia ajudar a reter alguns dos elementos químicos responsáveis pela formação dos gases.

Tomar 2 a 3 cápsulas ao dia, imediatamente após as refeições, e sempre com bastante água.

6. Gengibre

slide_241906_1306032_free

A raiz de sabor forte tem sido utilizada há séculos pelos asiáticos no tratamento de diversos males digestivos – entre eles, a formação de gases.

Dois dos componentes químicos do gengibre – o gingerol e o shogaol – ajudam a relaxar o sistema digestivo e a prevenir inflamações. Já a raiz como um todo tem atuação carminativa, ou seja, combate a formação de gases no intestino.

Como eliminar gases com o uso do gengibre? Você pode acrescentá-lo ralado ao seu suco verde ou às saladas (ou qualquer outro prato de sua preferência), mastigá-lo ao longo do dia ou então utilizá-lo na forma de chá.

Basta ralar o equivalente a uma colher de chá da raiz, colocar em uma xícara e despejar água quente. Deixe abafar por 10-15 minutos antes de tomar.

Se preferir, acrescente um pouquinho de mel, alimento que também pode ajudar no combate aos gases. 

7. Sementes de Erva Doce

Anise-Seed

Algumas povos ao redor do mundo têm o hábito de mastigar algumas sementes de erva doce após as refeições para melhorar a digestão e reduzir a flatulência. E como a erva doce tem de fato uma ação antiespasmódica e relaxante do sistema digestivo, morder as sementinhas pode realmente trazer grande alívio às cólicas abdominais.

Triture algumas sementes de erva doce e tome o pó resultante com um copo de água. Ou então mastigue algumas poucas sementes após as principais refeições, ou a qualquer outro momento em que estiver com gases.

8. Canela

Cinnamon

Consumir canela em conjunto com a refeição ou então como chá ao longo do dia pode ajudar na metabolização das gorduras, o que por sua vez irá diminuir a produção de gases.

Adicione uma colher de sobremesa de canela em pó a 500 ml de água quente. Deixe abafar por 2 minutos e tome em seguida.

9. Abóbora

A má digestão de alguns alimentos ricos em açúcar ou fibras (como o feijão) se deve ao fato do nosso corpo não ser capaz de digerir a fibra alimentar, que passa intacta pelo intestino delgado e acaba sendo fermentada pelas bactérias no intestino grosso. E o resultado dessa fermentação nós já conhecemos: gases, distensão abdominal e cólicas.

A abóbora é bastante benéfica porque acalma o sistema digestivo e melhora o trânsito intestinal, reduzindo o acúmulo de gases e facilitando a eliminação do material não digerido.

10. Alcaravia

download

Também conhecida como cominho, a alcaravia tem sido utilizada há milênios para tratar problemas digestivos e aliviar o incômodo causado pelos gases. Basta mastigar algumas sementes após as refeições ou então fazer um chá (de preparo semelhante ao chá de erva doce).

Modificações na Dieta

Os médicos afirmam que eliminar gases de 14 a 20 vezes ao dia é considerado normal. Mas se você sofre constantemente com desconforto abdominal relacionado ao excesso de gases, o primeiro passo para saber como eliminar gases é fazer um diário com todos os alimentos que você consome ao longo do dia, e o número de vezes em que libera os gases.

Procure identificar certos padrões alimentares (como por exemplo consumir frutas com as refeições, ou então exagerar nos laticínios) e faça modificações até perceber uma melhora nos sintomas.

Geralmente, os alimentos ricos em fibras causam mais gases do que os outros. De acordo com o National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases, se a flatulência for muito grave, você pode limitar a ingestão de fibras, mas nunca elimina-los da dieta já que tais alimentos oferecem vitaminas e minerais essenciais para a saúde. Exemplos de alimentos ricos em fibras são:

  • Legumes, principalmente aspargos, alcachofra, brócolis, couve, cenoura, batata, milho e beterraba;
  • Leguminosas como o feijão, a lentilha, o grão-de-bico e a ervilha;
  • Grãos ou cereais integrais;
  • Frutas, especialmente a maçã, o pêssego, a banana, a pera, o morango e a framboesa.

Ao invés de limitar o consumo desses alimentos que são tão importantes para a saúde, uma boa ideia é apostar em um novo modo de preparo. As leguminosas, por exemplo, podem ficar de molho por várias horas antes do preparo para que alguns compostos que causam gases que ficam expostos nas cascas sejam eliminados pela água.

Caso continue a apresentar flatulência mesmo após seguir nossas dicas de como eliminar gases naturalmente, procure um médico para verificar a existência de alguma outra condição que possa estar relacionada ao problema.

Considerações finais

Os gases são normais e fazem parte do processo de digestão do corpo humano. É considerado normal e saudável eliminar gases de 13 a 21 vezes por dia. 

O problema não é soltar gases e sim a dificuldade em esvaziar o intestino. Ao sentir que o gás está se acumulando no seu intestino e que isso está te causando mal-estar, procure orientação médica. Se além dessa dificuldade, você também sentir dor, náusea, constipação, sangramento retal, perda de peso, febre, diarreia ou vômito, não hesite em procurar assistência médica.

O desconforto abdominal é comum e não é nada grave. As alterações na dieta e as dicas dadas aqui podem te ajudar a lidar muito bem com os gases, mas ao suspeitar de algo mais sério, busque ajuda para identificar e tratar a causa do problema.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes consultadas:

Você compreendeu como eliminar gases naturalmente, sem o uso de medicamentos, apenas com a dieta e mudança de hábitos do dia a dia? Acredita que será capaz de fazer isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (65 votos, média: 3,91 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

18 comentários em “Como Eliminar Gases – 10 Formas”

  1. ola bom dia
    estou sofrendo com muitas dores abdominal do lado direito após a retirada da vesicula, muitos gazes vou fazer essas dicas para ver se me livro desse problema.

  2. Bom dia,
    Também tenho o mesmo problema tenho dores no peito nas costas e arroto muito.. o q devo fazer pra acabar com isso. Qual médico procurar?

  3. Eu tenho, frequentemente, muitas dores do peito, provocadas pelos gazes. Se não paro, deito, relaxo, as dores evoluem, transformam-se em dolorosos soluços, e o acumulo de saliva na boca, até dar uma falsa sensação de vômito. Momento em que sai uma espécie de arroto bem forte e também muito dolorido.
    Isso acontece nos momentos mais importantes da minha vida. Acho que está relacionado também à ansiedade.
    Alguém mais tem esses sintomas? Sinto-me perdida.

    • Olá
      tenho exatamente os mesmos sintomas que você descreveu. No meu caso ja observei que isso acontece em momentos ansiogênicos e acabou me levando à um verdadeiro panico de vomitar. Na verdade nao sei o que veio primeiro. Mas tenho certeza que a ansiedade desencadeia uma producao excessiva de gases. Talvez o ideal seja buscar ajuda psicoterapica, entretanto sempre acabo adiando. 🙁

  4. Parabéns ,muito complexo fui fazendo de acordo com o vídeo e já estou bem melhor e aliviada , precisamos de mais pessoas dedicadas em ajudar os outros ,com tantas técnicas que realmente obtém resultados .

  5. Tenho gazes exagerados pelo mau funcionamento do pâncreas.
    Retirei a vesícula e aí começaram os problemas.
    Os médicos dizem que tenho pancteatite crônica.
    Não é verdade,pois durante a retirada da vesícula meu pâncreas foi machucado.Tenhos dores terríveis no abdome.

  6. Parabens, excelentes explicações. Minha esposa esta sofrendo muito neste momento com gases, e já passei essas dicas a ela.