Dieta em Família: Pai, Mãe e Filho Perdem Mais de 63 kg Juntos

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Em setembro de 2013, a família Bissoli, da cidade de Americana, no interior de São Paulo se submeteu a exames médicos de rotina. Quando pegaram os resultados, descobriram que a mãe Josilene apresentava um quadro de pré-diabetes, o pai, Leandro possuía gordura no fígado e o filho Douglas – que tinha apenas 12 anos de idade na época – já estava com o colesterol um pouco alterado.

Ao G1, a mãe Josi, como também é chamada, contou as duras palavras que ouviram no consultório do médico e como decidiram começar a mudança para uma vida mais saudável: “O médico falou: ‘acho melhor vocês mudarem a vida de vocês, vocês são jovens, é melhor tomarem vergonha na cara’. A gente se uniu, saiu de lá e falamos: vamos mudar”.

De imediato, eles se livraram dos alimentos engordativos que tinham em casa e começaram a fazer substituições na dieta. Trocaram o presunto por peito de peru, leite integral por desnatado, lanches por legumes e frango e arroz branco por integral.

Josi também revelou que antes de começaram a dieta em família, salada não fazia parte da rotina alimentar da família e que por conta dos compromissos com o trabalho que consumiam o casal até tarde, tinham o costume de pedir duas pizzas ou um lanche ao final do expediente.

Ela ainda contou que no primeiro mês, a principal dificuldade foi o filho Douglas, que não come frutas ou legumes. “Quando eu era mais novinho, minha mãe sempre trabalhou, então eu acho que não me acostumei a comer essas coisas”, explicou o menino.

Entretanto, mesmo assim o garoto conseguiu eliminar aproximadamente 15 kg só ao aprender a se alimentar de três em três horas, beber água regularmente e reduzir a quantidade de comida que ingeria, especialmente de pão, trocando quatro fatias de mortadela por somente uma de peito de peru.

Para auxiliar, eles utilizaram um aplicativo no celular que os lembrava de se alimentar em intervalos regulares e de beber 2,5 l de água diariamente.

3bboaforma - pai e mãeO antes e depois de Josi e Leandro, ao lado do filho mais novo do casal

A mudança deu tão certo para a família que, no final do ano passado, Leandro, que antes tinha quase 116 kg, já tinha conseguido chegar aos 89, Douglas havia passado dos 77,5 para 62 e Josi deixou de pesar em torno de 88 kg e alcançou os 67.

3cboaforma - douglasDouglas antes, junto com o irmão menor, e depois da reeducação alimentar

Problema de saúde da mãe de Josi influenciou a decisão da família

Depois da mãe de Josi, que sempre teve uma ótima saúde, ter precisado se submeter às pressas a uma cirurgia para colocar quatro pontes de safena e duas mamárias, a decisão da família de ter uma vida mais saudável foi ainda mais reforçada. “O medo de perdê-la foi tão grande que resolvi mudar de vez. E eles (Leandro e Douglas) também tiveram medo de me perder, porque esses problemas são hereditários”, relatou Josi.

Os três levaram a decisão tão a sério que no início do período de reeducação alimentar eles deixaram de frequentar até festas das quais haviam sido convidados. Josi conta de vezes em que eles já estavam arrumados e prontos para sair, mas se olhavam e observavam a foto que quando estavam acima do peso e resolviam ficar em casa mesmo, já que antes tinham o costume de frequentar muitos restaurantes fast food e estavam sempre comendo lanche e tomando sorvete. “Nos primeiros quatro, cinco meses, a gente evitou ir, para não cair em tentação”, revelou Josi.

Outras mudanças

Ao G1, Douglas também contou que tinha problemas na escola por conta do excesso de peso. Ele era vítima de gozações de outros meninos, além de ser uma criança fechada. “Depois que emagreci, fiquei mais solto. A verdade é que eu não me aceitava gordinho, começava a chorar, às vezes. Quando comecei a brincar mais, passei a ter mais amigos. Não me sinto mais obeso”, completou.

3dboaforma - douglas2Antes de emagrecer, Douglas era uma criança fechada que sofria com a implicância dos colegas de escola

A mãe explica que o menino se sentia mal na escola, não tirava a camisa por nada e achava que ninguém gostava dele por ser gordo. Hoje, com a mudança e os quilos a menos, ele se sente melhor sobre si mesmo. “Não adiantaria eu exigir dele, se meu marido e eu não entrássemos no processo de reeducação”, reforçou Josi. Por sua vez, Douglas garante que o apoio dos pais foi fundamental no processo.

A mudança de vida dos três também teve reflexos no orçamento da família, que passou a economizar mais. Josi, que achava que eles teriam que gastar muito dinheiro com a dieta, se surpreendeu ao notar que ao cortar muita coisa, o custo diminuiu e confessa ter aprendido que não é necessário ser rico para ter uma alimentação equilibrada.

Fotos: Arquivo Pessoal Josilene Franco Bissoli/ Reprodução G1

Você conhece alguma história parecida de uma família que aderiu junta a uma reeducação alimentar e conseguiu resultados insipiradores como esse? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário