Dor na gengiva – Causas e o que fazer

Especialista:
atualizado em 19/01/2021

Você costuma sentir dor na gengiva? Saiba que isso não é normal e entenda as possíveis causas e o que fazer para melhorar.

  Continua Depois da Publicidade  

Dor, vermelhidão e inchaço na gengiva não são bons sinais. Ainda que a causa seja algo simples de tratar, é importante investigar e fazer o tratamento adequado.

De fato, muita gente negligencia a saúde bucal. Mas as doenças bucais são um um fator importante para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Por isso, é bom manter a saúde oral em dia.

Causas da dor na gengiva

mulher com dor na gengiva

Confira as causas mais comuns de dor na gengiva e como tratar para ter uma gengiva mais saudável.

1. Higienização inadequada

Tanto a escovação muito agressiva como o mau uso do fio dental prejudicam a saúde dos dentes.

Escovar os dentes com muita força desgasta o esmalte do dente e pode machucar a gengiva. Passar o fio dental da forma errada também pode ferir a gengiva e causar irritação e dor.

Nesse caso, basta escovar os dentes com uma escova macia e deixar a mão bem leve. Além disso, o fio dental deve ser usado com suavidade para não lesionar a gengiva.

Na dúvida, pergunte ao seu dentista qual é a forma mais segura e eficaz para usar o fio dental.

Além disso, não deixe de conferir os erros mais comuns que podem prejudicar a sua escovação dental.

2. Uso de aparelhos ou próteses dentárias

Aparelhos ortodônticos e próteses dentárias podem dificultar a higienização. Além disso, esses acessórios podem eventualmente machucar a gengiva – causando dor, vermelhidão e desconforto.

  Continua Depois da Publicidade  

Vá ao dentista e solicite um ajuste do seu aparelho ou prótese para que ele pare de prejudicar a saúde da sua gengiva.

Se você usa aparelho nos dentes, peça também uma orientação detalhada de como fazer a higienização para que você não tenha problemas de acúmulo de placa bacteriana no futuro.

Aproveite para saber como fazer a higiene bucal corretamente.

3. Lesões na boca

A nossa boca, assim como outras partes do corpo, está sujeita a lesões. Elas podem ser causadas por:

  • Queimaduras devido à ingestão de alimentos ou bebidas quentes;
  • Pancadas no rosto ou na boca;
  • Uso de aparelho;
  • Acidez de certos alimentos.

Ao notar que sua gengiva está machucada, procure atendimento médico ou vá ao dentista para que ele indique o melhor tratamento.

Mas em casos leves, basta higienizar o local e mastigar com mais cuidado até que a ferida cicatrize.

4. Gengivite

A gengivite é uma inflamação na gengiva que causa sangramento, inchaço, vermelhidão e às vezes dor. Ela se desenvolve quando há um acúmulo de placa bacteriana na linha gengival. 

É muito importante buscar tratamento para a gengivite pois quando não tratada ela pode evoluir para a doença periodontal – uma condição séria em que pode ocorrer até a perda do dente.

  Continua Depois da Publicidade  

Além de caprichar na higienização, seu dentista pode indicar uma pasta de dente ou um enxaguante bucal especial para ajudar a eliminar as bactérias.

5. Afta

As aftas podem se desenvolver em vários locais da boca, inclusive na gengiva. Ter uma afta pode gerar dor, ardência e desconforto para comer.

Embora seja bem ruim conviver com uma afta na boca, elas geralmente desaparecem em uma ou duas semanas sem a necessidade de tratamento.

Mas caso surjam mais de uma ou a afta demore muito para melhorar, procure um dentista ou um médico.

6. Candidíase (sapinho)

A candidíase, popularmente chamada de sapinho, é uma infecção causada por um fungo. Ela deixa a boca ou gengiva com um filme amarelado e é altamente contagiosa.

O sapinho pode ser tratado com o remédio nistatina ou fluconazol. Eles ajudam a reduzir a inflamação e a eliminar o fungo.

Outras causas de dor na gengiva

dor na gengiva

A dor na gengiva também pode ser resultado de:

  • Redução na produção de saliva;
  • Mudanças hormonais que ocorrem na menstruação, gravidez ou menopausa, por exemplo;
  • Erupção do dente do siso;
  • Abscesso no dente;
  • Câncer oral.

Além disso, um hábito que faz muito mal à gengiva é fumar. Por isso, confira abaixo um vídeo da nossa nutricionista dando dicas de como parar de fumar:

O que fazer com a gengiva doendo

check up no dentista

Além de ir ao dentista e tratar de acordo com a causa do problema, há várias formas de aliviar a dor na gengiva, como por exemplo:

Usar analgésicos

Analgésicos de venda livre como o paracetamol, por exemplo, e anti-inflamatórios ajudam a melhorar a dor na gengiva. Mas não deixe de ir ao dentista se a sua dor continuar a aparecer todos os dias.

Aplicar géis anestésicos

Existem géis que podem ser usados diretamente na gengiva que ajudam a aliviar a dor. Alguns deles contêm ingredientes naturais – como o cravo, por exemplo – e propriedades anestésicas.

Usar compressas 

Você pode alternar entre compressas quentes e frias para aliviar a dor. Uma opção é usar um pano limpo e umedecer em água quente ou gelada.

Outra ideia para a compressa quente é usar saquinhos de chá com propriedades anti-inflamatórias como o chá de camomila ou de gengibre, por exemplo.

Outras soluções que podem ajudar são:

  • Enxaguar a boca com água morna com sal;
  • Preparar uma pasta de ervas com cravo-da-índia e cúrcuma para passar na gengiva;
  • Evitar a ingestão de alimentos que irritam o local;
  • Usar uma escova de dente com cerdas bem macias e fazer uma boa higiene bucal;
  • Aplicar na gengiva óleos essenciais – como o óleo de hortelã-pimenta, de cravo ou de orégano, por exemplo – diluídos em água e em um óleo transportador como o óleo de coco ou amêndoas.

Muitas vezes, a dor na gengiva é apenas passageira e não significa nada sério. Ainda assim, é essencial visitar o dentista regularmente a fim de preservar a sua saúde.

Fontes e Referências Adicionais

Você sente dor na gengiva com frequência? Já procurou um dentista para uma avaliação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário