Estar acima do peso pode atrapalhar o desempenho da vacina da Pfizer

Especialista da área:
atualizado em 04/03/2021

A vacina da Pfizer é um dos imunizantes já disponíveis no mundo contra a COVID-19. No entanto, um estudo apontou que a vacina da farmacêutica americana pode ser menos eficaz em pessoas obesas.

  Continua Depois da Publicidade  

A pesquisa é do médico Aldo Venuti do Istituti Fisioterapici Ospitalieri (Instituto de Fisioterapia Hospitalar), em Roma, na Itália, e sua equipe. Eles analisaram a quantia de anticorpos que 248 profissionais de saúde produziram após tomar duas doses da vacina da Pfizer.

Entre esses 248 participantes, apenas 26 eram obesos. Portanto, trata-se de um estudo de pequeno porte.

Os pesquisadores observaram que sete dias após a aplicação da segunda dose do imunizante, 99,5% dos profissionais de saúde avaliados apresentaram uma resposta de anticorpos capaz de combater o vírus.

Entretanto, essa resposta foi maior entre as pessoas mais magras e mais baixa entre os obesos. Enquanto os profissionais com Índice de Massa Corporal (IMC) normal registraram uma concentração média de anticorpos de 325,8, a dos obesos foi de 167,1.

Para fazer o cálculo, eles levaram em conta a idade, outro fator que pode amenizar a resposta de anticorpos.

Mas calma!

Vacina contra COVID-19

Considera-se que ainda é cedo para saber o que isso significa para a eficácia da vacina. Mas os resultados podem indicar que os obesos podem precisar de uma dose a mais do imunizante para serem adequadamente protegidos contra o novo coronavírus.

Ao mesmo tempo, vale destacar que o estudo saiu no medRxiv, que é um repositório de preprints. Os preprints são estudos preliminares, que ainda não passaram pela revisão de outros especialistas e ainda não foram publicados em um periódico científico.

Mas, conforme os responsáveis pelo estudo, o efeito já tinha sido observado em outras vacinas como a da gripe, da hepatite B e da raiva.

Por exemplo, outra pesquisa apontou que a vacina da gripe tem apenas a metade da eficiência em pessoas obesas, em comparação àqueles que possuem em peso normal.

  Continua Depois da Publicidade  

Por que a vacina da Pfizer pode ser diferente para os obesos?

Acredita-se que isso pode ocorrer porque a gordura atrapalha o funcionamento ideal do sistema imunológico, que atua justamente na produção de anticorpos.

O excesso de peso pode causar uma inflamação de longo prazo, que prejudica o sistema imunológico. Como resultado, ele se torna menos capaz de combater a infecção.

Os pesquisadores escreveram que o estado constante de inflamação de baixo grau presente no organismo das pessoas com excesso de peso pode enfraquecer algumas respostas imunológicas. Isso inclui as das células T e B, que disparam uma resposta de proteção após a vacinação.

Além disso, estar acima do peso aumenta o risco de complicações pelo novo coronavírus, segundo cientistas.

Adicionalmente, um estudo com profissionais de saúde do Brasil apontou que a reinfecção pelo novo coronavírus foi mais comum entre as pessoas com um IMC alto e que elas tendiam a apresentar uma resposta mais baixa de anticorpos à primeira infecção.

Não vá embora sem conhecer alguns mitos sobre o novo coronavírus nos quais você não deve cair. A nossa nutricionista apresenta no vídeo a seguir:

Fontes e Referências Adicionais

Você já tomou a vacina da COVID-19? Está ansioso por ela? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário