Valeriana Dá Sono? É Calmante? Bom para Ansiedade?

Especialista:
atualizado em 04/08/2020

Veja a seguir se tomar Valeriana dá sono mesmo e se é bom para ansiedade, já que seu uso como calmante vem sendo cada vez mais difundido e popular.

Dormir bem é muito importante para a saúde de todas as pessoas, e segundo uma pesquisa, a insônia afeta aproximadamente um terço da população adulta e contribui para o aumento das taxas de uso de serviços de saúde, incapacidade social e absenteísmo (como faltar ao trabalho, estudos, etc).

Com isso, cada vez mais pessoas estão procurando por alternativas naturais para que possam descansar e dormir bem durante a noite para no dia seguinte estarem renovadas e descansadas. A Valeriana tem sido uma dessas alternativas para muitas pessoas, que inclusive a chamam de “Valium da natureza”.

Na verdade, essa erva tem sido usada desde a antiguidade como um calmante para promover a tranquilidade e melhorar o sono. Veja também uma lista de todos os benefícios da valeriana e confira se valeriana emagrece mesmo ou não.

Embora a raiz de valeriana, que é a mais utilizada devido ao seu efeito calmante, tenha ganhado muita atenção positiva, também foram levantadas questões sobre a sua segurança e eficácia, e abaixo você verá quais são os seus benefícios, as preocupações sobre sua segurança e as orientações sobre como obter os melhores resultados.

O que é Valeriana

Popularmente conhecida como Valeriana, a Valeriana officinalis, é uma erva nativa da Europa e de algumas partes da Ásia, porém atualmente também é cultivada na América do Norte, na China e em outros países. O seu nome “valeriana” é derivado do latim que significa “ser forte” ou “ser saudável”.

Há pelo menos 2.000 anos essa raiz vem sendo usada na medicina tradicional, enquanto que as suas flores foram usadas há séculos atrás para fazer perfumes.

Ao contrário de suas flores, que são delicadas e perfumadas, a raiz desta erva tem um cheiro muito forte e natural devido aos seus óleos voláteis entre outros compostos que são responsáveis por seus efeitos sedativos, e o extrato dela está disponível em forma de suplemento, cápsula, líquido e também pode ser consumido como chá.  

Valeriana dá sono?

A raiz da valeriana contém vários compostos como ácido valerênico, ácido isovalérico e uma variedade de antioxidantes que podem promover o sono e reduzir a ansiedade.

Essa erva tem chamado muito a atenção devido a sua interação com o ácido gama-aminobutírico (GABA), que é um mensageiro químico que ajuda a regular os impulsos nervosos em seu cérebro e sistema nervoso, e os pesquisadores já demonstraram que baixos níveis de GABA estão relacionados ao estresse agudo e crônico, à ansiedade e ao sono de baixa qualidade.

Descobriu-se que o ácido valerênico inibe a degradação do GABA no cérebro, resultando em sensações de calma e tranquilidade, da mesma maneira que os medicamentos anti-ansiedade como o Valium e o Xanax por exemplo, funcionam.

A raiz de valeriana também contém os antioxidantes hesperidina e linarina, que parecem ter propriedades sedativas e que aumentam o sono. Muitos desses compostos podem inibir a atividade excessiva na amígdala, uma parte do cérebro que processa o medo e as respostas emocionais fortes ao estresse.

Um estudo descobriu que tratar camundongos com valeriana melhorou a resposta deles ao estresse físico e psicológico, mantendo os níveis de serotonina, um químico cerebral envolvido na regulação do humor. Além disso, os pesquisadores também mostraram que o ácido isovalérico pode prevenir contrações musculares súbitas ou involuntárias semelhantes ao ácido valpróico, um medicamento usado para tratar a epilepsia.

Sendo assim, cada vez mais a ciência comprova o que muitas pessoas afirmam há muito tempo (ou até mesmo séculos): a valeriana dá sono mesmo.

Raiz de valeriana ajuda a relaxar

Quando alguém está sob estresse, ficar calmo pode ser uma tarefa praticamente impossível. Pesquisas sugerem que a raiz de valeriana pode ajudar a aliviar os sentimentos de ansiedade que ocorrem como resposta a situações de estresse.

Em um estudo, os camundongos foram tratados com raiz de valeriana antes de entrarem em um labirinto, e como resultado, eles apresentaram um comportamento significativamente menor de ansiedade do que aqueles que receberam álcool ou nenhum outro tratamento.

Um estudo realizado em adultos saudáveis com testes mentais desafiadores descobriu que uma combinação de valeriana e erva-cidreira reduziu os índices de ansiedade, no entanto, uma dose extremamente alta deste mesmo suplemento aumentou os índices de ansiedade.

Na dosagem correta, além de diminuir a ansiedade em resposta ao estresse agudo, a raiz de valeriana também pode ajudar em condições crônicas caracterizadas por comportamentos de ansiedade, como por exemplo, o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) ou transtorno de ansiedade generalizada.

Em um estudo controlado realizado durante oito semanas em adultos com TOC, o grupo que tomou extrato de valeriana diariamente mostrou uma redução significativa nos comportamentos obsessivos e compulsivos quando comparado ao grupo de controle.

Além do mais, ao contrário de muitos medicamentos que são comumente usados para tratar o TOC, a valeriana não causou efeitos colaterais significativos.

Um outro estudo sugere que as crianças que têm dificuldade em manter o foco ou experimentam comportamentos hiperativos podem se beneficiar da valeriana. Neste estudo controlado com 169 crianças do ensino fundamental, uma combinação de valeriana e erva-cidreira melhorou o foco, impulsividade e hiperatividade em mais de 50% entre as crianças com sintomas mais graves.

Raiz de valeriana pode ajudar a dormir melhor

Como visto anteriormente, os distúrbios de sono são extremamente comuns, e as pesquisas sugerem que a raiz de valeriana dá sono e pode reduzir o tempo necessário para adormecer, além de melhorar a qualidade e quantidade do sono.

Em um estudo controlado realizado com 27 adultos jovens e de meia-idade com dificuldades para dormir, 24 pessoas relataram uma melhora no sono enquanto que 12 delas relataram um “sono perfeito” após tomarem 400 mg de raiz de valeriana.

Um outro estudo feito com adultos que sofriam com insônia descobriu que uma dose única de valeriana permitiu que eles atingissem 36% mais rápido um sono profundo, que é importante para reparar e recarregar o corpo para que acorde descansado e cheio de energia.

A valeriana também pode ajudar as pessoas que sofrem com insônia depois que param de tomar benzodiazepínicos, que são medicamentos sedativos que ao longo do tempo podem levar à dependência.

Em um estudo com pessoas que tiveram sintomas de abstinência relacionados à interrupção de benzodiazepínicos após o uso prolongado, foram relatadas melhorias significativas na qualidade do sono após duas semanas de tratamento com valeriana.

Embora a maioria das pesquisas que avaliam os efeitos da valeriana no sono tenha sido conduzida em adultos, existem alguns estudos sugerindo que as crianças que têm problemas para dormir também podem se beneficiar dela.

Em um pequeno estudo de desenvolvimento de crianças com distúrbios do sono com duração de oito semanas, a valeriana reduziu o tempo necessário para adormecer, aumentou o tempo total de sono e levou a um sono de melhor qualidade.

No entanto, embora revisões sistemáticas de vários estudos tenham concluído que a valeriana é segura, alguns pesquisadores sentem que não há evidências suficientes para confirmar que ela é mais eficaz para distúrbios do sono do que um placebo, mesmo que muitos resultados comprovem que a valeriana dá sono.

Efeitos colaterais

Quando usada em quantidades adequadas a curto prazo, a valeriana é provavelmente segura para a maioria das pessoas.

Uma pesquisa clínica relatou o uso seguro de valeriana para fins medicinais em mais de 12.000 pessoas em estudos com duração de até 28 dias. A segurança do uso a longo prazo é desconhecida. Algumas informações sugerem que a valeriana é provavelmente segura quando tomada por crianças durante cerca de 4 a 8 semanas.

A valeriana pode causar alguns efeitos colaterais, como dor de cabeça, estômago, embotamento mental, distúrbios cardíacos, excitabilidade, desconforto e até mesmo insônia. Depois de tomar valeriana para dormir, especialmente altas doses, algumas pessoas se sentem lentas pela manhã. Outro efeito colateral sentido por outras pessoas é a boca seca e sonhos vívidos.

É recomendado não dirigir ou operar máquinas perigosas depois de tomar valeriana.

A segurança a longo prazo ainda é desconhecida, podendo causar sintomas de abstinência quando o uso é interrompido após um longo prazo.

Para evitar possíveis efeitos colaterais ao interromper o uso a longo prazo da valeriana, é melhor reduzir a dose lentamente ao longo de uma semana ou duas antes de parar por completo.

Precauções especiais e advertências

  • Gravidez e amamentação: Não há informações suficientes sobre a segurança da valeriana durante a gravidez ou a amamentação. Para se manter segura, evite o uso durante esse período;
  • Cirurgia: A valeriana retarda o sistema nervoso central. Anestesia e outros medicamentos usados durante a cirurgia também afetam o sistema nervoso central, e os efeitos combinados podem ser prejudiciais. Pare de tomar valeriana pelo menos duas semanas antes de uma cirurgia programada.

Como consumir raiz de valeriana

A valeriana irá fornecer melhores resultados quando tomada da maneira indicada de acordo com o efeito desejado.

A maioria dos estudos em pessoas com dificuldade para dormir usou 400-900 mg de extrato de valeriana, que tem se mostrado uma dosagem segura e eficaz. Para obter melhores resultados, tome meia hora ou duas horas antes de dormir.

Tenha em mente que uma dosagem maior nem sempre é melhor. Um estudo descobriu que tomar 450 mg ou 900 mg de raiz de valeriana à noite ajudou as pessoas a adormecerem mais rápido e melhorou a qualidade do sono, porém, a dose de 900 mg foi associada à sonolência na manhã seguinte.

O chá pode ser uma alternativa às cápsulas. Use de 2 a 3 gramas de raiz de valeriana seca e coloque em água quente por 10 a 15 minutos.

Pesquisas sugerem que a valeriana é mais eficaz quando tomada regularmente por pelo menos duas semanas e depois por mais duas ou quatro semanas.

Como ela pode causar sonolência, é importante não a tomar caso planeje dirigir, operar alguma máquina perigosa ou pesada ou executar trabalho e atividades que exijam que você esteja em estado de alerta.

Para ansiedade, tome uma dose de 120-200 mg três vezes por dia na hora das refeições, deixando a última para antes de dormir. Tomar doses maiores durante o dia pode resultar em sonolência.

É importante notar que bebidas alcoólicas, medicamentos sedativos ou anti-ansiedade, ervas e outros suplementos nunca devem ser tomados com valeriana pois podem aumentar seus efeitos depressivos.

Como essa erva é quebrada no fígado, teoricamente isso poderia interferir na eficácia de medicamento que são quebrados pelas mesmas enzimas hepáticas, como:

  • Drogas antifúngicas como cetoconazol e itrazonazol;
  • Medicamentos antialérgicos como fexofenadina;
  • Medicamentos para o câncer, como etoposídeo, STI571, irinotecano, vincristina, paclitaxel e vimblastina;
  • Medicamentos para o colesterol como a lovastatina.

Agora que você já sabe que valeriana dá sono, é calmante e ajuda a combater a ansiedade e também sabe como tomar, lembre-se de que o ideal é sempre procurar um médico antes de começar qualquer suplementação, principalmente se toma outros medicamentos.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já ouviu falar que valeriana dá sono? Já experimentou consumir esta planta para este fim? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário