Chá verde tira o sono?

Especialista da área:
atualizado em 23/07/2021

Você provavelmente já deve ter escutado falar ou lido a respeito do chá verde, não é mesmo? A bebida, que é feita a partir da planta Camellia sinensis, é conhecida por ter um alto teor de antioxidantes, os chamados antioxidantes flavonoides, que correspondem a aproximadamente 30% do peso seco das folhas dessa planta.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, o chá verde já foi associado a benefícios como proteger a saúde do coração, colaborar com a proteção das células cerebrais contra danos provocados por radicais livres e fornecer ação anti-inflamatória, além de poder contribuir com a saúde dos olhos.

Mas, além disso, você já ouviu a respeito do efeito que o chá verde pode ter em relação ao nosso sono?

Será que o chá verde tira o sono?

insônia

Não se deve tomar mais do que três a quatro xícaras do chá verde porque a bebida possui cafeína na sua composição. Com isso, pode-se afirmar sim que o excesso de chá verde tira o sono.

Para quem tem problemas ou sensibilidade à cafeína, essa dosagem pode ser ainda menor, portanto, consulte o seu médico para saber a dosagem máxima de chá verde que é ideal para o seu organismo em particular.

Uma das reações adversas que podem ser provocadas pela cafeína é justamente o problema para dormir, ao lado de outros possíveis efeitos negativos como dor de cabeça, nervosismo, vômito, diarreia, irritabilidade, batimento cardíaco irregular, tremor, azia, convulsão confusão e zumbido no ouvido.

A cafeína promove um efeito estimulante no sistema nervoso central do nosso organismo, o que pode interferir com o sono.

Com isso, as pessoas que são hipersensíveis à cafeína devem evitar a ingestão de quantidades elevadas de chá verde, principalmente na parte da noite, ou seja, num horário próximo da hora de dormir.

Entretanto, se você perceber que mesmo cortando ou diminuindo o seu consumo de chá verde e de outras bebidas com cafeína em sua composição ao longo do seu dia, especialmente no período noturno, as dificuldades para dormir persistirem, é necessário procurar o auxílio do médico para descobrir se esse problema pode estar associado a alguma doença ou condição de saúde e receber o tratamento adequado, caso seja necessário.

É possível encontrar versões descafeinadas do chá verde

chá verde matcha camellia sinensis

Entretanto, a boa notícia para quem sofre com sensibilidade à cafeína ou percebeu que o chá verde tira o sono em decorrência da presença da cafeína na composição da bebida é que o chá verde pode ser descafeinado.

  Continua Depois da Publicidade  

O chá verde descafeinado pode ser uma alternativa para não atrapalhar o sono, já que a bebida também é composta pelo aminoácido teanina, que já foi apontado como sendo capaz de colaborar com a diminuição do estresse e com a promoção de um sono tranquilo, e que nessa versão descafeinada do chá, essa substância não compete com a cafeína, que tem efeitos opostos.

Outros cuidados com o chá verde

Além de entender se o chá verde tira o sono ou não, é importante conhecer outros cuidados e precauções que a ingestão da bebida requer.

O consumo excessivo de chá verde, na forma líquida ou na forma de extrato, pode provocar uma série de condições, como prisão de ventre, náusea, sensação de inquietação e, em alguns casos, uma reação alérgica, que pode incluir dificuldade para respirar, urticária, aperto no peito, inchaço no rosto, batimentos cardíacos acelerados e mudanças de humor ou estados mentais inconstantes.

Portanto, procure tratamento médico se você experimentar qualquer um desses sintomas.

Mas não é só isso: também vale a pena controlar a quantidade de chá verde que se consome porque ele é uma grande fonte de oxalatos, que podem provocar cálculos renais, segundo alertou a Escola Médica de Harvard.

Conforme a instituição, tomar mais do que cinco xícaras de chá verde por dia ou ingerir o equivalente a cinco xícaras de chá verde por meio de cápsulas de catequina pode trazer mais riscos do que benefícios. Porém, quando consumido com sabedoria, o chá verde pode beneficiar a saúde cardiovascular, completou a Escola Médica de Harvard.

Mulheres que estejam grávidas ou amamentando não devem consumir uma quantidade excessiva de chá verde, devendo respeitar a dose máxima de duas xícaras do chá diariamente.

Uma dosagem maior do que essa já foi associada ao aumento do risco de aborto e de mal formações congênitas, e além disso a cafeína encontrada no chá pode ser passada para o leite materno e afetar o neném.

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns especialistas recomendam que pessoas com idade inferior aos 18 anos não tomem o extrato de chá verde. Assim, se você está grávida, amamentando, é menor de idade ou pensa em dar a bebida para uma criança, converse com o seu médico a respeito

Caso esteja utilizando qualquer medicamento, suplemento ou planta medicinal, também é importante conversar com o médico para saber se a substância em questão não pode interagir com o chá verde.

Você já sabia que chá verde tira o sono se consumido em excesso? Você tem o hábito de consumir chá verde com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário