10 Erros Que Prejudicam Sua Queima de Calorias

Especialista:
atualizado em 14/01/2020

Você se esforça para deixar a preguiça e a má vontade bem longe, não falta um treino na academia, mas ultimamente percebeu que os exercícios não estão trazendo os resultados esperados. Por que será que isso acontece? Certamente há algo de errado com as atividades que você pratica ou com alguma técnica ou hábito que você tem na hora de realizá-las.

Alguns especialistas da área de Educação Física montaram uma lista com 10 erros cometidos na malhação que podem impedir a queima de calorias. Dê uma olhada a seguir em quais são elas, verifique o que você está fazendo de errado e comece a eliminar as tão indesejadas calorias extras.

1. Você se balança muito quando levanta peso

6aboaforma

De acordo com o PhD e fisiologista Irv Rubenstein, balançar os braços enquanto faz algum exercício de levantamento de peso prejudica os resultados na hora em que os membros são estendidos e ainda aumenta a chance de alguma lesão acontecer.

A dica aqui é contar o tempo em que o braço deve permanecer em cada fase de movimento: dois segundos para a contração e de quatro a cinco para a extensão.

2. Você se agarra nos aparelhos

6bboaforma

Ainda segundo Rubenstein, o hábito de segurar com força as barras de mão da esteira ou do aparelho elíptico, por exemplo, impede que o praticante consiga queimar o máximo de calorias que poderia eliminar com aquele exercício.

Além disso, usar os braços como forma de descanso para as pernas é um jeito de se cansar mais rápido, já que eles não conseguem trabalhar na mesma intensidade do que elas.

Por isso, a sugestão é usar as barras apenas como um suporte, colocando levemente as pontas dos dedos nelas. Se achar isso complicando, o jeito é tentar mudar a inclinação do aparelho ou diminuir o ritmo do treinamento.

3. Você não se alonga direito

Young Girl Stretching

Alongar cada membro apenas por alguns segundos não ajuda muito a aumentar a flexibilidade e ainda pode resultar em lesão. A melhor maneira de se alongar é segurar firme o braço ou a perna – sem balançar – por pelo menos 20 a 30 segundos.

Outro erro ocorre na hora de alongar a parte posterior da coxa, conforme afirmou o fisiologista Rubenstein. Quando a pessoa vira as costas de modo que consegue alcançar a parte localizada mais abaixo da perna estendida, ela impede que essa parte da perna seja alongada e põe uma tensão desnecessária às suas costas.

4. Você perde muito tempo esperando

6dboaforma

Tem coisa mais chata do que pegar um dia de academia lotada e ter que ficar esperando para usar um aparelho? Sim, a quantidade de calorias que você deixa de gastar enquanto fica parado sem fazer nada pode estar te atrapalhando.

Para evitar essa perda de tempo precioso, a dica do fisiologista Tom Holland é passar esse período fazendo exercícios que não exijam algum equipamento, como flexões de braço e abdominais, por exemplo.

Professora assistente de ciência do exercício da Faculdade Miramar, em San Diego, nos Estados Unidos, Jessica Matthews ainda sugere que a pessoa pule corda enquanto aguarda a sua vez. “Esperar cinco minutos ou mais entre as sessões afeta negativamente a qualidade e a eficiência total do seu treinamento”, completou ela.

5. Você se alonga entre um exercício e outro

6eboaforma

Por mais que fazer alongamento entre um treinamento e outro em vez de deixar para se alongar apenas depois do término da malhação possa parecer uma boa forma de economizar tempo, o hábito pode prejudicar o desempenho nos exercícios que ainda estão por vir.

Segundo o fisiologista Rubenstein, esse costume pode diminuir o tamanho de peso que a pessoa consegue levantar, especialmente se o alongamento for estático.

6. Você não se esforça o suficiente

6fboaforma

O fisiologista Holland explicou que simplesmente frequentar a academia e não se esforçar de verdade nos exercícios não é suficiente para alcançar os resultados que deseja. “Você pode facilmente sabotar o seu treino”, disse. Por exemplo, se quando o treinador pede para você aumentar a intensidade, você não o faz, certamente achará a atividade muito simples e o máximo que sentirá durante o exercício será um pouco de suor.

Assim, se você quer que aquele tempo gasto na academia compense, não deixe de se esforçar o máximo que pode durante os exercícios e quando as coisas ficaram muito difíceis repita para si mesmo frases como: “Eu sou forte” ou “Eu posso fazer isso”. De acordo com um estudo divulgado na publicação Medicine & Science in Sports & Exercise (Medicina e Ciência em Esportes e Exercício, tradução livre), ciclistas que diziam palavras positivas a si mesmos conseguiam pedalar por dois minutos a mais do que aqueles que não faziam isso.

7. Você chega muito tarde ou sai muito cedo

6gboaforma

Quem chega atrasado para a aula de ginástica ou sai antes que ela termine pode perder partes importantes do treinamento: o aquecimento e o esfriamento, disse a professora Matthews ao Health. “A fase do aquecimento permite que a temperatura do seu corpo e o seu ritmo cardíaco cresçam gradualmente, o que ajuda a reduzir o risco de desenvolver lesões e ainda te prepara para a fase mais que exige mais condicionamento da aula”, afirmou.

Por outro lado, parar a atividade de maneira brusca depois de um treino intenso pode causar vertigem e até desmaio. Não tem jeito: é melhor chegar na hora em ponto e ficar na aula até que ela acabe.

8. Você lê enquanto malha

6hboaforma

Para o fisiologista Holland se você lê, troca mensagens no celular ou se distrai com algo que não esteja relacionado com o seu treino você está sabotando a sua malhação. É importante deixar essas distrações de lado e se manter focado no exercício que está executando.

Entretanto, há uma exceção: ouvir música enquanto treina pode fazer com que você não perceba o tanto de esforço que está fazendo e aumentar a resistência em 15%.

9. Você faz de conta que está em casa

6iboaforma

Não são poucas as academias que possuem aparelhos de televisão para que os alunos possam ver o noticiário ou assistir a um filme enquanto andam na esteira ou levantam peso. Mas é importante não se distrair muito com a programação e nem passar metade do treino fuçando no controle remoto até achar o canal ideal, como se estivesse em casa.

Como diz Holland, isso pode te tirar do foco pelo qual você está na academia. Por isso, escolha um canal assim que chegar, deixe o controle longe e dê a atenção que o seu treino necessita.

10. Você escolhe a baixa intensidade nos aparelhos de exercícios aeróbicos

6jboaforma

Ainda de acordo com Holland, configurar os aparelhos de exercícios aeróbicos em movimentos de baixa intensidade (fat burning zone) até ajuda a queimar gordura, mas faz com que você queime menos calorias totais, o que pode prejudicar a perda de peso.

Você está cometendo algum destes erros durante seus treinos na academia? Acredita que consegue mudá-lo para ter melhores resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário

2 comentários em “10 Erros Que Prejudicam Sua Queima de Calorias”

  1. sou odair gostei das dicas muito obrigado,tenho 45 anos sou diabetico tipo- 2 sinto dores nas pernas qual exercio devo fazer; desde já muito obrigado!