13 Alimentos Ricos em Tiramina

Especialista:
atualizado em 17/12/2019

Certos tipos de alimentos e bebidas – ou os componentes que eles contêm – podem ser o gatilho das horríveis enxaquecas em algumas pessoas. A tiramina é reconhecidamente um desses componentes que podem levar a essas dores de cabeça fortes.

O que é a tiramina?

A tiramina, derivada do aminoácido tirosina, é uma monoamina que ocorre naturalmente no corpo e cuja função é a liberação da catecolamina – um neurotransmissor que corre na corrente sanguínea e que consiste, na verdade, num grupo de substâncias que incluem a adrenalina, a dopamina, e a noradrelina. A principal função da tiramina, porém, é no controle da pressão sanguínea.

Como ela funciona?

É por controlar a pressão sanguínea que as reações da tiramina com remédios que contenham linezolida ou inibidores da monoamida oxidase (IMAO, utilizados no tratamento da depressão) precisam de atenção. Como os IMAOs bloqueiam a enzima chamada monoamida oxidase, responsável por evitar que haja um excesso de tiramina no corpo, é possível que o consumo de alimentos ricos nessa monoamida levem ao aumento de sua concentração.

Como resultado dessa maior quantidade, a tiramina consegue passar para a circulação sanguínea e elevar a pressão sanguínea. Uma das suposições para que as enxaquecas ocorram é o fato de que os vasos sanguíneos dilatam quando há um aumento da pressão no sangue, fazendo com que os mesmos alimentos ricos nessa monoamina em sua composição também elevem a quantidade dela na circulação e, assim, tenham a potencialidade de causar enxaquecas. Outra suposição, porém, é a de que altos níveis de tiramina no sistema corporal podem levar a alterações químicas no cérebro, iniciando as enxaquecas.

Indivíduos que tomem quaisquer IMAOs devem, portanto, restringir o consumo dos alimentos que contenham quantidades importantes dessa monoamina. É bom saber que:

  • A tiramina é encontrada especialmente em comidas fermentadas ou em alimentos envelhecidos;
  • Comidas com alto teor proteico terão mais tiramina conforme forem guardados por mais tempo e não foram refrigerados corretamente.

Entretanto, quais alimentos podem causar estes efeitos? Fizemos uma lista com 13 deles, logo abaixo. 

13 alimentos ricos em tiramina 

  1. Frango, carne vermelha e peixes: As carnes frescas possuem normalmente um pouco de tiramina. Entretanto, ainda que sejam mantidas refrigeradas, quanto maior for o tempo de estocagem maior será a quantidade da monoamina nestes alimentos devido à ruptura das proteínas – que as carnes tem em grandes quantidades.
  2. Queijos envelhecidos: Por serem fermentados e, muitas vezes, consumidos após muito tempo depois de sua fabricação, os queijos são um dos alimentos que mais concentram tiramina. Queijos suíço, gouda, gorgonzola, parmesão, romano, feta e brie não devem ser consumidos. É recomendado substituí-los por ricota ou queijo cottage.
  3. Demais laticínios: Conforme envelhecem e se aproximam de sua data de vencimento, laticínios como o leite tendem a apresentar algum nível de fermentação, aumentando as concentrações de tiramina. Prefira leites, requeijões e manteigas pasteurizados.
  4. Cerveja (barris): Todos os alimentos fermentados devem ser evitados, e a cerveja não poderia ficar de fora. Evite principalmente beber as cervejas de barris, despasteurizadas ou que sejam do tipo ale.
  5. Carnes fermentadas ou defumadas: Bacon, salsichas, salames, pepperoni, presuntos, hot dogs e corned-beef também devem ser evitados, por serem fermentadas, defumadas ou preservadas em conserva por longos períodos. Carnes frescas ou frutos do mar podem ser comidos caso sejam feitos no mesmo dia da compra ou sejam refrigerados corretamente.
  6. Pães e certos tipos de grãos: Existem altos níveis de tiramina em pães caseiros, que utilizam fermentos como levedura ou extrato de levedura, e o processo de massa lêveda (mistura de água e farinha que fermenta em lugar morno) em seu preparo. Pães feitos industrialmente têm menor probabilidade de conterem a monoamina: pão branco, pão feito de trigo ou centeio. Arroz, batatas, miojos e outros cereais podem ser consumidos sem problemas.
  7. Frutas maduras e frutas secas: Em ambos os casos, as frutas concentram muita tiramina. No caso das frutas maduras isso ocorre por estarem mais próximas da podridão, e alimentos envelhecidos tendem a acumular mais tiramina. Já as frutas secas, ao serem desidratadas, também aglomeram essa monoamina. Prefira frutas novas, frescas ou enlatadas, e evite bananas.
  8. Vegetais: O espinafre e os repolhos são vegetais que contêm níveis consideráveis de tiramina. Assim como as frutas, as quantidades da monoamina aumentam conforme as folhas amadurecem.
  9. Molho de soja (shoyu): O molho de soja é feito a partir da mistura de vários ingredientes (soja, cereal torrado, água e sal marinho) aos quais se adicionam microorganismos que o fermentam. Logo, também contém tiramina em altas doses.
  10. Feijões: Todos os tipos de feijão possuem proteínas, que quando são quebradas liberam aumentam a concentração de tiramina nesses alimentos. Feijões comuns, lentilhas, ervilhas, mas também a soja devem ser evitados, bem como seus derivados – missô e tofu, por exemplo.
  11. Vinhos: Assim como a cerveja, também são bebidas fermentadas, e diferentes tipos de vinho contêm dosagens diferentes de tiramina. Não é recomendado beber vinhos vermelhos e alguns tipos de vinho branco.
  12. Chucrute: Feito a partir do repolho fermentado, o chucrute tampouco é recomendado, sendo um alimento rico em tiramina.
  13. Sobras de refeições: Uma vez que todos os alimentos, conforme envelhecem, aumentam sua concentração de tiramina, acontece o mesmo com as sobras das refeições. Se necessário, recomenda-se congelá-las por no máximo três dias, mas o ideal seria preparar os alimentos e comê-los frescos.

Cuidados

É importante consultar seu médico ou nutricionista sobre todas estas restrições, de forma a desenvolver uma dieta saudável e que garante que todas as substâncias necessárias para seu organismo sejam fornecidas.

Fontes adicionais:

Você acredita que está consumindo alimentos ricos em tiramina numa quantidade ideal para o seu organismo? Quais são os seus preferidos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “13 Alimentos Ricos em Tiramina”

  1. Sofri 15 anos até descobrir que o queijo e a manteiga estavam me matando de enxaqueca. Dias terríveis, crises que duravam 3 dias. Me angustio só de lembrar. Graças a Deus hj estou livre. Obrigada, Jesus, por ter me enviado um anjo que me ajudou a descobrir isso!