Metilsulfonilmetano (MSM) – Para Que Serve, Efeitos Colaterais, Dosagem e Dicas

Especialista:
atualizado em 30/05/2018

O suplemento conhecido como metilsulfonilmetano (MSM) é um composto de enxofre que vem sendo muito citado como útil para tratar algumas condições de saúde que envolvem dor e inflamação. A substância parece ser segura, mas é preciso ter alguns cuidados quanto ao seu uso contínuo.

Vamos explicar o que é o metilsulfonilmetano (MSM), para que serve e mostrar os seus prováveis efeitos colaterais, bem como indicar a dosagem mais adequada e segura.

O que é metilsulfonilmetano (MSM)?

Conhecido também como dimetilsulfona ou DMSO2, o metilsulfonilmetano é a forma oxidada do DMSO, um solvente orgânico composto por enxofre. Trata-se de uma fonte de enxofre que é um componente importante de proteínas, colágeno, queratina, hormônios e enzimas.

O metilsulfonilmetano é uma substância que ocorre naturalmente no corpo, mas que também pode ser obtida de frutas e legumes frescos e crus, principalmente nos vegetais verdes. Porém, o processamento destes alimentos, como o aquecimento e a desidratação durante o cozimento, por exemplo, diminui a quantidade de MSM disponível.

As principais fontes de metilsulfonilmetano incluem:

  • Leite de vaca;
  • Acelga;
  • Maçã;
  • Fígado de frango;
  • Alfafa;
  • Beterraba;
  • Repolho;
  • Brócolis;
  • Milho;
  • Tomares;
  • Cerveja;
  • Café

Apesar de estar bastante presente na dieta, o metilsulfonilmetano está presente em pequenas quantidades nesses alimentos. Assim, a melhor fonte significativa de MSM se dá por meio de suplementação.

Para que serve o MSM

Compostos de enxofre como o MSM são importantes para as juntas, para o tecido conjuntivo, para os músculos, os cabelos, a pele e as unhas. Portanto, seus benefícios são ótimos para pessoas que sofrem de problemas nas articulações ou que querem fortalecer músculos, unhas e cabelos. Além disso, o MSM é conhecido por melhorar algumas funções neurológicas e reduzir a dor.

O metilsulfonilmetano é um dos suplementos para a saúde da articulação mais populares no mundo, ficando atrás apenas da glucosamina e condroitina. Logo abaixo, listamos alguns dos benefícios mais interessantes do metilsulfonilmetano (MSM).

– Efeito antioxidante

O MSM é um forte agente antioxidante, capaz de agir contra os radicais livres. Isso porque ele é uma fonte de enxofre para antioxidantes poderosos do organismo como a glutationa e os aminoácidos metionina, cisteína e taurina. Além disso, ele potencializa o efeitos de outros antioxidantes da dieta como a vitamina C, vitamina E, coenzima Q10 e o selênio.

– Ação anti-inflamatória

O metilsulfonilmetano pode apresentar atividade anti-inflamatória, diminuindo os níveis de citocinas inflamatórias presentes no corpo, além de reduzir a produção de moléculas associadas à inflamação como o óxido nítrico e a prostaglandina.

– Tratamento de artrite e dor nas articulações

Estudos em animais mostram que o MSM é um suplemento eficaz para melhorar os sintomas da osteoartrite no joelho.

Um estudo realizado em 2006, publicado na revista científica Arthritis Today, mostrou que, em um grupo de 50 pessoas incluindo homens e mulheres, uma dose de 6 mg de MSM melhorou os sintomas relacionados a dor e função física de pessoas com osteoartrite no joelho praticamente sem causar efeitos colaterais.

Uma possível teoria que explica os efeitos benéficos à saúde das juntas é sobre o enxofre presente no metilsulfonilmetano. Isso porque uma deficiência em enxofre no organismo tem sido associada a complicações nas articulações. Como o MSM é uma fonte de enxofre, o suplemento pode agir suprindo essa deficiência e beneficiando as articulações.

Esse benefício ocorre porque o MSM suplementa o organismo com enxofre para criar metionina, que ajuda o organismo a sintetizar substâncias químicas, a formar tecido conjuntivo, a metabolizar os alimentos e a absorver melhor os nutrientes.

– Atuação em problemas digestivos

O metilsulfonilmetano pode ajudar a reconstruir o revestimento do trato digestivo danificado. Dados científicos mostram que a ingestão oral de MSM causou efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes em ratos com colite, protegendo-os dos danos intestinais.

– Tratamento de hemorróidas e inflamações na bexiga

Devido à sua ação anti-inflamória, o metilsulfonilmetano pode ajudar a reduzir a dor e o inchaço causados pela hemorróida. Além disso, o MSM pode ser usado no tratamento de cistite intersticial, também conhecida como síndrome da bexiga dolorosa, que é uma inflamação crônica na bexiga que causa muita dor e micção frequente.

– Tratamento de problemas de pele

O MSM pode ser usado para hidratar a pele e fortalecer as unhas. Estudos revelaram que o uso do produto pode melhorar problemas de pele como vermelhidão, coceira e ardência.

– Recuperação muscular

Estudos realizados em animais indicam que o metilsulfonilmetano é um suplemento bastante eficaz na redução do dano muscular devido à sua ação antioxidante. O MSM é capaz de reparar as células de tecido fibroso rígido nos músculos que são quebradas durante a musculação. Assim, a dor muscular diminui e a recuperação pós-treino é mais rápida.

– Proteção contra doenças cardíacas

O metilsulfonilmetano pode ser benéfico contra doenças cardíacas e também ajuda no controle da hipertensão arterial pulmonar devido aos seus efeitos anti-inflamatórios e antibacterianos.

– Proteção contra doenças autoimunes

Doses altas de MSM podem oferecer proteção ao organismo contra o desenvolvimento de doenças que afetam o sistema imunológico. Estudos realizados com animais sugerem um aumento na expectativa de vida e diminuição significativa de nódulos linfáticos e no baço e da anemia ao serem submetidos a uma dieta com 3% de solução de MSM por um mês.

Estudos científicos feitos em camundongos com lúpus, por exemplo, também atestou o efeito protetor do MSM comparando dados antes e após o início da doença, mostrando que os animais com uma dieta contendo MSM morreram menos e sofreram menos danos no fígado. É claro que para ter certeza deste benefício, são necessários ensaios clínicos também em humanos para atestar a eficácia e segurança do metilsulfonilmetano.

Efeitos Colaterais

A pesquisa clínica de MSM ainda é limitada em humanos. Por esse motivo, nem todos os efeitos colaterais são totalmente conhecidos. Porém, os efeitos colaterais já relatados e associados ao uso da substância incluem:

  • Náusea: Algumas pessoas que tomaram MSM relataram episódios de náusea após iniciar o uso do suplemento.
  • Diarréia: Um estudo clínico de osteoartrite de 2004 realizado na Índia comparou o uso de 1500 mg de MSM por dia com um placebo durante 12 semanas. Neste estudo, o principal efeito colateral foi a diarréia, que foi observada em mais de 5% dos pacientes, o que é pouco mas é um efeito adverso.
  • Dor de cabeça: De acordo com o livro The Miracle of MSM, existem relatos de dores de cabeça em pessoas que começaram a tomar o metilsulfonilmetano em altas doses. Os pesquisadores indicam que a dose de MSM inicial nunca deve ultrapassar 5000 mg por dia e só deve ser aumentada ao longo do tempo para o organismo se acostumar com a substância.
  • Fadiga: Não se sabe o motivo, mas o uso de MSM parece estar associado à sensação de fadiga por algumas pessoas que tomam o produto.
  • Reação alérgica: Assim como outras substâncias, o metilsulfonilmetano pode causar reações alérgicas. Ao sentir qualquer sintoma de reação alérgica como comichão, erupção cutânea, urticária, inchaço na boca ou garganta acompanhados ou não de dificuldade para respirar, procure ajuda médica imediatamente.
  • Inchaço gastrointestinal: Em 2006, um estudo publicado na revista científica Osteoarthritis and Cartilage relatou um ensaio com doses de 6000 mg de MSM e com placebo por 12 semanas. Nesse estudo, foram observados alguns casos de distensão gastrointestinal. Porém, é preciso chamar atenção para a alta dose de MSM administrada aos pacientes, que pode ter contribuído para a ocorrência desse efeito adverso.

Dosagem

O MSM pode ser vendido sozinho ou combinado com outras substâncias, como a glucosamina e a condroítina,l que também ajudam na saúde das articulações.

A dose recomendada para pessoas com artrite ou outras condições articulares, a dosagem geralmente é de 2 a 6 gramas por dia, divididos em 2 ou 3 doses diárias. A dose padrão bem tolerada e considerada totalmente segura de suplementação com MSM costuma ser de 1 a 3 gramas por dia, o que parece ser bastante eficaz para reduzir os sintomas da osteoartrite e oferecer proteção antioxidante para o organismo.

Inicialmente, não é recomendado começar com uma dose muito alta, ou seja, com doses acima de 5 gramas, pois sua eficácia não é comprovada e podem aumentar os riscos de efeitos colaterais.

A eficácia e segurança do composto não foi testada em crianças e mulheres grávidas ou amamentando. Portanto, é indicado que esses grupos evitem o uso do MSM.

Dicas e Curiosidades

O metilsulfonilmetano apresenta algumas funções interessantes que serão destacadas abaixo. Tais dicas incluem o uso do suplemento para evitar a perda de cabelo, roncos crônicos e até diminuir os sintomas da rinite alérgica.

  1. Contra a perda de cabelo: Estudo preliminares indicam que o MSM pode ser usado como auxiliar no tratamento contra a perda de cabelo. Por aumentar os níveis de queratina e colágeno, é provável que o composto ajude o cabelo a crescer.
  2. Contra o ronco: Também há indícios de que o MSM é capaz de diminuir o ronco crônico ao ser administrado nas narinas cerca de 15 minutos antes de dormir. O estudo realizado mostrou uma redução significativa dos sintomas de ronco em até 80% dos indivíduos após 1 a 4 dias de uso.
  3. Contra a rinite alérgica: Apesar de poder causar reação alérgica em pessoas sensíveis à substância, o MSM pode ajudar a aliviar alguns sintomas de alergia como nariz com coriza, olhos lacrimejantes, nariz entupido, espirros, tosse e falta de ar. Pesquisas mostraram que tais sintomas foram reduzidos quando pessoas com rinite alérgica tomaram uma dose diária de 2600 miligramas de MSN por um mês. Os cientistas acreditam que isso ocorre devido às propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes da substância que bloqueiam os efeitos do alérgeno.

Dicas de segurança

Tudo indica que o metilsufonilmetano é seguro para uso. Porém, são necessárias mais pesquisas na área. Deste modo, sempre procure ajuda médica antes de iniciar o uso de qualquer suplemento, incluindo o MSM, e tome sempre a dosagem recomendada. Ao sentir qualquer efeito colateral por vários dias, suspenda o uso e converse com seu médico.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tomou algum suplemento com o composto metilsulfonilmetano (MSM)? Quais foram seus resultados e qual era a indicação do seu médico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (169 votos, média: 3,93 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

28 comentários em “Metilsulfonilmetano (MSM) – Para Que Serve, Efeitos Colaterais, Dosagem e Dicas”

  1. Tomei um composto de msm 500g , vitamina C 30mg e bip arct 20mg e passei muito mal , parecia c fadiga ,corpo mole , formigamento nos bracoa , no rosto , foi muito ruim

    • Olá!
      Vocêdeve suplementar iodo, selênio e ferro. Então, recomendo:

      – Tomar lugol 5% 7 gotas por dia (para suplementar iodo) e evitar brometos (pão), flúor (cuidado com a pasta de dente (use uma sem flúor) e cloro (não faça saunas e nem entre em piscinas coloradas). Flúor, bromo e cloro tomam o lugar do iodo no corpo;

      – Procure tomar selênio quelado. Você encontra em farmácias de manipulação ou coma três castanhas do Pará por dia para suplementar o selênio;

      – Observe no seu exame de sangue sua ferritina. Abaixo de 70 no sangue começa a prejudicar o funcionamento da tireóide. Sendo assim, tome sulfato ferroso ou ferro quelado durante alguns meses para suprir a deficiencia de ferro.
      Obs:Se houver problemas com o estômago (dor ou azia) devido ao sulfato ferroso, tome 1000 mg de Espinheira Santa. Vai fazer o mesmo que faz o homeprazol sem os seus efeitos colaterais.

  2. Estava c uma dor horrível nas pernas, mais na perna esquerda, antes n doía, mas agora está doendo e não consigo dormir direito. Li no site do dr. lair Ribeiro sobre msm e resolvi tomar, mas um dia após tomar 1000 miligramas em cápsulas, amanheci sem dores , mas c uma fraqueza horrível nas pernas, mal parava de pé. Será q tem a ver c o msm?

  3. Muito bom, suplemento, enxofre orgânicos – Algas Marinhas. Chamado de MSM. metilsulfonilmetano.
    Deve ser associado com extrato de Jaboticaba, extrato de romã, Tripofano 200mg, Magnésio Dimelato e colágeno tipo II. não é complicado se tratando de saúde da LONGEVIDADE. Fraternal Abraço.

  4. Qual a melhor hora para tomar esse suplemento?
    Em jejum, após o café da manhã, após o jantar, ou antes de dormir ?
    Esse aspecto, eu acredito que deva fazer uma diferença significativa quanto a uma melhor absorção do organismo.

  5. O MSM conforme a ação anti inflamatória, não entendi muito bem os seus dizeres no final, ao referir-se que o MSM pode reduzir a produção de moléculas associadas à inflamação como o OXÍDO NÍTRICO e a PROSTAGLANDINA. Agradeço e aguardo o vosso entendimento. Estou usando o MSM já a 2 meses tomando 1g diariamente, pretendo aumentar para 2 g, estou gostando muito deste suplemento, faço musculação diariamente e já operei o joelho direito a 10 meses atrás e não sinto qualquer malefício até o momento.

  6. Acabei de descobrir sobre o MSM num vídeo do Dr. REY e achei o seu site ao pesquisar sobre esse suplemento. Minha dúvida é se posso tomar fazendo uso do lítio e outros antidepressivos. Tenho muitas dores. Será que o MSM pode ser de ajuda ao invés de ficar tomando tanto anti inflamatórios? Aguardo uma respostinha. Grata

  7. Sim faço uso de MSM ,junto com condroitina e Glucosamina. Mas notei uma melhora das dores e flexibilidade quando comprei o Suplemento que tinha o MSM aí sim obtive resultados??