8 Coisas Terríveis Que Você Faz Para o Seu Corpo Todos os Dias, Segundo a Ciência

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Você se dedica ao máximo para se alimentar de forma saudável, e geralmente cuida bem de si mesmo. Mas e se durante todo este tempo, mesmo assim, alguns maus hábitos estão prejudicando e acabando com todo esse esforço, minando a sua energia e causando danos a longo prazo para a sua saúde?

Veja aqui as 8 coisas terríveis que a ciência diz que você faz para o seu corpo todos os dias.

1. Ficar sentado por muito tempo

O ato de ficar sentado o dia todo tem sido comparado ao ato de “fumar” de outras gerações (guardadas as devidas proporções). É difícil acreditar que tal ação (ou não ação) tão mundana e corriqueira pode ter um impacto tão grande na saúde das pessoas. Mas sim, isso é muito ruim.

Uma pesquisa mostrou que passar longos períodos sentado, ou seja, mais de três horas seguidas, aumenta significativamente o risco de uma série de problemas de saúde.  Muito tempo sentado pode aumentar o risco de doenças cardíacas em até 64%. Também faz com que o risco para certos tipos de câncer aumente, está ligado à doença renal e pode tirar até 7 anos da vida de uma pessoa.

2. Usar calças muito apertadas

Você ama os seus jeans “skinny”? Apenas certifique-se que eles não são extremamente justos, pois calças muito apertadas têm sido associadas a danos nos nervos.

Sim, as calças jeans muito apertadas podem comprimir um nervo na virilha, levando a uma condição chamada de meralgia parestésica, que pode levar a pessoa a sofrer com formigamento, queimação, ardência, perda de sensibilidade e dor na parte externa da coxa. Isso pode durar semanas ou até meses após o jeans sair de moda.

3. Deixar que o estresse tome conta de você

O estresse é uma importante resposta fisiológica, mas ao mesmo tempo é projetado para lhe dar a energia para, por exemplo, fugir de um animal selvagem. Porém, não faz tão bem quando você está sentado na sua cadeira do escritório em frente de uma lista enorme de coisas para fazer.

Uma pesquisa realizada em 2013 pela Associação Americana de Psicologia descobriu que 45% dos adultos sentiam que seus níveis de estresse tinham aumentado ao longo dos últimos cinco anos.

Quando o estresse começa a interferir em sua capacidade de viver uma vida normal é considerado “crônico”, e é quando ele pode ter grandes efeitos a longo prazo em sua saúde.

Tem sido comprovado que ele cria tensão e dor muscular, e normalmente aumenta a frequência cardíaca e pressão arterial, podendo contribuir para doenças do coração, além de que pode aumentar o risco de diabetes tipo 2 nas pessoas e cria toda uma série de outros problemas gastrointestinais, sistema nervoso e reprodutivo.

4. Comer doces e açúcar sem se dar conta

Mesmo se você conscientemente evita aquele pote cheio de doces que está no seu caminho, provavelmente ainda assim está comendo muito açúcar.

Estima-se que a maioria das pessoas consomem cerca de 500 calorias extras por dia por meio do açúcar. E é difícil isso não acontecer, afinal o açúcar está presente em quase tudo.

Não só o fato de comer demais faz com que seja ainda mais difícil para a pessoa manter um peso saudável (o que apresenta uma série de problemas de saúde em potencial), mas o açúcar também pode aumentar o risco de doenças cardíacas, certos tipos de câncer, e o mesmo tipo de toxicidade hepática e efeitos nocivos para a saúde como ao consumir bebidas alcoólicas em excesso.

5. Permanecer em ambientes internos

Hoje em dia a maioria das pessoas passar a maior parte de suas vidas dentro de casa. Isso significa que as pessoas passam pouquissimo tempo ao ar livro, em contato com a natureza e com o sol, principalmente.

Isso não significa apenas que se praticou menos exercícios físicos e respirou menos ar fresco do que a sua mãe gostaria que se fizesse, mas permanecer em uma área interna vem com uma longa lista de riscos potenciais para a saúde.

Tomar um pouco de sol aumenta a produção de vitamina D, que é difícil de obter através dos alimentos, e é essencial para a saúde.

Passar algum tempo ao ar livre também ajuda a reduzir o estresse e melhora a saúde mental.

6. Deixar de manter uma “higiene do sono” adequada

“Higiene do sono” não significa mudar a sua roupa de cama ou tomar banho antes de dormir. Ela é definida como as atividades que contribuem para uma melhor qualidade do sono.

Uma pesquisa realizada pela National Geographic Channel em 2014 constatou que 73% das pessoas com idades de 18 anos para cima dormem menos que oito horas por noite – embora 54% tenham afirmado que precisavam de pelo menos isso para se sentirem descansadas.

O principal motivo pelo qual muitas pessoas dormem tão pouco é devido a não priorizarem o sono, envolvendo-se em uma série de comportamentos que fazem com que a sua dose diária necessária se torne ainda mais difícil de alcançar.

Então, o que significa uma boa higiene do sono? Significa evitar estimulantes como cafeína e bebidas alcoólicas antes de dormir, estabelecer um horário regular para se deitar, manter o quarto escuro, fresco e livre de distrações, ficando longe de dispositivos eletrônicos antes de dormir.

7. Manter as luzes acesas

Quando o sol se põe, as pessoas acendem as luzes…e as televisões, computadores e celulares. Mas isso não apenas faz com que as pessoas se mantenham despertas até tarde, mas também altera o relógio biológico delas.

Devido ao relógio biológico usar da luz para determinar quando é hora de dormir e quando é hora de acordar, a exposição à iluminação artificial pode ajudar a criar distúrbios do sono.

O impacto da perturbação deste ritmo pode causar uma desordem no sistema imune, doença cardiovascular, diabetes, osteoporose e câncer de mama. Evite ficar lendo no celular ou vende televisão na hora anterior de dormir.

8. Permanecer em um trabalho chato

Mais um motivo para pedir demissão: permanecer em um trabalho chato é ruim para a sua saúde.

De acordo com um artigo publicado sobre esse assunto em 2012, o tédio no trabalho está associado ao aumento do risco de cometer erros relacionados ao trabalho.

Como muitos desses comportamentos surpreendentemente pouco saudáveis mas ao mesmo tempo tão presentes no cotidiano das pessoas podem fazer parte do seu dia a dia? Preste atenção e cuide-se ainda mais.

Você comete algum desses erros para a sua saúde com frequência no seu dia a dia? Qual é o pior para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...

 

Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

2 comentários em “8 Coisas Terríveis Que Você Faz Para o Seu Corpo Todos os Dias, Segundo a Ciência”

  1. O item 6 da lista é o que mais me atinge. Não consigo estabelecer uma hora pra dormir.

    Sempre durmo após 00:00h.

    Na maioria das vezes, vou dormir quase na hora de acordar.