Amido de Milho no Rosto é Bom Mesmo?

Especialista:
atualizado em 08/06/2020

Confira se a aplicação de amido de milho no rosto é válida, quais seriam os possíveis benefícios para a pele e efeitos colaterais.

Estamos acostumado a encontrar o amido de milho na cozinha, onde ele pode ser utilizado em receitas como biscoitos, bolos, molhos e tortas, por exemplo. Mas você sabia há quem use o produto dentro da sua rotina de beleza, passando o amido de milho no rosto?

Será que isso realmente funciona? Será que essa receita não pode prejudicar a pele de alguma maneira? Veremos mais abaixo.

O amido de milho

Trata-se de um produto que aparece na forma de pó fino e é obtido a partir da parte amilácea (de amido) do milho, apontou a nutricionista e mestre em nutrição humana Lizzie Streit.

“O amido de milho é feito pela remoção das proteínas e das fibras dos grãos de milho, deixando somente o centro amiláceo chamado de endosperma. Então, ele é processado na forma de um pó branco”, detalhou a nutricionista.

A mestra em nutrição humana mencionou ainda que o amido de milho é um ingrediente praticamente sem sabor, que serve mais para adicionar textura do que sabor às receitas, funcionando como um produto para engrossar determinadas preparações culinárias.

E então, será que passar amido de milho no rosto é uma boa ideia?

A YouTuber Miriam Marroquin publicou um vídeo em que sugeriu aos seus seguidores que é possível passar amido de milho na pele como substituto do pó translúcido e obter o mesmo efeito. O vídeo em que a influencer apresenta a receita caseira pode ser visualizado logo abaixo:

Entretanto, essa estratégia de beleza não é unanimidade e recebeu críticas em relação à sua segurança. A dermatologista cosmética Doris Day advertiu que não aconselharia o uso o amido de milho no rosto porque o produto serve de alimento para leveduras (fungos) que habitam na pele.

Isso significa que a aplicação do ingrediente no rosto poderia provocar infecções fúngicas na pele.

No mesmo sentido, a esteticista Tiffany Crews explicou que embora o amido de milho aparente ter ótimas capacidades de absorção de óleos, ao ser exposto à umidade, o ingrediente pode produzir substâncias fúngicas ou bacterianas.

Isso pode acontecer, por exemplo, se a pessoa que passou o amido de milho no rosto começar a suar enquanto o produto ainda se encontra na sua face, afirmou a esteticista, que alertou também que esse fenômeno pode resultar em surtos e inflamações na pele.

Para quem cogitou utilizar o amido de milho no rosto como uma forma de economizar e não gastar com pós translúcidos/iluminadores/fixadores mais caros, vale a pena conhecer essa alternativa ao uso do ingrediente: utilizar uma sombra de olhos de coloração clara para aplicar o corretivo abaixo dos olhos.

O amido de milho nos produtos de maquiagem é diferente do amido de milho culinário

A YouTuber Miriam Marroquin argumentou em uma postagem no Instagram que o produto é um ingrediente encontrado na formulação de pós translúcidos/iluminadores/fixadores caros.

No entanto, ainda que o amido de milho possa realmente estar presente na composição de alguns produtos de maquiagem, vale ressaltar que o amido de milho encontrado nesses produtos é um que foi previamente tratado para ser utilizado na pele, não o amido de milho que costumamos comprar nos supermercados.

A questão da alergia

Esses não são os únicos problemas que aplicar amido de milho no rosto pode provocar – o uso daquele amido de milho comumente encontrado nos supermercados pode provocar uma reação alérgica, caso a pessoa sofra com uma alergia alimentar ao milho ou ao milho que não é livre de transgênico.

Se porventura, mesmo com todos os problemas associados à aplicação de amido de milho no rosto, você resolva arriscar, acabe passando o produto na pele e desenvolvendo uma reação alérgica, procure rapidamente o auxílio médico, mesmo que não imagine de tratar de um sintoma tão grave assim.

O mesmo vale para a manifestação de qualquer outro tipo de efeito colateral após passar o ingrediente na pele.

Isso é importante para verificar a real seriedade do problema em questão, receber o tratamento apropriado, confirmar se o problema foi provocado por uma alergia e/ou um uso inapropriado do amido de milho e saber quais cuidados necessitará tomar a partir de então em relação ao ingrediente.

O envelhecimento precoce

Outra hipótese levantada é que passar amido de milho no rosto pode ter uma associação com o envelhecimento precoce. Isso porque o amido de milho é composto por açúcar.

De acordo com a esteticista Tiffany Crews, quando consumido excessivamente o açúcar se junta às células da pele e começa a degradá-las, o que tem como resultado uma decomposição de colágeno e o envelhecimento precoce.

A esteticista ressaltou ainda que embora não existam muitas pesquisas conduzidas a respeito dos efeitos do açúcar quando o mesmo é passado na pele, existe a possibilidade de que aplicar produtos compostos pela substância no rosto poderia acelerar o envelhecimento.

Antes de aderir a um truque de beleza encontrado na internet

É sempre aconselhável perguntar a um médico dermatologista se a receita em questão é realmente segura para você. Isso porque mesmo que o truque tenha sido inofensivo para a blogueira ou YouTuber que ensinou o passo a passo, nada garante que ela também será inofensiva para você, tendo em vista que diferentes pessoas têm diferentes rostos, com diferentes tipos e problemas de pele.

Além disso, tenha sempre em mente que artigos como este servem unicamente para informar e jamais podem substituir as orientações profissionais e qualificadas de um médico dermatologista.

Você já sabia se amido no rosto é bom mesmo? Conhece alguém que possa confirmar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário