Anticorpos do Sangue de Recuperados de COVID-19 Podem Ser Arma para Tratar Infectados

Cientistas chineses fizeram uma descoberta que pode revolucionar a busca por um tratamento para a pandemia do novo coronavírus: pacientes tratados com plasma de pessoas já recuperadas da Covid-19 podem apresentar melhoras, segundo o estudo divulgado revista científica Jama.

O plasma é a parte líquida do sangue e já vem sendo usado com sucesso pela medicina desde a pandemia do vírus influenza H1N1, passando pela epidemia de Síndrome Aguda Respiratória (chamada de Sars-CoV-1) e pela epidemia de síndrome respiratória do Oriente médio (Mers-CoV).

Falando nelas, você sabe qual é a diferença entre surto, epidemia e pandemia?

O grupo de cientistas chineses isolou vários anticorpos que podem ser “extremamente eficientes” para impedir a capacidade do novo coronavírus de entrar nas células, o que pode ser útil tanto para tratar como para prevenir a nova doença.

Cinco pacientes em estado grave diagnosticados com a Covid-19 no 3º Hospital Popular de Shenzhen apresentaram melhora após o tratamento com plasma de pessoas que se recuperaram. Todos estavam respirando por meio de aparelhos anteriormente.

Três dos cinco tratados voltaram a respirar sem a ajuda de aparelhos dentro de duas semanas. Eles receberam alta hospitalar após permanecerem internados cerca de 50 dias. Os outros dois estão em condição estável após 37 dias da transfusão.

Entre os cerca de 20 anticorpos testados, 4 conseguiram bloquear a entrada viral, e destes, 2 foram “imensamente bons” para tal, disse o pesquisador Zhang Linqi, da Universidade Tsinghua, de Pequim.

Agora, a equipe de cientistas procura identificar os anticorpos mais poderosos e possivelmente combiná-los para acabar com o risco de o novo coronavírus sofrer uma nova mutação.

Zhang afirma que um remédio feito com anticorpos como os descobertos na pesquisa poderia ser usado de forma mais eficaz para tratar e prevenir a doença do que as abordagens atualmente praticadas.

Hoje, vacinas contra o novo coronavírus estão sendo desenvolvidas no Brasil e no mundo através de diferentes métodos, além de serem testados o uso de remédios como a hidroxicloroquina para o novo coronavírus, a mefloquina pela Agência Biomédica Russa e a produção de outros medicamentos como o Remdesivir por uma empresa americana.

Você acredita que os cientistas podem chegar em breve a uma opção de tratamento para o novo coronavírus? Tem procurado se prevenir contra a doença? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário