Novo Vírus da Gripe Com Potencial Pandêmico É Encontrado na China

Especialista:
atualizado em 30/06/2020

O mundo ainda está longe de se recuperar da pandemia do novo coronavírus e já surge outra notícia preocupante: um estudo recente apontou que uma nova cepa do vírus da gripe com potencial para provocar uma pandemia foi encontrada na China. Uma cepa é descrita como uma espécie de evolução do vírus inicial.

A nova linhagem do vírus da gripe é semelhante à gripe suína do ano de 2009, porém apresenta algumas mudanças. Os autores da pesquisa apontaram que o novo vírus, que foi chamado de G4 EA H1N1, tem os porcos como hospedeiros, entretanto, possui todas as características para se adaptar e infectar os seres humanos. Portanto, segundo eles, a nova cepa precisa ser monitorada de perto.

A preocupação dos cientistas é que essa nova linhagem do vírus da gripe poderia sofrer uma mutação, ser transmitida facilmente de pessoa para pessoa e causar um surto global, assim como ocorreu com a COVID-19.

O pior é que por se tratar de um tipo novo do vírus causador da gripe (influenza), é possível que os seres humanos tenham pouca ou nenhuma imunidade a ele.

Qual o perigo do novo vírus da gripe?

Se sabemos o que o novo coronavírus pode provocar no organismo de uma pessoa e os sintomas da COVID-19 levantam tantas preocupações, a nova cepa do vírus da gripe encontrada na China também deve nos deixar ressabiados. O G4 EA H1N1 pode crescer e se multiplicar nas células que revestem as vias aéreas humanas.

Os pesquisadores identificaram evidências de infecção recente em pessoas que trabalhavam em matadouros e na indústria suína na China. Aparentemente, as vacinas que se tem hoje contra a gripe não protegem contra o G4 EA H1N1, entretanto, podem ser adaptadas para isso, caso seja necessário.

Mas vamos com calma: até então, a nova cepa do vírus não representou uma grande ameaça. Segundo um dos autores da pesquisa, o professor de medicina veterinária molecular da Universidade de Nottingham no Reino Unido Kin-Chow Chang e seus colegas no estudo, o que se deve fazer é ficar de olho nessa nova linhagem do vírus da gripe.

“No momento, estamos distraídos com o coronavírus, e com razão. Mas não devemos perder de vista novos vírus potencialmente perigosos”, afirmou Chang. O professor da Universidade de Nottingham e seus colegas escreveram na revista Proceedings da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos que medidas devem ser implantadas imediatamente para controlar o vírus nos porcos e monitorar de perto as pessoas que trabalham com os animais.

Para o chefe do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Cambridge na Inglaterra, James Wood, o estudo de Chang e seus colegas é um lembrete de que o mundo está constantemente sob o risco de surgimento de patógenos (organismos causadores de doenças) e de que os animais de criação podem ser uma fonte de vírus desencadeadores de pandemias.

O trabalho de Chang e seus colegas foi publicado no dia 29 de junho.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar na nova cepa do vírus da gripe? Tem seguido as diretrizes de prevenção para a COVID-19 enquanto isso ou já foi infectado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário