BCAA em Pó, Cápsula ou Líquido – Qual Escolher

Treinamento, alimentação e descanso são os três fatores essenciais para o ganho de massa muscular, mas eles podem não ser os únicos. Para aqueles que já treinam há um certo tempo e querem melhorar seus ganhos na academia, somente a dieta pode não ser suficiente para suprir todas as necessidades nutricionais. Afinal, os exercícios intensos exigem não só mais energia como também mais proteínas para a reconstrução muscular.

Nesse caso, os suplementos alimentares são uma ótima opção para acrescentar mais nutrientes à dieta de maneira prática, a fim de acelerar o crescimento muscular. O BCAA é exatamente um destes suplementos, uma vez que é formado por aminoácidos que complementam as proteínas já obtidas naturalmente através da alimentação diária.

Mas se os benefícios dos aminoácidos são praticamente inquestionáveis, a melhor forma de tomar o BCAA ainda é fonte de dúvidas, uma vez que você pode encontrar o BCAA em pó, cápsulas e até mesmo líquido. Qual delas escolher?

Saiba mais sobre o BCAA

Abreviação em inglês de branched-chain amino acids, ou aminoácidos de cadeia ramificada, o BCAA é na verdade um suplemento composto por três diferentes aminoácidos: valina, leucina e isoleucina.

Considerados aminoácidos essenciais – ou seja, que não são sintetizados pelo próprio corpo e devem ser obtidos através da alimentação -, os BCAAs formam até 35% da massa muscular total do nosso corpo. São, portanto, indispensáveis para a manutenção permanente dos músculos, bem como a formação de novas fibras musculares.

Ou seja, o BCAA repara o tecido muscular lesionado durante os exercícios, constrói novas células musculares e diminui alguns sintomas do pós treino, como a dor muscular tardia.

Como resultado, você se recupera mais rapidamente entre as sessões na academia e pode voltar a treinar em pouco tempo.

Como funciona

Antes de saber se você deve escolher o BCAA em pó, cápsula ou líquido, é importante conhecermos um pouco mais sobre seu funcionamento a partir do momento em que você ingere o suplemento.

Quando você treina intensamente na academia, suas reservas de glicogênio são consumidas muito rapidamente, de maneira que seu corpo é obrigado a recorrer ao próprio tecido muscular como reserva de aminoácidos para serem utilizados como fonte de energia.

Isso significa catabolismo e uma diminuição na massa magra, que é exatamente o oposto do que você busca através dos exercícios de resistência. Utilizar um suplemento com aminoácidos pode minimizar esse efeito, já que o BCAA passa a ser utilizado no lugar da própria musculatura.

Ou seja, o BCAA no pré ou pós treino ajuda a reduzir a degradação de proteínas musculares, ao mesmo tempo em que estimula a síntese de novas proteínas e acelera a recuperação do tecido para os próximos treinos.

O BCAA também atua sobre a liberação de insulina, hormônio que estimula a entrada de glicose nas células musculares (onde serão utilizadas como fonte de energia). Quando o corpo utiliza a glicose (açúcar) para gerar a energia necessária para suas funções, o tecido muscular é preservado e a ocorrência do catabolismo é minimizada.

E, por último, o BCAA ainda estimula a liberação de hormônio do crescimento (GH) e de IGF-1 (fator de crescimento), dois compostos que favorecem a síntese de proteínas e promovem o crescimento muscular.

É Melhor Tomar BCAA em Pó, Cápsula ou Líquido?

Antes de falarmos sobre os prós e contras dos diferentes tipos de BCAA disponíveis no mercado, é importante ressaltar que não existe até o presente momento nenhum estudo científico que afirme que uma das três formas é superior à outra.

Ou seja, existem vantagens e desvantagens em cada uma delas, mas do ponto de vista do desempenho esportivo e da recuperação muscular, não há comprovação de que você deve escolher o BCAA em pó porque ele é melhor que as cápsulas, e vice-versa.

O mesmo vale para a velocidade de absorção, já que muitos dizem que o BCAA líquido é mais facilmente assimilado do que as outras formas do suplemento. Embora isso seja em parte verdade (afinal o líquido passa rapidamente pelo trato digestivo), também não existem estudos que comprovem que os resultados com BCAA líquido foram melhores do que aqueles obtidos com o suplemento em pó ou em cápsulas.

O que é possível fazer, portanto, é ponderar as características de cada apresentação do BCAA, sempre de acordo com suas necessidades e objetivos específicos. Vamos lá:

 – BCAA em cápsula

bcaa-caps

Apresentação mais comum, o BCAA em cápsula pode ser encontrado geralmente nas concentrações de 500 e 1000 mg. Alguns fabricantes indicam que preferem comercializar o BCAA em cápsula pela maior facilidade de controlar as proporções dos três aminoácidos de cadeia ramificada.

Pesquisas indicam que a proporção ideal de leucina para a valina e isoleucina seria de 4:1:1, pois essa seria a correlação a partir da qual o BCAA seria mais eficiente para a reconstrução do tecido muscular.

Contra esse argumento há o fato de que é praticamente impossível verificar essa proporção em cada uma das cápsulas de BCAA, já que elas não são embaladas individualmente. Além disso, a cápsula não contém apenas aminoácidos puros, já que outros ingredientes são acrescentados ao produto.

Para aqueles que utilizam uma grande quantidade do suplemento diariamente, consumir várias cápsulas de BCAA de uma única vez pode causar uma irritação estomacal, já que as cápsulas não são exatamente pequenas.

Por outro lado, se você vai do trabalho ou da faculdade direto para a academia e prefere tomar o BCAA antes do treino, as cápsulas podem ser a melhor opção, pois são práticas e podem ser consumidas rapidamente com apenas um pouco de água.

– BCAA em pó

bcaa-po

De acordo com os próprios fabricantes do produto, a principal diferença do BCAA em pó para a versão em cápsulas é a pureza.

Como o BCAA em pó não precisa de excipientes para facilitar o processo de fabricação (que é exatamente o que ocorre com as cápsulas), a concentração de aminoácidos é maior por grama do produto, o que significa maior aproveitamento e melhor custo x benefício.

E exatamente por ser mais barato que o BCAA em cápsula, o produto em pó é uma boa opção para quem já gasta muito com outros suplementos ou então não quer ter o trabalho de consumir dezenas de cápsulas toda semana.

Sobre a absorção: você não precisará digerir as cápsulas, de maneira que o BCAA em pó tem assimilação mais rápida.

– BCAA Líquido

bcaa-liquido

O BCAA líquido tem a óbvia vantagem da praticidade – você não precisa misturar o pó ou então digerir uma série de cápsulas para ter acesso aos benefícios do BCAA.

Além disso, o BCAA líquido é uma boa opção para consumir aminoácidos durante o treino, ou mesmo em outros momentos do dia em que você está com pouco tempo.

A absorção também é mais rápida, embora algumas pessoas relatem irritação gástrica com o suplemento. As desvantagens do BCAA líquido ficam por conta do preço do produto e da menor concentração de aminoácidos na fórmula (semelhante ao que ocorre com o suplemento em cápsulas).

Há ainda o argumento (não comprovado) que o longo período em que o produto fica na prateleira poderia alterar a integridade dos aminoácidos, diminuindo a eficácia do suplemento.

O tempo de validade do BCAA líquido também costuma ser menor que as outras formas de apresentação do suplemento.

Veredicto 

Nós já afirmamos que não é possível escolher o melhor BCAA somente com base no desempenho de cada suplemento, uma vez que não há estudos que comprovem que eles sejam de fato diferentes entre si.

O que podemos afirmar é que o melhor tipo de BCAA é aquele que se encaixa nos seus objetivos.

Se você procura praticidade mas não quer gastar muito, vá de cápsulas. Agora se o seu foco é performance, o BCAA em pó é certamente a melhor opção, já que fornece uma concentração maior de aminoácidos e possui rápida absorção.

Já o BCAA líquido pode ser uma alternativa para quem não gosta do sabor do BCAA em pó (que de fato não é dos melhores) ou então acha difícil ingerir várias cápsulas de uma única vez.

Para ajudá-lo a escolher

Fizemos abaixo um resumo com os prós e contras de cada um dos diferentes tipos de BCAA para ajudá-lo a fazer sua escolha:

1. BCAA em cápsula

Vantagem: Praticidade.

Desvantagens:

  • Custo;
  • Pode ser difícil ingerir várias cápsulas de uma única vez;
  • Menor flexibilidade em relação à quantidade exata (pode ser difícil tomar 2,5 gramas, por exemplo, se suas cápsulas forem de 1000 mg cada).

2. BCAA em pó

Vantagens:

  • Mais econômico;
  • Fácil de ser ingerido em grandes quantidades;
  • Mais concentrado;
  • Rápida absorção.

Desvantagens:

  • Pouco prático, já que precisa ser misturado com um líquido;
  • Baixa solubilidade;
  • Sabor pouco agradável.

3. BCAA Líquido

Vantagem: Praticidade.

Desvantagens:

  • Custo;
  • Menor concentração de aminoácidos.

Como Tomar o BCAA

Você pode tomar o BCAA cerca de 30-60 minutos antes ou após o treino, preferencialmente com uma fonte de carboidrato, para facilitar a absorção dos aminoácidos e diminuir os efeitos do catabolismo durante e após os treinos.

A quantidade ideal de BCAA por dia irá depender dos seus objetivos, mas pesquisas indicam que de 4-8 gramas antes do treino e 6-8 gramas após os exercícios parece ser a melhor dosagem para obter todos os benefícios do BCAA.

Lembrando que a orientação é sempre conversar com um médico ou nutricionista antes de iniciar o uso de qualquer tipo de suplementação esportiva.

Você prefere utilizar o BCAA em pó, cápsulas ou líquido? Já testou todas as formas? Qual teve o melhor resultado para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (51 votos, média: 4,04 de 5)
Loading...

6 comentários em “BCAA em Pó, Cápsula ou Líquido – Qual Escolher”

Deixe um comentário