Bioplastia de glúteos

Bioplastia de Glúteos – O Que é, Riscos, Antes e Depois e Preço

São muitos os procedimentos estéticos que visam deixar as pessoas mais bonitas. Um deles, que é especialmente procurado pelas mulheres, é a bioplastia de glúteos.

Nesse tipo de cirurgia, o aumento dos glúteos é almejado por meio de preenchimentos com certas substâncias como o PMMA.

Não só vamos explicar como funciona uma bioplastia de glúteos, como vamos mostrar quais são os riscos do procedimento e o valor aproximado que deve ser investido em uma cirurgia como essa.

Bioplastia de glúteos – O que é?

A bioplastia de glúteos é um método que permite o aumento do tamanho dos glúteos sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

Em outros países, a bioplastia de glúteos é muitas vezes vendida como um método para obter um “bumbum brasileiro”.

Além de aumentar o tamanho por meio de implantes aplicados no local, os glúteos ficam mais definidos e mais empinados do que antes, o que é o sonho de muitas mulheres.

Quem procura realizar uma bioplastia são mulheres que têm o bumbum com formato achatado ou pequenas imperfeições que as deixam desconfortáveis.

Procedimento

Você deve estar pensando como é possível aumentar o tamanho do bumbum sem uma cirurgia, não é mesmo?

Bom, a bioplastia funciona por meio de aplicação de injeções locais na região em que é desejado o aumento de volume ou uma melhor definição do contorno natural do corpo.

O composto mais usado em um procedimento de bioplastia de glúteos é o PMMA (polimetilmetacrilato), que é um polímero que quando aplicado em sua forma líquida por meio de injeções nos glúteos é capaz de deixar a região com um volume maior e com um formato arredondado.

Por não ser invasivo, o procedimento pode ser feito em um ambulatório sob o efeito de anestesia local.

As agulhas utilizadas na aplicação na verdade são microcânulas que são tão finas que não deixam nenhuma marca e nem causam sangramento na pele, o que facilita muito a recuperação.

Nos primeiros dias após a bioplastia, é importante evitar realizar esforços físicos que movimentem muito os quadris e pode ser um pouco desconfortável se sentar em uma cadeira, por exemplo.

Preço

Por se tratar de um local que precisa de grandes quantidades de PMMA, o custo de uma bioplastia de glúteos pode ser maior do que outros tipos de bioplastia que requerem menos material para o preenchimento.

Uma bioplastia de glúteos costuma custar algo entre 8 mil e 13 mil reais, dependendo da região geográfica em que o procedimento for executado e do profissional ou clínica escolhida.

Antes e depois

Preenchimentos no bumbum costumam dar ótimos resultados, como pode ser visto nas fotografias encontradas abaixo de mulheres que fizeram o procedimento.

Riscos

Apesar de ser um procedimento relativamente simples e pouco invasivo, ainda assim existem riscos associados.

Material usado nas injeções

É normal que o local fique um pouco sensível e inchado nos primeiros dias, mas o principal risco tem a ver com o uso do PMMA, que é o polímero de preenchimento mais comumente usado em uma bioplastia. Nem todo PMMA tem sua qualidade atestada, o que pode causar diversas complicações de saúde depois de aplicado.

Além disso, a menos que você escolha uma ótima clínica, não há como ter certeza sobre a procedência do material que está sendo implantado no seu corpo.

Complicações possíveis

Alguns dos riscos a que o paciente pode ficar exposto caso o PMMA – ou qualquer outro tipo de implante – usado não seja de boa qualidade são:

  • Surgimento de alergias;
  • Infecções;
  • Enrijecimento no local;
  • Formação de nódulos;
  • Dor;
  • Rejeição;
  • Necrose do tecido.

Rejeição

O risco de rejeição pelo organismo é muito alto, pois sempre que uma substância considerada estranha entra no organismo, o sistema imunológico é acionado para lutar contra esse novo composto.

Isso pode resultar em uma resposta inflamatória capaz de desencadear várias complicações de saúde e até algumas doenças.

Há ainda o risco de o PMMA se espalhar para outros locais, o que pode ser muito perigoso.Quanto mais, pior

Quanto mais, pior

Quanto maior a quantidade aplicada, maior o risco de complicações. É por isso que alguns profissionais trabalham com um limite de aplicação considerado seguro para evitar complicações de saúde em seus pacientes.

Opinião da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

De acordo com orientações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o preenchimento com PMMA só deve ser usado em casos em que o preenchimento é realmente necessário, como no caso de um acidente ou de alguma deficiência, por exemplo. Para objetivos puramente estéticos, os especialistas desaconselham realizar uma bioplastia de glúteos, já que nessas regiões a quantidade de PMMA aplicada deve ser muito grande, o que aumenta o risco de problemas.

Escolha do profissional

A escolha de um profissional qualificado também é muito importante para evitar complicações como o vazamento do material injetado para outras partes do corpo. No caso de um profissional pouco qualificado ou sem habilidades para conduzir o procedimento, o risco de complicações aumenta mais ainda.

Riscos graves à saúde

Existem vários músculos e vasos sanguíneos extensos que percorrem a região, o que exige que um profissional extremamente qualificado faça a aplicação, evitando danificar quaisquer dessas estruturas.

De acordo com informações publicadas em um estudo de 2017 no periódico Aesthetic Surgery Journal e segundo o cirurgião plástico americano Dr. Daniel Maman, se o profissional que estiver executando a bioplastia acidentalmente atingir um vaso sanguíneo, o material aplicado pode ir diretamente para o coração, podendo causar a morte do paciente.

Assim, é crucial tomar muito cuidado na escolha de um profissional muito bem capacitado.

Vale a pena fazer uma bioplastia?

Quando comparada a um implante de silicone, a bioplastia de glúteos é sem dúvida uma opção tentadora, já que ela não exige uma recuperação lenta e dolorosa. Outra grande vantagem é a ausência de cicatrizes.

No entanto, uma bioplastia normalmente não pode ser revertida, pois é muito difícil remover o conteúdo implantado, já que o mesmo pode se espalhar pelos glúteos, o que significa que os resultados alcançados não podem ser consertados. Além disso, há uma série de riscos associados ao procedimento e o fato de a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica não recomendar esse tipo de tratamento já diz muito sobre sua segurança.

Ao optar por realizar uma bioplastia de glúteos, procure sempre bons profissionais e clínicas reconhecidas no mercado estético. Assim, você estará garantindo que o material utilizado no implante é de qualidade, o que reduz o risco de complicações ainda que o custo do procedimento possa ficar mais alto.

Se você está insatisfeita com o seu corpo, nossa sugestão é que você tente modelá-lo por meio de técnicas aprovadas e consideradas seguras por especialistas renomados. A sua saúde é muito mais importante do que qualquer formato de bumbum.

Referências Adicionais:                                              

Você já fez uma bioplastia de glúteos? Como foi esse procedimento para você? Tem vontade de realizar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*