Especialista da Área:

Carambola Faz Mal Para os Rins?

🕐 24/12/2019

A carambola é uma fruta amarelinha que apresenta o formato de uma estrela e serve como fonte de nutrientes importantes para o nosso organismo funcionar corretamente, como fibras, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre, vitamina A, vitamina B5, vitamina B9, vitamina C, vitamina E e colina (vitamina do complexo B).

Mesmo oferecendo todos esses compostos benéficos ao corpo humano, tem gente que acredita que a carambola faz mal para os rins. Mas será que essa afirmação é realmente verdadeira? Vamos procurar descobrir isso!

Será que a carambola faz mal para os rins? 

Um fator que favorece o argumento de que a carambola faz mal para os rins é uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto – SP constatou que uma substância encontrada na carambola torna a fruta tóxica principalmente para pessoas que sofrem com problemas nos rins.

Eles chegaram a essa conclusão depois que identificaram a presença de uma molécula, que chamaram de caramboxina. Essa substância é encontrada em baixas concentrações na fruta, porém, causa danos. Em pessoas com saúde normal, ela é eliminada pelo organismo, mas quem sofre com insuficiência renal retém o componente.

Isso traz sintomas como soluços que duram horas, confusão mental e convulsão, e se não houver tratamento, a molécula pode até mesmo causar a morte.

Os pesquisadores ainda alertaram que mesmo quem não sofre de problemas nos rins deve consumir o alimento com moderação, pois o excesso pode trazer problemas neurológicos e insuficiência renal aguda.

Foi depois de perder um paciente na década de 1990, que faleceu depois de ter várias convulsões e ficar em coma, que o nefrologista Miguel Moysés tomou a decisão de estudar a associação entre o consumo da carambola e a intoxicação de pacientes que sofrem com a insuficiência renal.

O médico explicou que o paciente em questão não tinha nada, porém, fazia hemodiálise – que é um procedimento no qual uma máquina limpa e filtra o sangue, fazendo parte do trabalho que o rim doente não consegue executar, informou a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) -, comeu duas carambolas e começou a passar mal.

O nefrologista também contou que na mesma semana desse caso, houve uma situação parecida com outro paciente em coma, que tinha consumida uma quantidade elevada de suco de carambola.

A pesquisa se estendeu e teve o envolvimento de 19 profissionais como médicos, químicos, farmacêuticos e biólogos, que testaram ratinhos de laboratório para comprovar como a fruta pode afetar indivíduos com problemas nos rins.

Quando esses animais entravam em contato com a carambola, davam início a um estado epiléptico, com uma convulsão prolongada, e vinham a falecer. Foi possível estabelecer os mesmos sintomas em seres humanos.

Ao longo do experimento, os cientistas conseguiram isolar e identificar a substância da fruta que causa o problema, a tal da caramboxina. O farmacêutico Norberto Lopes participou da pesquisa e explicou que essa molécula descoberta por ele é instável, derivada de um aminoácido natural e acaba sendo confundida pelo organismo.

De acordo com Lopes, sua alta solubilidade na água deveria fazer com que ela fosse eliminada por meio da filtração renal, entretanto, se o paciente não tem um rim que consegue filtrá-la, ela fica na circulação. Por estar mascarada, ela penetra e chega até o sistema nervoso central, podendo causar vários danos, completou o farmacêutico.

Fruta pode causar o acúmulo de oxalatos 

Em artigo publicado no The Daily Star, o médico Gulshan Mukhiya afirmou que a carambola contém elevados níveis de oxalatos em sua composição, substâncias que podem ser acumuladas nos rins quando o consumo ocorre de maneira excessiva e, principalmente, de forma crua e de estômago vazio.

Para o médico, 300 ml de suco de carambola já podem afetar uma pessoa saudável. Ele explicou ainda que o acúmulo de oxalatos nos rins pode provocar a produção baixa de urina e insuficiência renal.

Em casos de indivíduos que já sofrem com a função renal prejudicada, o médico alertou que a fruta pode ser fatal e provocar uma paralisação repentina nos rins.

Mukhiya recomendou que pessoas saudáveis tomem menos que 300 ml do suco de carambola e não consumam a bebida de estômago vazio porque isso contribui com a absorção de oxalatos e perturba o estômago e o intestino. Ele também indicou não tomar o suco pura da fruta, porém, prepará-lo de maneira diluída.

O médico também orientou que pessoas que sofrem com hipertensão, diabetes e obesidade – que têm um risco mais elevado de desenvolver doença renal – ou indivíduos com histórico de doença renal na família devem evitar a carambola como medida de prevenção.

Para quem experimentar náusea, vômito, dor abdominal e baixa produção de urina depois de consumir a fruta, Mukhiya aconselhou buscar a ajuda imediata de um nefrologista.

Outro exemplo da vida real 

O médico Gulshan Mukhiya contou que teve contato com um paciente saudável de 54 anos de idade com uma baixa produção de urina que sugeria uma insuficiência renal aguda.

Ele contou que a pessoa tinha tomado 300 ml de suco de carambola de estômago vazio e, primeiramente, sofreu com um ataque repentino de vômito, náusea e dor abdominal dentro de horas e, depois disso, foi levado ao hospital.

Mukhiya explicou que, progressivamente, o paciente desenvolveu a insuficiência renal aguda e que uma biópsia nos rins revelou a presença de diversos cristais de oxalato microscópicos e incolores. Segundo o médico, o paciente recebeu o tratamento, que incluiu duas sessões de hemodiálise, e depois de aproximadamente 20 dias do consumo da carambola, a sua função renal foi completamente recuperada.

Você já tinha ouvido falar que a carambola faz mal para os rins? Conhece outra história de alguém que tenha passado mal por consumi-la? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...

1 comentário em “Carambola Faz Mal Para os Rins?”

  1. Já tive a experiência de comer uma carambola pela manhã, eu estava trabalhando, e logo após comecei sentir uma dor na região renal seguido de náuseas. A dor foi aumentado e fui para na emergência, tomei Buscopan composto na veia, logo passou a dor. Fiz exames e acusou cristais de oxalato na urina, a Usg deu normal. Carambola, pra mim, nunca mais.

Deixe um comentário