Carne no nariz – Causas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 16/09/2021

A carne nasal ou carne esponjosa nasal é o termo popular para designar o inchaço nas adenoides ou cornetos nasais.

  Continua Depois da Publicidade  

Os cornetos são estruturas que ficam dentro do nariz, e são responsáveis pelo aquecimento do ar que respiramos. Já as adenoides fazem parte do sistema imunológico. 

Pessoas que sofrem com carne no nariz podem, além da dificuldade para respirar, sofrer de ronco, sono inquieto, lábios secos, mau hálito, resfriados recorrentes e infecções na garganta e no ouvido frequentes, prejudicando bastante a qualidade de vida.

De fato, a carne esponjosa dificulta a respiração, pois ela acaba bloqueando a passagem de ar para os pulmões. Quando os sintomas estão presentes e a pessoa não recebe o tratamento adequado, é possível que surjam complicações de saúde, que podem incluir:

  • Dentes tortos durante infância e adolescência;
  • Voz fanha;
  • Irritabilidade;
  • Apneia e outros distúrbios do sono;
  • Infecções respiratórias.

Por isso, o ideal é consultar um otorrinolaringologista ao suspeitar que você tem carne esponjosa.

Muitas vezes, o problema é identificado durante a infância. Mas muitos adultos podem ter carne esponjosa no nariz sem se dar conta disso.

Portanto, veja as possíveis causas dessa condição e saiba como tratar.

  Continua Depois da Publicidade  

Causas de carne no nariz

irritação no nariz

Causas mais comuns

A carne esponjosa pode surgir ainda na infância, seja por conta de fatores genéticos ou por alterações no desenvolvimento das estruturas internas do membro. 

A causa mais comum é o aumento das adenoides, que são glândulas que ficam atrás do nariz, logo acima do céu da boca. Essas estruturas crescem mais ou menos até os 6 anos de idade e depois começam a diminuir de tamanho. Em alguns adultos, ela desaparece por completo, já que sua principal função é ajudar a proteger o sistema imune, principalmente das crianças.

Certamente, elas são muito importantes para o sistema imunológico, pois ajudam a barrar a entrada de bactérias e outros germes no sistema respiratório inferior, prevenindo infecções mais graves.

adenoide aumentada vs adenoide normal

Quando as glândulas adenoides tem um tamanho adequado, sua presença não traz nenhum problema e até ajuda a te proteger de doenças. Porém, se elas crescem, os desconfortos relacionados à carne no nariz podem surgir.

Fatores que também podem interferir no crescimento das glândulas adenoides são:

Causas menos comuns

Outra causa por trás da carne esponjosa no nariz pode ser a hipertrofia de cornetos, que são estruturas que servem para filtrar e umidificar o ar que entra pelo nariz. No entanto, o inchaço ou hipertrofia de cornetos pode prejudicar esse processo e causar sintomas respiratórios desagradáveis.

  Continua Depois da Publicidade  

Como tratar

remédio no nariz

O tratamento é prescrito por um médico otorrinolaringologista de acordo com a causa. No caso do aumento das adenoides, o tratamento só é necessário quando há uma infecção em curso ou quando há um impacto negativo na qualidade de vida do paciente.

Os remédios mais usados para desinchar a adenóide são os anti-inflamatórios. Em alguns casos, é possível que o médico indique um antialérgico em caso de alergia ou um antibiótico se houver infecção bacteriana. Há ainda os corticoides em spray, que podem ajudar a reduzir o tamanho das glândulas.

Se nenhuma das estratégias acima for suficiente para aliviar os sintomas da carne no nariz, a adenoidectomia pode ser a solução. Trata-se de uma cirurgia relativamente simples para remover os adenoides.

Em uma adenoidectomia, é preciso se submeter a uma anestesia geral e passar pelo menos uma noite no hospital em observação. A recuperação dura cerca de 1 semana e conta com o apoio de analgésicos para a dor e antibióticos para prevenir infecções. Além disso, é importante descansar bastante e evitar alimentos duros e quentes que prejudicam a cicatrização.

No caso da carne esponjosa causada pelo aumento dos cornetos nasais, o tratamento também é cirúrgico e se chama turbinectomia. Nesse cenário, é feita uma redução no volume dos cornetos nasais para melhorar os sintomas respiratórios.

  Continua Depois da Publicidade  

Em qualquer um dos procedimentos, é recomendado retornar ao médico se você apresentar febre ou qualquer tipo de sangramento excessivo.

Dicas finais

Por último, vale lembrar que os sintomas da carne no nariz geralmente pioram com a exposição à poluição e ao tabagismo. Além disso, quem tem alguma alergia também costuma sofrer mais com a carne esponjosa.

Sendo assim, faz parte do tratamento evitar se expor a substâncias irritantes, evitar o cigarro e, se possível, circular em locais mais arborizados e menos poluídos.

Fontes e referências adicionais

Você já teve carne esponjosa no nariz? Já notou algum dos sintomas dessa condição? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário