Como as Pessoas Se Exercitavam nos Séculos Passados?

Especialista:
atualizado em 14/01/2020

Se hoje em dia, com toda a tecnologia que temos à nossa disposição, as academias estão cheias de esteiras, bicicletas ergométricas e aparelhos de levantamento de peso modernos, nós podemos registrar o nosso desempenho nos treinamentos nesses equipamentos e na corrida em aplicativos que baixamos em poucos minutos no smartphone e utilizar roupas confortáveis e apropriadas para cada sessão de exercícios, séculos atrás a história era bem diferente.

O primeiro local que pode ser chamado de academia foi fundado no final do século 19, em Estocolmo, na Suécia, no instituto do médico sueco Gustav Zander. Criado com o intuito de tratar crianças e trabalhadores homens, o estabelecimento do Dr. Zander contava com o apoio do estado e por isso também era acessível a pessoas com poucos recursos financeiros.

7bboaforma

Tudo isso com o objetivo de corrigir problemas físicos causados por acidentes ocorridos no parto das crianças ou no trabalho dos homens adultos. O médico acreditava que a chave para manter a saúde era trabalhar os músculos do corpo de maneira controlada e sistemática, conseguindo assim ganhar fortalecimento.

O Dr. Zander criou 70 aparelhos e a estrutura de seu instituto contava com equipamentos como o chamado “cavalo mecânico”, que servia para o treino cardiovascular, além de uma engenhoca similar às máquinas de abdominais que conhecemos hoje em dia e uma máquina que mexia com a postura dos pacientes, prometendo endireitar a coluna (figura a seguir).

7cboaforma

Ele ainda definia o seu método como uma “prevenção contra os males gerados por uma vida sedentária e o isolamento no escritório.”

Olhando as fotos que ilustram o nosso artigo, tudo pode parecer um tanto quanto distante na nossa realidade, mas isso não elimina a importância que o instituto do médico sueco teve para o mundo fitness. Isso porque ao serem levados da Europa para os Estados Unidos, no começo do século 20, os equipamentos de Gustav Zander deram origem e serviram de protótipo para os aparelhos de ginástica que fazem parte da nossa vida atualmente.

Uma vez nos Estados Unidos, ele teve como público-alvo de sua clientela os homens americanos, que começavam a enriquecer naquele período, e suas esposas. Baseado na ideia de que o seu método oferecia a melhoria do bem-estar e da capacidade para trabalhar e que o tempo gasto nos aparelhos valeria a pena, que ele anunciava os seus produtos.

Com isso, as invenções de Zander foram tomando conta de spas, instituições privadas e ginásios. Como esses estabelecimentos não tinham o apoio do governo, como aconteceu com o instituto do médico na Suécia, o acesso ficava restrito somente às pessoas que tinham mais dinheiro.

7dboaforma

E como você pode perceber nas imagens, o pessoal das antigas não perdia a pose nem na hora de malhar, já que se exercitavam de terno e gravata ou trajando os seus volumosos vestidos.

Ainda no século XIX, foi inventada uma espécie de corpete magnético, equipado com o que aparentam ser agulhas, similares ao que encontramos nos tratamentos de acupuntura, que supostamente ajudava a curar a paralisia, a indigestão e o reumatismo.

7eboaforma

Um pouco mais tarde, lá pelo ano de 1920, o que apareceu no mercado fitness foi uma assustadora engenhoca que prometia fornecer ao usuário uma “coluna jovem”. O tal Molby Revolving Hammock (algo como Rede Giratória Molby, em inglês) afirmava ser capaz de alongar os músculos de uma pessoa, ao mesmo tempo em que endireitava a sua coluna, acalmava a ansiedade, deixava o peito maior e trazia a forma de ampulheta ao corpo. Tudo isso sem tensionar o sistema nervoso simpático, como a propaganda abaixo mostra.

7fboaforma

Uma década mais tarde, apareceu outro equipamento similar a um cavalo, que alegava ser capaz de acelerar a circulação, estimular o fígado, aumentar o apetite e curar a indigestão e a gota.

7gboaforma

Já na década de 60, um dos aparelhos disponíveis para os consumidores do mercado fitness, em especial para as mulheres, era um massageador que prometia distribuir a gordura acumulada e a celulite pelo corpo.

7hboaforma

Mais fotos de equipamentos de ginástica bem antigos:

equipamento-vintage-1

equipamento-vintage-10

equipamento-vintage-9

equipamento-vintage-8

equipamento-vintage-7

equipamento-vintage-5

equipamento-vintage-2

O que você achou dos equipamentos de ginástica que o pessoal usava nos séculos passados? Teria coragem de testar algum deles ou prefere os aparelhos modernos que temos à disposição hoje? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário