Escovando os dentes

Como Escovar os Dentes Pode Ajudar a Prevenir um Ataque Cardíaco

Escovar os seus dentes frequente e corretamente para remover placas pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e infartos ao reduzir a inflamação no corpo a níveis próximos ao que pode ser alcançado pelas estatinas, um novo estudo sugere.

Cientistas americanos conduziram um teste para averiguar se uma pasta de dente especial, que combatia as placas nos dentes, poderia ajudar a saúde do coração.

Muitos estudos têm apontado que pessoas com problemas na gengiva são mais propensas a sofrerem problemas de coração, mas isso nunca havia sido ligado anteriormente à possibilidade da boa saúde dentária reduzir estes riscos.

O Estudo

Os pesquisadores concluíram que as pessoas que utilizaram essa pasta de dente especial foram capazes de remover duas vezes mais placas do que usando uma pasta de dente normal, e seus níveis de inflamação caíram 29%. As estatinas reduzem o nível de inflamação em 37%, em média.

O estudo foi liderado pelo professor Charles Hennekens, da Florida Atlantic University, que fez parte da equipe que descobriu o benefício da aspirina para a saúde do coração em 1990, e estima-se que salvou mais de um milhão de vidas através de sua pesquisa.

“Eu acho que isso pode ser de grande ajuda para dezenas de milhões de pessoas que utilizam estatinas, aspirina e betabloqueadores e outros agentes que ajudam a tratar doenças cardiovasculares”, disse o professor Hennekens.

“O que é mais importante em minha opinião sobre isso é que é uma coisa tão simples de fazer e banal que parece ter um impacto tão grande. E não existem efeitos colaterais. Você recebe o benefício de uma melhor saúde oral e potencialmente grandes benefícios para o coração também.”

“Nós queremos testar isso em um maior número de pessoas com doenças cardíacas, para que possamos comprovar se ela é realmente capaz de prevenir ataques cardíacos e derrames. Portanto, este é apenas um ponto de partida, mas é um resultado bastante importante.”

No estudo, 61 pacientes receberam ou o creme dental especial ou o normal por 60 dias. Os níveis de placa e inflamação foram medidos antes e depois do estudo.

Aqueles que utilizaram a pasta de dentes especial reduziram seus níveis de placa dentária em 49% em comparação a 24% para o grupo controle. A inflamação, medida pelos níveis de proteína C-reativa, também caiu 29% para o grupo que utilizou a pasta de dentes especial, mas aumentou em 25% para o grupo controle.

A equipe de pesquisadores agora está trabalhando em uma proposta de concessão para um estudo maior de 6.000 pessoas com doença no coração para verificar se a melhora da saúde oral pode prevenir ataques cardíacos e derrames ao longo de vários anos.

Especialistas têm dito que o estudo forneceu evidências preliminares de que cuidar da saúde dental poderia ajudar na prevenção de ataques cardíacos e derrames.

Mas o consultor cardiologista Dr. Aseem Malhotra, ressalta: “A prevenção é sempre melhor que a cura e reduzir o açúcar pode ajudar a prevenir as placas dentárias em primeiro lugar, e melhorar a dieta melhora também a saúde do coração.”

Efeitos em todo o corpo

Já o Dr. Tim Chico, especialista em Medicina Cardiovascular e cardiologista da Universidade de Sheffield, acrescentou:

“Isso parece sugerir que uma melhor higiene dental é capaz de reduzir a inflamação por todo o corpo. Nós sabemos que, se as pessoas têm uma fonte de inflamação crônica (como a gengiva) pode aumentar o risco de desenvolver doenças cardíacas. A redução da proteína C-reativa vista com a melhor limpeza dos dentes pode se traduzir em uma redução do risco de doença cardíaca, mas isso exigiria um estudo muito maior e de longo prazo para provar.”

“Entretanto, parece sensato prestar atenção para melhorar a higiene dental a fim de reduzir o risco de problemas com os dentes e talvez também o nosso risco de doenças cardíacas.”

No entanto, alguns especialistas se mostraram mais cautelosos com os resultados.

Dr Michael Holmes, Senior Clinical Research Fellow em Medicina Cardiovascular, na Universidade de Oxford acrescentou: “Apesar da proteína C-reativa ser um marcador de inflamação, a própria proteína C-reativa não desempenha um papel no desenvolvimento de doenças cardíacas, o que significa que quaisquer alterações isoladamente não são significativas.”

“Estes dados não fornecem qualquer prova de que este creme dental de identificação de placas teria qualquer efeito na prevenção de doenças cardíacas. Para responder a essa questão, um grande estudo clínico especificamente voltado para este creme dental e sua relação com a redução do risco de doenças cardíacas seria necessário.”

De qualquer forma, nunca é demais cuidar melhor da nossa saúde dental, certo? Ainda mais podendo trazer benefícios tão importantes a longo prazo. E você, já escovou os dentes depois do lanchinho de hoje?

Você tem o costume de escovar os dentes quantas vezes ao dia? Acredita que o resultado dessa pesquisa faz sentido realmente? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. tenho implante dentário e acho que foi “caro”e não foi tão satisfatório como pensei,
    A gengiva vive inflamando e eu vivo mais com peças de curativos que as próteses.
    Ja passei ate agua sanitária nas gengivas ,na tentativa de melhorar as inflamações,
    mas foi um desastre!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*