Como evitar a barba inflamada 

Especialista da área:
atualizado em 08/06/2022

A sensibilidade na pele do rosto depois de fazer a barba é muito comum para os homens. Além do mais, alguns produtos pós barba podem agravar ainda mais a condição irritada da pele sensível. A irritação na pele do rosto pode se tornar uma inflamação, resultando no que se conhece como ou “foliculite”. 

A foliculite da barba ou pseudofoliculite é um problema que surge com frequência depois de raspar o rosto, e se caracteriza por uma pequena inflamação nos folículos do pelo, que são a parte mais próxima à raiz. Esta inflamação que surge na pele do rosto ou do pescoço provoca alguns sintomas desagradáveis e que incomodam não só física, mas também esteticamente.

  Continua Depois da Publicidade  

As principais consequências da foliculite são: vermelhidão, coceira e pequenas bolinhas vermelhas no rosto, estas, se não forem tratadas, podem infeccionar e causar abcessos com pus. 

Na maioria dos casos, a foliculite da barba desaparece conforme o tempo passa, e a recuperação é ainda mais eficaz com alguns cuidados básicos e essenciais, tais como lavar regularmente a região afetada com água fria ou passar um creme calmante e neutro próprio para barbear nas próximas vezes, por exemplo. 

São alguns os casos, porém, onde podem surgir bolhas com pus, sendo necessário aí, realizar um tratamento indicado por um dermatologista.

Como saber se é foliculite da barba

Coceira na barba
A barba inflamada pode causar coceira

A foliculite da barba que surge tão frequentemente após fazer a barba nas regiões do pescoço e do rosto pode ser identificada quando há vermelhidão, coceira intensa, sensibilidade na pele e em forma de pequenas “bolinhas” no rosto, que são vermelhas e inflamadas e se assemelham à acne.

Nos casos mais graves, como foi dito anteriormente, a inflamação na barba se agrava ao ponto de surgirem pequenas bolinhas com pus na raiz dos pelos da barba, que provocam dor e incômodo.

  Continua Depois da Publicidade  

Quando você está com foliculite de barba, ela geralmente é causada por pelos encravados e é por isso que surge geralmente após fazer a barba, que é quando a superfície da pele fica sensível, ou inflamada , ou ainda os pelos são cortados de forma indevida e crescem novamente para dentro da pele. Mais raramente ela também pode ser causada pela presença da bactéria Staphylococcus Aureus ou fungos na pele.

Como acontece a inflamação

Os pelos encravados são a principal causa da inflamação na barba. Em alguns casos, o nascimento irregular dos pelos do rosto acontece devido ao crescimento anômalo, enquanto em outras, devido a raspagem, os fios novos que nascem encontram dificuldades para romper a superfície da pele. E é nesse processo que o crescimento continua para dentro da pele, fazendo com que a ponta do pelo se curve e penetre novamente no folículo piloso.

Se não forem tratados ou prevenidos, os pelos encravados na barba podem causar reações inflamatórias e evoluir para uma condição mais grave, que é a inflamação na barba, quando o pelo permanece por baixo da pele.

A partir do momento que o pelo fica “preso” sob a pele, o corpo passa a considerá-lo um corpo estranho, e assim como faz com qualquer agente ou substância desconhecida, começa a trabalhar para se livrar dele, gerando como resposta a reação inflamatória, que se assemelha muito ao que acontece quando surgem espinhas.

Os primeiros sintomas da foliculite são o prurido e a dor leve, que trazem coceira. É importante não coçar a região e nem espremer as “bolinhas”, já que os riscos de lesões aumentam com arranhões feitos com as mãos, que podem contaminar a pele já inflamada.

Quando o pelo encravado e inflamado entra em contato com bactérias (presentes nas unhas ou lâminas de barbear), a inflamação pode evoluir para um caso grave de foliculite. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que causa inflamação dos pelos da barba?

As principais causas que podem contribuir para a tendência à inflamação da barba são o acúmulo excessivo de oleosidade e também de células mortas sobre a pele, que atrapalham o processo de desenvolvimento do pelo. Além, e principalmente, da falta de cuidados que devem ser tomados ao fazer a barba. 

Outras causas menos comuns são: suor excessivo, uso de curativos, presença de lesões (dermatite, acne, feridas cirúrgicas e escoriações), alterações hormonais e baixa imunidade provocada por algumas doenças. Homens que têm o pelo da barba mais enrolado também tendem a sofrer mais com o problema.

Como é feito o tratamento

Na maioria dos casos a foliculite da barba acaba por curar-se sozinha com o passar dos dias. Mas também é possível que os sintomas permaneçam durante vários dias. Nesses casos, ou quando as bolinhas vermelhas infeccionam e provocam dor, é necessário procurar um dermatologista. 

O tratamento indicado pelo médico depende dos sintomas e da causa da foliculite. Este pode incluir a utilização de sabonete antisséptico ou de pomadas de corticoides ou antibióticos.

Uma rotina comum para o tratamento é lavar o rosto com o sabonete antisséptico 2 vezes por dia, em seguida passar a pomada indicada pelo médico. Em alguns casos graves pode ser necessário o uso de medicamentos mais fortes e às vezes não tópicos, como antibióticos.

A depilação a laser também é uma boa opção de tratamento caso você sofra com foliculite da barba com frequência, uma vez que o laser usado na depilação danifica o pelo, matando-o pela raiz.

  Continua Depois da Publicidade  

Como prevenir a barba inflamada

Homem fazendo barba
Fazer a barba com cuidado e frequência é importante para evitar o problema

Você pode tomar alguns cuidados de rotina para prevenir o surgimento da inflamação da barba, como por exemplo: 

  • Fazer a barba apenas 1 vez por semana.
  • Lembrar de trocar a lâmina do barbeador quando a mesma perder o fio.
  • Cortar sempre a barba no sentido do crescimento dos pelos.
  • Evitar passar a lâmina no mesmo local 2 vezes.
  • Passar um creme hidratante após fazer a barba.
  • Em caso de inflamação, evitar estourar a bolha que se forma, e não tente arrancar o pelo encravado com pinça.

Outras medidas que ajudam na redução de oleosidade e acúmulo de células mortas sobre a pele que dificultam o crescimento saudável dos pelos, são fazer uma a esfoliação semanal, e lavar frequentemente o rosto com água morna e sabonete neutro ou Shampoo de Barba, que evita o ressecamento da pele. 

Na hora de se barbear, evite esticar a pele. É que quando você solta a pele, o pelo barbeado já está mais curto e recolhe para dentro dela, podendo encravar. Se isso acontecer, você pode seguir essas dicas para prevenir e tratar os pelos encravados.

Após fazer a barba, o ideal é enxaguar o rosto com água fria para fechar os poros e, em seguida, aplicar um balm hidratante para ajudar na cicatrização.

A pseudofoliculite também pode surgir em mulheres, especialmente em regiões com pelos mais fortes e grossos, onde foi feita a depilação com gilete, como virilha e axilas. 

Se você já sofre de inflamação nos pelos da barba, o próximo passo é consultar um médico especialista que irá analisar o seu caso e te indicar o melhor tratamento.

De todo modo, cuidados básicos como os citados acima na hora de se barbear já são muitas vezes suficientes para evitar o aparecimento ou agravamento da foliculite, e devem ser seguidos por todos para garantir uma barba e pele saudável e bonita.

Fontes e referências adicionais

Você já teve problemas com a barba inflamada? Como resolveu? Conte nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário