Pelo encravado – Dicas para se livrar e como prevenir

Especialista da área:
atualizado em 17/03/2021

Quem nunca sofreu com um pelo encravado, não é mesmo? Confira aqui várias dicas úteis para se livrar dos pelos encravados e saiba como prevenir no futuro.

  Continua Depois da Publicidade  

Aliás, vale a pena entender o que é foliculite – uma inflamação que pode ser confundida com um pelo encravado.

O pelo encravado é muito comum após a depilação com cera ou com lâmina. Às vezes, mudar de método de depilação é suficiente para controlar o problema. Sendo assim, veja como é feita a depilação a laser, uma das melhores ferramentas para acabar com os pelos encravados.

Em alguns casos, um pelo encravado pode inflamar e causar um cisto – que é uma protuberância que surge na pele que parece uma espinha. A fim de evitar a formação de um cisto, saiba como se livrar de pelos encravados.

Como acabar com pelos encravados

Antes de mais nada, é preciso saber que o pelo encrava por vários motivos, mas o principal deles resulta do ato de raspar ou depilar a pele.

O que acontece com o cabelo encravado é que ele enrola abaixo da pele e não consegue encontrar uma saída. Dessa forma, o pelo começa a crescer dentro da pele, o que pode resultar em:

  • Inchaço;
  • Vermelhidão;
  • Dor;
  • Coceira;
  • Inflamação. 

Locais em que o pelo é mais grosso – como na região pubiana, por exemplo – são mais propensos a desenvolver pelo encravado. Mas isso não impede que eles surjam em outros lugares do corpo ou em pessoas que têm pelos mais finos.

Dicas para se livrar dos pelos encravados

Apesar de muitas vezes o problema se resolver sozinho, pessoas que têm muitos pelos encravados podem se beneficiar de algumas dicas de tratamento.

1. Esfoliar a pele

A esfoliação suave da pele ajuda a remover a pele morta acumulada no local. Na maioria dos casos, uma boa esfoliação já é capaz de fazer com que os pelos retornem à superfície.

Além disso, esfoliar a pele com frequência é bom para estimular a renovação celular e deixá-la mais bonita e saudável.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Hidratar o corpo

Uma pele bem hidratada é uma pele saudável. Como resultado, as irritações na pele são menos prováveis. De fato, isso ajuda no tratamento de pelos encravados.

3. Aplicar compressa de água morna

As compressas quentes são úteis para abrir os poros. Dessa forma, o pelo tem a chance de sair e voltar a crescer para fora da pele.

Além de usar a compressa, você pode pegar uma toalha úmida e esfregar na pele em movimentos circulares suaves.

4. Parar de remover o pelo

Uma estratégia que evita o surgimento de novos pelos encravados é simplesmente parar de depilar o local. Geralmente, eles se aglomeram em um único lugar. Assim, parar de depilar aquela região é interessante para evitar ainda mais danos.

Você pode, por exemplo, esperar os pelos ao redor crescerem um pouco para diminuir a inflamação e experimentar um método de depilação que não agrida tanto a pele.

5. Usar uma pinça para ajudar na remoção

Assim que o pelo encravado estiver visível, você pode usar uma pinça esterilizada para puxá-lo. No entanto, é importante fazer isso com muito cuidado para não machucar a pele ou piorar a inflamação.

Em hipótese alguma use a pinça para cutucar um pelo encravado que ainda se encontra sob a pele.

6. Procurar um dermatologista

Sem dúvidas, o dermatologista é o melhor profissional para te ajudar a lidar com os cabelos encravados. 

  Continua Depois da Publicidade  

Em uma consulta, o médico pode prescrever retinoides para acelerar a descamação da pele. Além disso, ele pode indicar os melhores cremes para controlar a reação inflamatória e reduzir o desconforto associado aos pelos encravados.

Por fim, caso seu pelo encravado esteja com sinais de infecção, é imprescindível procurar um dermatologista.

Como prevenir

depilação a laser

Existem muitas formas de evitar que os pelos cresçam abaixo da pele, como por exemplo:

1. Trocar de método de depilação 

Essa é a primeira estratégia para evitar os pelos encravados. O ideal é usar métodos alternativos à lâmina, como a depilação a laser ou os cremes depilatórios, por exemplo.

Se ainda assim você preferir usar as lâminas, troque-as com frequência ou use uma lâmina especial, pois uma lâmina cega é capaz de gerar muitos pelos encravados. Além disso, use a lâmina sempre na mesma direção de crescimento dos pelos.

2. Fazer esfoliações regularmente

A esfoliação frequente na pele (até 2 vezes por semana) pode não só ajudar no tratamento de pelos encravados como também a preveni-los. 

Uma boa dica é usar uma toalha macia umedecida ou uma escova de dentes nova com cerdas macias para te ajudar na esfoliação.

Aliás, não se esqueça de cuidar bem da pele sempre, pois tudo começa com uma boa rotina de skincare.

3. Usar produto para depilação

Use um gel ou creme durante a depilação para reduzir a irritação. Além disso, você pode lavar a pele com água morna antes da depilação para abrir os poros. Isso vai facilitar a depilação e prevenir novos pêlos encravados. 

4. Evitar roupas apertadas

Certamente, roupas muito apertadas que não deixam a pele respirar aumentam o risco de pelos presos abaixo da superfície da pele e de inflamação. De fato, tudo que irrita a pele eleva as chances de ter um pelo encravado.

Por fim, se você quer ter uma pele saudável e livre de pelos encravados, mantenha uma boa hidratação.

Fontes e Referências Adicionais

Você tem ou já teve pelos encravados? Qual foi sua estratégia para reduzir os pelos encravados pelo corpo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário