Dispositivo intrauterino (DIU) – Como funciona e benefícios

Especialista da área:
atualizado em 14/05/2021

O DIU é um método contraceptivo muito procurado hoje em dia. Saiba como funciona e quais são os benefícios de usar o dispositivo intrauterino (DIU) para evitar a gravidez.

  Continua Depois da Publicidade  

Esse dispositivo é uma estrutura flexível em formato de T que é colocada no útero. Assim, ele evita uma gestação indesejada.

Existem vários tipos de DIU. Um deles é o dispositivo Mirena, que libera um hormônio que previne a gravidez. Há também o DIU de cobre, que é bastante popular.

Então, entenda aqui como esses dispositivos intrauterinos funcionam, qual é a diferença entre eles e quais são os benefícios de escolher esse método anticoncepcional.

Como funciona o dipositivo intrauterino (DIU)

como usar o diu

O dispositivo intrauterino é considerado um dos métodos contraceptivos mais eficazes, que podem apresentar eficácia de até 99%. Trata-se de um plástico flexível em formato de T que é introduzido no útero por um médico.

Existem dois tipos principais de DIU: o hormonal e o de metal.

DIU hormonal

O DIU hormonal funciona liberando progesterona no útero para evitar a ovulação e para dificultar a chegada do espermatozoide até o óvulo.

Além disso, o DIU hormonal atua diluindo o revestimento do útero e engrossando o muco cervical, evitando assim o transporte do esperma até o local onde ocorre a fertilização.

O efeito contraceptivo desse dispositivo é de até 5 anos.

DIU de cobre

O DIU de cobre é o mesmo plástico flexível usado no outro dispositivo, mas dessa vez revestido por cobre.

  Continua Depois da Publicidade  

Esse tipo é livre de hormônios e quem evita a gravidez é o próprio cobre. O metal ativa o sistema imunológico para evitar a gravidez.

Sendo assim, o cobre promove uma resposta inflamatória dentro do útero que dificulta bastante a entrada de espermatozóides no local.

Além disso, o cobre provoca alterações no endométrio que evitam a implantação do óvulo e que reduzem o tempo de sobrevivência do espermatozóide. Outra diferença em relação ao DIU hormonal é que o efeito do DIU de cobre pode durar mais tempo – por até 10 anos.

DIU de prata

Existe também o DIU de prata, que funciona da mesma forma que o de cobre, mas essa versão não é tão popular porque acaba sendo mais cara e dura menos tempo – apenas 5 anos.

Por outro lado, uma grande vantagem do DIU de prata é que ele torna o fluxo menstrual mais controlado em relação ao dispositivo de cobre.

Como e quando colocar o DIU

O dispositivo intrauterino (DIU) pode ser colocado em qualquer momento, desde que você não esteja grávida e que o procedimento seja feito por um profissional de saúde.

Uma vez que esteja tudo bem com a sua saúde, o médico deve inserir o DIU no útero através do colo do útero.

Na maioria das vezes, o procedimento dura apenas 15 minutos e pode ser feito com ou sem o uso de anestesia local.

  Continua Depois da Publicidade  

É normal que você sinta desconforto e algumas cólicas nos primeiros dias de uso.

Às vezes, o corpo expulsa o DIU pouco tempo após a implantação. Assim, se você suspeitar que o dispositivo saiu do lugar ou se você sentir algum incômodo nos primeiros meses de uso, marque uma consulta com seu ginecologista.

Benefícios do DIU

Além de trazer a tranquilidade de um método 99% eficaz, o DIU oferece outros benefícios, como por exemplo:

  • Pode ser usado durante a amamentação;
  • Dura bastante tempo sem a necessidade de manutenção;
  • Pode ser retirado a qualquer momento;
  • É mais barato do que outros métodos anticoncepcionais.

Aliás, se você tem dúvidas sobre a troca de métodos anticoncepcionais, veja como trocar de anticoncepcional com segurança.

No caso do DIU hormonal, há também alguns benefícios extras, como:

  • Redução das dores menstruais;
  • Menor fluxo menstrual;
  • Alívio da dor relacionada à endometriose.

Certamente, todos esses benefícios não impedem que ocorram alguns efeitos colaterais. Por isso, é importante saber que o DIU:

  • Não protege contra doenças sexualmente transmissíveis;
  • Pode tornar a menstruação mais intensa;
  • Pode piorar as cólicas menstruais;
  • Tem um risco baixo de causar infecção;
  • Não serve para quem já está grávida;
  • Pode causar dor durante a inserção.

Apesar dos contratempos que podem ocorrer, o DIU é um método contraceptivo bastante conveniente já que dura muito tempo e cumpre muito bem o seu papel de prevenir uma gravidez indesejada.

Vídeo

Se você quer entender mais sobre outros métodos contraceptivos, veja também o que a nossa nutricionista tem a dizer sobre o uso de anticoncepcional e se ele engorda ou emagrece:

Fontes e Referências Adicionais

Você já usou ou usaria um dispositivo intrauterino? Acredita que ele é seguro e eficaz contra uma gravidez indesejada? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário