Inflamação no útero – Sintomas, causas e tratamento

Especialista da área:
atualizado em 19/04/2021

A inflamação no útero pode trazer algumas consequências para a saúde feminina. Saiba quais os tipos, sintomas, causas e tratamento desta condição.

  Continua Depois da Publicidade  

O útero é o órgão reprodutor feminino. E, como qualquer outro órgão, ele também está sujeito a inflamações.

Muitos tipos de inflamação no útero podem ocorrer. Apesar de não ser a inflamação mais comum, uma delas é a endometriose. Conheça então os sintomas e tratamento da endometriose. Agora, veja abaixo qual é a inflamação mais comum e como tratá-la.

Causas da inflamação no útero

inflamação no útero

Uma inflamação no útero pode ser causada por vários motivos, mas as principais causas são:

  • Infecção por bactérias ou fungos;
  • Irritação ou alergia a produtos ou ao látex do preservativo;
  • Infecções sexualmente transmissíveis como a clamídia, a herpes, a tricomoníase ou a gonorreia, por exemplo;
  • Desequilíbrio bacteriano;
  • Mudança do pH causada por higiene ou ferimentos;
  • Alterações hormonais da gravidez.

De fato, qualquer coisa que irrite os tecidos uterinos pode causar uma inflamação.

Embora existam vários tipos, a mais comum é a inflamação no colo do útero (chamado também de cérvix ou cérvice): a cervicite.

A saber, essa é a região mais estreita do útero e que fica em contato com a vagina. É por lá que sai o sangue da menstruação, por exemplo.

Quando não tratada, ela pode evoluir e causar a doença inflamatória pélvica – condição em que a infecção se espalha para os ovários, as trompas ou o tecido do endométrio. A doença inflamatória pélvica é mais séria e pode até causar problemas de fertilidade feminina.

Sintomas da cervicite

Nem sempre a cervicite causa sintomas. Aliás, é provável que a doença seja assintomática no início. Mas ao longo do tempo é possível observar algumas mudanças significativas, como por exemplo:

  • Cólica;
  • Sangramento vaginal entre períodos menstruais ou após a relação sexual;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Coceira ou irritação vaginal;
  • Corrimento vaginal anormal e em grande quantidade;
  • Inchaço;
  • Dor abdominal;
  • Pressão na região pélvica;
  • Micção frequente e dolorosa;

Se você suspeita de uma infecção no útero, é preciso que você vá até o ginecologista e faça exames como por exemplo o papanicolau ou a colcoscopia. Além disso, o médico pode fazer um exame pélvico para avaliar o inchaço local.

  Continua Depois da Publicidade  

Como tratar a cervicite

Como sempre, o tratamento deve estar alinhado com a causa da infecção.

Em casos em que a causa for uma reação alérgica a algum produto, basta interromper o uso e esperar alguns dias.

Mas há situações em que você vai precisar de um anti-inflamatório ou de um antibiótico para combater a infecção.

Existem também remédios caseiros que podem complementar o tratamento médico ou ajudar na prevenção da cervicite. Alguns deles são:

Chá verde

De fato, um estudo de 2014 publicado na revista Molecular Nutrition & Food Research mostra que o chá verde é bom para a saúde vaginal, o que reduz o risco de infecções e até de câncer de ovário e de endométrio.

Alho

Tomar cápsula de alho é saudável e ajuda a tratar infecções bacterianas que levam à cervicite.

Probióticos

Os probióticos são bactérias saudáveis que ajudam a eliminar infecções causadas por bactérias que podem favorecer a cervicite.

Por fim, o tratamento é especialmente importante para as grávidas ou as tentantes. Isso porque a inflamação no útero pode dificultar uma gravidez ou impedir que o embrião se implante na parede do útero.

  Continua Depois da Publicidade  

Vídeo

Aliás, as mulheres também sofrem muito com a infecção urinária. Veja no vídeo da nossa nutricionista os principais sintomas da infecção urinária e saiba quando buscar atendimento médico:

Fontes e Referências Adicionais

Você já teve uma inflamação no útero? Como foi o tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário