Jabuticaba

Jabuticaba Prende ou Solta o Intestino?

Rica em antioxidantes, auxilia a digestão, a promoção da saciedade, o fortalecimento dos ossos e o combate à anemia. Essas são somente algumas das características positivas associadas à jabuticaba.

A frutinha também serve como fonte de nutrientes como carboidratos, fibras, cálcio, fósforo, magnésio, ferro, potássio e vitamina C, segundo informações da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) replicadas pelo site Tabela Nutricional.

A jabuticaba prende ou solta o intestino? 

Quando consumimos determinado alimento, geralmente não pensamos tantos nos efeitos que eles podem causar a todos os órgãos do nosso corpo. Por exemplo, você já se questionou se a jabuticaba prende ou solta o intestino? Quais serão os efeitos da frutinha neste sentido?

Para respondermos a essa pergunta, vale a pena darmos uma olhada no teor de fibras encontrados no alimento. Uma xícara de jabuticabas apresenta 1,2 g de fibras enquanto uma porção de 100 g carrega 0,8 g do nutriente.

É graças ao fato de ser fonte de fibras que a jabuticaba faz parte da categoria de alimentos que ajudam a facilitar os movimentos intestinais e auxiliam a combater a prisão de ventre, que também pode ser conhecida como intestino preso. No entanto, não é um valor tão alto a ponto de ser super impactante.

O nutriente contribui com o alívio do intestino preso justamente porque estimula a movimentação intestinal, além de adicionar volume às fezes.

Entretanto, é importante certificar-se de que o consumo de água esteja apropriado quando uma refeição que contém alimentos que servem como fonte de fibras é feita. Isso porque a ingestão do nutriente sem o líquido faz com que o intestino fique ainda mais preso.

Mas esse não é o único motivo, a ingestão de fibras sem a presença da água pode resultar no ressecamento do intestino.

O excesso no consumo de fibras pode causar efeitos indesejados no intestino

Quando procuramos entender se a jabuticaba prende ou solta o intestino, não podemos deixar de pensar no que um consumo excessivo do alimento pode causar. Até porque quando comemos muitas fibras, como adiantamos acima, o nosso organismo pode experimentar determinadas consequências.

Um indivíduo adulto não deve consumir mais do que 25 g a 35 g de fibras diariamente. Quando esse limite é ultrapassado e a pessoa ingere muitas fibras em um curto espaço de tempo, em vez de conseguir aliviar o seu intestino preso, o que acontece é o agravamento do quadro da prisão de ventre em questão.

Acredita-se ainda que além de prender ou soltar o intestino, o consumo além da conta também pode resultar no aparecimento de outras complicações como a baixa qualidade na absorção de minerais e problemas abdominais como gases, inchaço e cólicas.

Entretanto, tais efeitos da ingestão exagerada das fibras não param por aí. A prática também pode soltar o intestino além da conta, resultando no desenvolvimento de uma diarreia, que vem acompanhada de um risco de desidratação.

A diarreia é desenvolvida porque o corpo puxa a água que o organismo necessita para eliminar a fibra que foi consumida.

Quanto é muita jabuticaba?

Obviamente, para ultrapassar o limite da ingestão diária de fibras seria necessário comer muita, mas muita jabuticaba mesmo. Mais precisamente, de 24 a 30 xícaras de jabuticaba ou em torno de 3,1 kg a 4,4 kg, de acordo com as nossas contas.

Fica muito difícil conceber que alguém coma tudo isso de uma vez, não é mesmo? A não ser que o indivíduo em questão seja viciado em jabuticaba e esteja com muita, mas muita fome mesmo, é praticamente impossível que isso aconteça.

Entretanto, não podemos esquecer que a jabuticaba não é o único alimento que serve como fonte de fibras nas refeições. O nutriente também pode ser encontrado em outras frutas e vegetais, por exemplo.

Portanto, o risco de ultrapassar o limite do consumo diário é mais elevado quando a fruta é consumida em doses exageradas e em conjunto com grandes quantidades de outros alimentos que sejam ricos em fibras.

A casca e o caroço da jabuticaba 

Esses componentes podem determinar como e se a jabuticaba prende ou solta o intestino do organismo humano.

Apesar de tanto a casca quanto o caroço da jabuticaba poderem ser consumidos, é necessário tomar cuidado e não exagerar na sua ingestão.

Ao ser consumida de maneira excessiva, a casca pode proporcionar um efeito laxante, enquanto o caroço da frutinha pode atrapalhar o processo de digestão, causando o intestino preso.

O efeito de prisão de ventre causado pelo caroço da jabuticaba é maior em indivíduos que já sofrem com o intestino preso, ocasionando um crescimento do ressecamento do intestino.

Para quem já sofre com a condição, a recomendação é não engolir o caroço da jabuticaba e comer a casca da fruta.

Como o consumo de uma grande quantidade do alimento pode desenvolver um quadro de prisão de ventre, a indicação é não exagerar nas porções e consumir 10 unidades da frutinha com a casca a cada dia.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você acreditava que o consumo de jabuticaba prende ou solta o intestino? Já sentiu alguma dessas reações ao exagerar no consumo da fruta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (15 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Como fazer para evacuar as jabuticaba em tupida me ajude por favor

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*