Especialista da Área:

O Que é Bom para Joanete?

Veja o que é bom para joanete e conheça um pouco melhor esse incômodo problema que atinge o pé de muitas pessoas.

O joanete é apresentado como uma espécie de protuberância ossuda que pode aparecer na base do dedão do pé. Porém, você sabia que ela é formada quando o dedão empurra o dedo ao lado, forçando a articulação do dedão a aumentar de tamanho e ficar ressaltada?

  Continua Depois da Publicidade  

Também é possível encontrar pequenos joanetes na articulação do dedinho. A condição pode ser provocada pelo uso de sapatos apertados, por estresse nos pés, por problemas de saúde como a artrite ou por um defeito estrutural hereditário, e pode ser uma das causas de dor no dedo mindinho do pé.

Os joanetes são caracterizados por sintomas como: inchaço ou vermelhidão ao redor da articulação do dedão, calos que se desenvolvem onde o primeiro e o segundo dedo se sobrepõem, dor persistente ou intermitente (que vai e volta) e movimentação restrita no dedão se ele for afetado pela artrite.

Não é sempre que o joanete causa outros problemas, entretanto, existe a possibilidade de que a condição possa ser a causa de bursite (inflamação das bursas, estruturas que amortecem os ossos, tendões e músculos perto das articulações), dedo em martelo (uma curvatura anormal na articulação do meio de um dedo, geralmente o dedo próximo ao dedão, que pode causar dor e pressão) e metatarsalgia (dor e inflamação na parte da frente dos pés).

Recomenda-se procurar um médico especializado no tratamento de problemas nos pés quando um joanete vier acompanhado de dor persistente no dedão ou no pé, uma protuberância visível na articulação do dedão, a diminuição de movimento no dedão ou no pé e a dificuldade de encontrar sapatos que sirvam por conta do joanete.

E o que é bom para joanete?

Geralmente, os joanetes não requerem nenhum tipo de tratamento médico, mas isso não significa que quem sofre com o problema não queira aliviar a dor, o inchaço e outros incômodos que acompanham a condição.

Por isso, vamos conhecer na lista a seguir algumas estratégias que podem auxiliar a amenizar esses sintomas dos joanetes:

1. Mudar os tipos de calçados utilizados e usar acessórios para joanetes

É aconselhado dar preferência a sapatos confortáveis, que proporcionem bastante espaço para os dedos. Também é recomendado o uso de palmilhas forradas para joanetes, que podem ajudar a distribuir a pressão uniformemente enquanto a pessoa movimenta o pé, diminuindo assim os sintomas e prevenindo que o joanete seja agravado.

Escolher um tênis para corrida certo para o seu pé também é uma medida importante para quem busca o que é bom para joanete.

2. Aplicar gelo

A aplicação de gelo no joanete depois de passar muito tempo em pé ou quando ele ficar inflamado pode auxiliar a amenizar a dor ou a inflamação.

Aplique uma compressa de gelo se a dor e o inchaço forem extremos (tente fazer diversas sessões de 10 a 15 minutos por dia). Certifique-se de movimentar a compressa de gelo e coloque uma toalha fina entre a compressa e a sua pele.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Medicamentos para dor

Outra opção sugerida para quem procura o que é bom para joanete é utilizar medicamentos como ibuprofeno, acetaminofeno (paracetamol) ou naproxeno sódico.

Entretanto, antes de começar a utilizar esses ou outros remédios, consulte o médico para saber qual deles é indicado para você e em qual dosagem, frequência e duração de tempo o medicamento em questão pode ser usado. Além disso, leia toda a bula do remédio escolhido.

3. Uso de talas

A utilização de talas durante a noite pode ajudar a manter o dedo reto e a amenizar o desconforto. Porém, fique atento: utilize as talas somente com a autorização e a orientação do médico.  

4. Colocar o pé de molho na água e massagens

Deixar o pé com joanete de molho na água morna, assim como massagear esse pé atingido pela condição, pode aliviar a dor e a pressão na articulação do dedo.

Mergulhar o pé na água fria também pode diminuir o inchaço e aderir a um banho morno de pés quando a articulação do dedão estiver sofrendo com rigidez pode ser útil.

5. Elevar os pés

Retirar os sapatos e deixar os pés elevados ameniza um pouco da inflamação e da pressão associadas ao joanete.

A alternativa da cirurgia

Quando queremos aprender o que é bom para joanete, não podemos deixar de registrar que um joanete é permanente a não ser que seja corrigido por meio de um procedimento cirúrgico, que se torna uma alternativa quando o tratamento conservador para a condição não proporciona alívio dos sintomas ao paciente.

Entretanto, a cirurgia não é recomendada a não ser que o joanete provoque dor constante ou interfira nas atividades do dia a dia da pessoa.

Depois de uma cirurgia para joanete, é até possível que o paciente saia caminhando, no entanto, a recuperação completa pode demorar de semanas a meses, informou a Mayo Clinic, que também explicou que para prevenir a recorrência do problema, a pessoa terá que usar sapatos apropriados após a recuperação.

Se você sofre com os joanetes e deseja saber se a cirurgia pode ser uma opção viável de tratamento para o seu caso, o ideal é que converse com o seu médico para entender se esse tipo de procedimento é realmente indicado para você, como funciona e quais cuidados você precisa tomar no pré e pós-operatório.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia o que é bom para joanete? Sofre constantemente com dores por conta de um joanete no pé? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é médico ortopedista formado pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário