Pinha Engorda? Calorias e Análise

Especialista:
atualizado em 17/12/2019

A gente sabe e você também já deve estar careca de saber que entrar em uma dieta ou começar a promover uma reeducação alimentar não é nem de longe tarefa das mais fáceis, muito pelo contrário. E uma das complicações desse processo é aprender a olhar os alimentos de maneira diferente, de modo mais crítico e fazer uma análise eficaz em relação a quais devem permanecer e quais devem ser excluídos das refeições e em que quantidade cada um deles deve ser consumido.

E por mais que isso pareça difícil e trabalhoso, esse passo é bastante importante, principalmente para identificar aqueles alimentos que parecem saudáveis, mas que não são tão saudáveis assim, e aqueles que apesar de carregarem a fama de inimigos da dieta, não são tão horríveis quanto a gente imagina.

Para ajudar quem está entrando nessa jornada, mas não tem tanto tempo assim para analisar cada alimento da despensa na hora de montar um cardápio, hoje nós vamos falar sobre uma das frutas que pode aparecer no cardápio das refeições dos brasileiros: a pinha.

Será que a pinha engorda? Com que frequência podemos consumi-la? Continue lendo e descubra isso logo abaixo.

O que é a pinha? 

Pertencente da mesma família da graviola, a pinha, que é conhecida por outros nomes como fruta do conde ou fruta-pinha, é um vegetal nativo de florestas tropicais e disponível em bastante quantidade no Brasil. Com seu sabor agradável e adocicado, ela é utilizada na preparação de chás e sucos e ainda pode ser preparada cozida ou assada.

As calorias da pinha

O primeiro ponto que vamos analisar para ver se a pinha engorda são as calorias presentes na fruta. Pois bem, em 100 g do alimento existem 94 calorias.

Se formos observar apenas as calorias, ela pode até não se mostrar o alimento mais adequado, tendo em vista que existem outras frutas, como a maçã, que possui 52 calorias por 100 g, ou a goiaba, que contém 68 calorias na mesma proporção, que são menos calóricas.

De qualquer forma, ainda vale imaginar em qual cenário o consumo da pinha seria incluído na refeição. Se depois de ter um café da manhã mais calórico, com pudim, bolo de chocolate e café cremoso, você come um pedaço da fruta, certamente a pinha engorda, especialmente se fizer disso um hábito.

Por outro lado, se a pinha for utilizada na hora de um lanchinho no intervalo entre uma refeição e outra, para substituir algo mais calórico e menos nutritivo como uma coxinha ou uma barra de chocolate, seu efeito na boa forma pode ser positivo. Até porque, como vamos observar no próximo tópico, a fruta é um alimento bastante nutritivo.

A composição da pinha 

Quando se fala em ter uma alimentação equilibrada para emagrecer, não podemos limitar a nossa análise meramente ao número de calorias, mas também é preciso levar em consideração a composição da fruta para descobrir se a pinha engorda ou não.

Alguns aspectos positivos da pinha para quem deseja emagrecer e mandar as gordurinhas em excesso para bem longe é que ela não possui muitas gorduras – são menos de 0,5 g a cada 100 g – e é rica em fibras – contém aproximadamente 7 g na mesma proporção.

Uma quantidade alta como essa de fibras ajuda a promover a sensação de saciedade no organismo, o que contribui para o controle do apetite e, consequentemente, para a perda de peso. Além disso, a fruta também possui um efeito diurético, que faz com que o organismo elimine mais líquido através da urina e, desse modo, é uma aliada no combate ao inchaço do corpo.

A pinha também é fonte de proteínas: são encontradas por volta de 3,2 g em 100 g do alimento. Vale lembrar aqui que além de agir no crescimento e reparação dos músculos, uma dieta que prevê um consumo alto de proteínas também colabora com a redução do apetite.

Além dessas substâncias que colaboram de alguma maneira com o emagrecimento ao controlar a fome e, por consequência, a quantidade de calorias consumidas ao longo de um dia, a fruta também fornece outros importantes nutrientes ao corpo como cálcio, fósforo, potássio, ferro, vitaminas do complexo B e vitamina C.

Por ter uma composição rica, que oferece uma boa variedade de componentes benéficos ao corpo, a pinha se mostra um bom alimento a ser integrado a uma dieta equilibrada. Desse modo, isso nos leva a concluir que se consumida ao lado de outros itens saudáveis e nutritivos, sem exageros e de vez em quando, a pinha provavelmente será benéfica para quem passa por um processo de emagrecimento, já que ela ajuda a oferecer a sensação de saciedade ao corpo.

Entretanto, quem não cuida da alimentação e possui o hábito de comer alimentos mais calóricos não pode acreditar que simplesmente passar a comer a fruta fará com que os quilos em excesso desapareçam. Ela realmente oferece uma boa gama de nutrientes e deixa o organismo satisfeito, no entanto para emagrecer é necessário ter uma atitude mais ampla e aliar outras comidas nutritivas, saudáveis e que não tenham um valor calórico excessivo. Além disso, também é importante praticar algum tipo de atividade física para alcançar o objetivo.

Benefícios que a pinha oferece à saúde 

A pinha é um alimento que vale a pena ser integrado à dieta porque oferece diversos benefícios à saúde como redução do colesterol, combate ao envelhecimento, diminuição do cansaço, combate a prisão de ventre, regula o funcionamento do intestino e atua como um energético.

A fruta ainda possui efeito anti-inflamatório, antirreumático e antiespasmódico, além de ajudar a prevenir contra a anemia. Ela também alivia a dor de cabeça, faz bem para a saúde dos olhos, da pele e dos cabelos, ameniza os sintomas da artrite.

O chá de pinha pode ser utilizado para aliviar cãibras e colite – inflamação do cólon. Já a casca da fruta pode ser usada para fortalecer o estômago e o intestino.

Você gosta dessa fruta e tem o costume de consumir pinha com certa frequência em sua dieta? Dentro do seu contexto, acha que a pinha engorda? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (24 votos, média: 4,08 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

5 comentários em “Pinha Engorda? Calorias e Análise”

  1. Gostaria de saber se comendo duas ou três peras ao longo do dia engorda . Porém cortei massa : como pão , macarrão e doces . Mas como algumas verduras no almoço e às vezes sopa de legumes a noite .

  2. Essa fruta e maravilhoso ela tem o sabor semelhante a atemoia .e muito bom
    Ela desincha da um sensacao de bem estar e principalmente elimina gorduras e amenizar celulite

  3. Adoro pinha, alias gosto de todas as frutas inclusive jaca, gostaria de saber se engorda e a quantidade de calorias que ela apresenta.