Resultados Inmetro de Whey Protein no Fantástico – 14 Marcas Reprovadas

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Recentemente, o whey protein foi centro de uma polêmica no segmento, com a divulgação pela internet de resultados de ensaios conduzidos pelo laboratório M. Cassab, encomendados por um comerciante que atua na área.

O estudo indicou diferenças significativas nas quantidades de proteína declaradas pelos fabricantes e aquelas verificadas no conteúdo das embalagens. Isso despertou inúmeras reações de fabricantes e consumidores, levando uma incerteza à área, não só quanto às quantidades, mas com inúmeras reclamações sobre a qualidade e origem da proteína, composição anunciada e presença de substâncias estranhas ao produto.

O laboratório do grupo M. Cassab é utilizado como parceiro do Inmetro desde 2008 para escopos de análise química em agricultura e pecuária, alimentos e bebidas, e meio ambiente; além de ser habilitado junto à Rede Brasileira de Laboratórios Analíticos em Saúde.

A própria Anvisa retirou lotes de diversas marcas do mercado após receber denúncias sobre os produtos. Entre as irregularidades encontradas, havia questões referentes à rotulagem, ao teor de carboidratos e proteínas bem como na própria composição do produto. Dentre tanta polêmica, houve inúmeras solicitações ao Inmetro para a realização desta análise, bem como questionamentos, dúvidas e reclamações sobre o produto. Os resultados foram divulgados no programa dominical Fantástico, da Rede Globo.

Por isso e para dar um esclarecimento aos consumidores preocupados, o Inmetro realizou esses ensaios que evidenciaram resultados surpreendentes. Acompanhe os resultados de Whey Protein no Fantástico que foram reprovados por não atender aos requisitos.

Resumo dos resultados

Tabela marcas de whey

As marcas EAS 100%, Body Action, Pró-Profissional Line, Integral Médica, STN – Steel Nutrition, Solaris, Voxx, Dynamic Lab, Maxx Titanium, DNA, Universal, Sportpharma, New Millen Suplementos e Nature’s Best foram reprovadas.

Análise dos resultados: proteínas

Os resultados dos ensaios aplicados nas marcas destes suplementos para atletas revelaram que 93% das marcas apresentaram alguma não conformidade evidenciando que, no cumprimento das normas, a maior parte das marcas deixa a desejar em algum dos itens.

Algumas marcas como a Body Action e a Pró-Profissional Line apresentaram uma única não-conformidade que as fizeram serem recusadas no teste de qualidade de whey protein no Fantástico, porém, algumas outras como a EAS 100% e a STN – Steel Nutrition foram recusadas em 3 itens, o que é preocupante. A única marca que atendeu a todas as expectativas e respondeu positivamente aos ensaios foi a Met-Rx Shaping Every Body.

Os ensaios que foram realizados com todas as marcas envolveram: quantidade de proteínas, teor de proteínas, teor de carboidratos, origem proteica, substâncias não declaradas e rotulagem, totalizando 6 testes ao todo. Contudo, deve-se ressaltar que todas as marcas apresentaram consonância com sua classificação de suplemento proteico para atletas, determinada pela regulamentação da Anvisa. Sabe-se que para que um produto seja caracterizado como suplemento proteico, este deve apresentar no mínimo 10 g de proteína em sua composição e este requisito foi o único integralmente cumprido por todos os produtos das marcas correspondentes analisadas.

Mesmo assim, no que se refere ao teor de proteínas, a relação entre os valores declarados pelo fabricante na rotulagem e a quantidade efetiva encontrada no resultado do teste foi diferente. Do total, 13% das marcas apresentaram diferença superior a 20% em suas declarações de quantidade. Assim, os produtos continham menos proteínas do que apresentavam no rótulo do consumidor em uma clara tentativa de lucrar mais com menos proteína, o que é caracterizado como propaganda enganosa.

Análise dos resultados: carboidratos 

O ensaio que levou em conta o teor de carboidratos revelou os resultados mais assustadores, pois 73% das marcas apresentaram diferença superior a 20% entre os valores de carboidratos declarados e aqueles que foram, de fato, encontrados na composição.

Das 11 marcas não conformes, 8 apresentaram propaganda enganosa. Alguns casos mais graves de marcas específicas apresentaram 3 vezes mais carboidratos do que o destacado no produto, o que pode comprometer a dieta alimentar de um atleta que segue a dieta paleolítica, por exemplo, ou qualquer pessoa que esteja querendo emagrecer e, portanto, diminuindo a ingestão de carboidratos.

Análise dos resultados: origem proteica e substâncias não declaradas 

No que tange a origem proteica, ou seja, se o produto apresenta apenas a proteína de soro do leite, whey protein, apenas uma marca apresentou não conformidade, que foi a marca DNA. Foram encontradas proteínas provenientes do trigo e de soja misturadas ao soro do leite, o que pode interferir na absorção de proteínas do usuário, causando resultados indesejados.

O último ensaio relacionado à presença de substâncias não declaradas verificou a presença de cafeína em alguns produtos analisados. 26% de todas as marcas analisadas no teste de whey protein no Fantástico apresentaram cafeína em sua fórmula sem que isso fosse informado ao consumidor na rotulagem ou outra parte do anúncio.

Análise dos resultados: visão geral

Um resultado não tão preocupante no quesito saúde, mas importante, é que foi constatado no ensaio de rotulagem que 73% das amostras não estavam em conformidade com a regulamentação da Anvisa. A maior parte dos erros diz respeito à expressão de valores com casas decimais, um erro crasso para qualquer empresa que deve estar de acordo com normas básicas da Anvisa.

Ao todo, dos 90 ensaios realizados, foram encontradas não conformidades em 33%, sendo que mais de 73% foram referentes à declaração de quantidades das substâncias presentes e na designação dos valores dos rótulos, o que denota uma tentativa de falsear e tentar vender um produto que não corresponde à realidade.

Das 15 marcas analisadas, as marcas EAS 100%, Steel Nutrition e Sportpharma apresentaram o maior número de não conformidades (3 cada uma). As marcas Pró-Profissional Line, Integral Médica, Solaris, Voxx, DynamicLab, Maxx Titanium, DNA, Universal, New Millen Suplementos e Nature’s Best foram reprovadas em 2 ensaios cada uma. A Body Action foi a única reprovada em um único ensaio e a Met-Rx Shaping Every Body foi a única que estava em conformidade com todos os requisitos.

Considerações da análise de whey protein no Fantástico

Percebe-se que o principal problema identificado é a não conformidade da rotulagem com o que se encontra de fato na composição, seja por mera convenção e erro de expressão de valores que não condiz com a determinação da Anvisa, seja pela diferença de teor de carboidratos declarado, o que é muito mais grave. Por isso, o consumidor deve ficar atento a essas informações e cobrar esclarecimentos do fabricante para que sua dieta ou desempenho atlético não seja comprometido.

Cabe destacar ainda que, de acordo com o art. 6°, III do Código de Proteção e Defesa do Consumidor – CDC, é direito básico do consumidor a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com a especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem. Assim, entende-se que a simples informação da presença de todos os componentes da fórmula é essencial ao consumidor.

Diante dos resultados apresentados e divulgados do teste de whey protein no Fantástico, o Inmetro enviou o relatório de análise com os respectivos resultados para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Você acompanhou a divulgação dessa análise do Inmetro sobre os suplementos de whey protein no Fantástico? Alguma marca que você já tenha utilizado foi reprovada? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,38 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário